sábado, 16 de outubro de 2010

CPTM confirma mais R$ 85 milhões para novas estações na Linha 11

Estação de Calmon Viana foi entregue ontem pelo Governo

Fonte: CPTM

O governador do Estado, Alberto Goldman (PSDB), disse ontem que o contrato para a construção da nova estação em Suzano deverá ser assinado na próxima semana. O secretário de Estado de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portela e o presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Sérgio Avelleda, também confirmaram a informação. Depois desse procedimento, a empreiteira contratada (o nome não foi divulgado) poderá instalar o canteiro e tocar as obras que o governo estadual espera concluir até final de 2011.

Nesse mesmo espaço de tempo, ou seja, menos de 15 meses, a CPTM quer entregar aos usuários a nova estação central de Ferraz de Vasconcelos. E não está descartada a possibilidade de nove novos trens entrarem em circulação antes do fim do próximo ano, o que garantirá transferência do ponto final do Expresso Leste e consequentemente da temida baldeação de passageiros de uma composição para outra, de Guaianases para Suzano.

Todas essas informações e previsões otimistas foram apresentadas por Goldman, Portela e Avelleda em evento promovido para inaugurar a revitalização da estação de Calmon Viana e destacar os pesados investimentos públicos para garantir aos trens da CPTM o padrão de qualidade oferecido pelo Metrô.

Ontem, o governador Alberto Goldman também aproveitou a atividade para exaltar os feitos dos governadores tucanos que comandam São Paulo desde a década de 1990 e criticar indiretamente a candidatura de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República.

As obras das novas estações custarão pelo menos R$ 85 milhões, sendo que a unidade prevista para Suzano está orçada em pouco mais de R$ 50 milhões. Ela será maior que a estação projetada para Ferraz. Goldman adiantou que nas próximas semanas viajará ao exterior para assinar a liberação de recursos que serão utilizados para a compra de trens e obras de infraestrutura e acessibilidade nas estações. Nove trens novos chegaram em um prazo de 15 ou no máximo 18 meses.

Essas novas composições que Goldman quer encomendar antes do fim de 2010 garantirão a ampliação das viagens do Expresso Leste e sua chegada a Suzano. Avelleda explicou que a obra de Ferraz será iniciada assim que uma estação provisória for estruturada. Em Suzano a obra poderá ser iniciada depois que o contrato for formalizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores