terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Como funciona a cabine de um trem


Clique na imagem para visualizar melhor
Texto e imagem: Diego Silva

Atendendo a solicitação do nosso visitante Paulo W., estamos publicando uma matéria sobre o funcionamento da cabine de um trem. Usaremos como exemplo a cabine do trem série 2100, da espanhola CAF. Apesar de ser diferente das demais cabines, os comandos são praticamente os mesmos, o que os diferencia muito pouco. Assim como os carros, os trens tem acelerador, freio, buzina... Mas claro que com algumas diferenças.
Por motivos de segurança e procedimentos operacionais, não podemos explicar a fundo todas as funções da cabine do trem, mas apresentaremos o básico, aquilo que os usuários gostariam mesmo de saber. Se falarmos de tudo, levaríamos horas, além de fazer uma confusão mental em todos que lerem essa matéria.
Pois bem, inicialmente, a comunicação é essencial entre os trens. Para isso, existe o Centro de Controle Operacional (CCO), que controla toda a circulação de trens, os sinais e as distâncias corretas entre as composições. Temos no painel de todos os trens, um rádio comunicador, ligado diretamente ao CCO.
Temos também a nossa vista, um microfone, que serve para comunicação entre o maquinista e os usuários dentro do trem.  Temos o controle de portas, que fica ao lado do volante de tração, identificado por duas chaves combinadas. Aliás, o volante de tração é onde pratica-se a aceleração e o freio desse modelo de trem. Existem cerca de oito posições no volante de tração, variando entre aceleração, freio dinâmico e freio de emergência. Acima do volante de tração, temos o velocímetro, identificando a velocidade corrente do trem no momento, e ao seu lado, um amperímetro, que serve para medir a tensão da rede. Existe uma certa tensão de eletricidade para poder movimentar o trem. Mais ao lado, temos o conhecido ATC.
O ATC (Automatic Train Control), funciona como um sistema independente de controle de velocidade do trem. Com a sinalização existente, todos os trens circulam com velocidades pré-determinadas. O ATC funciona para que essas velocidades sejam mantidas e respeitadas. Caso o trem exceda a velocidade permitida, o ATC entra em ação, cortando a tração do trem. É um sistema bastante seguro adotado pela CPTM em seus trens, que inclusive informa a posição do trem a frente, e quanto quilômetros por hora a composição deve circular. Um outro sistema bastante usado é o ´homem-morto`, que consiste em um dispositivo que apita em intervalos determinados, e caso não seja ´reconhecido`, imediatamente será aplicado freio de emergência no trem. Esse sistema é usado em caso de mal-súbito no maquinista, já que o mesmo tem de reconhecer o homem-morto, que atenta para a lucidez do operador do trem. No caso do 2100, temos ainda o painel mostrador, onde se programa os itinerários, a partir de códigos pré-determinados. Existe ainda o controle de ar-condicionado, os painéis elétricos, os comandos de pantógrafo, e outros mais, que seria complexo demais para explicar. Mas toda essa explicação é o básico para matar a curiosidade dos usuários sobre o verdadeiro funcionamento de uma cabine de trem da CPTM.

Matéria originalmente postada no Blog da CPTM, em 30 de janeiro de 2011.

Trem série 2100 - Foto: Diego Silva

2 comentários:

  1. olá, eu gostaria de saber como um trem do metrô faz o circuito. acredito que os trens não precisam virar (fazer uma curva de retorno), bastando apenas seguir de ré para fazer o caminho inverso ao fim da linha. presumo isso porque reparei que alguns trens possuem a fronteira e dianteira exatamente iguais, o que me faz pensar que há duas cabines de controle, uma atrás e uma na frente. está correto?

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber Pq o metro é ágil e eficiente e os trens da Cptm demora muito pra sair de sua plataforma. Creio que deveria chegar na estação abrir para o povo sair aguarda o povo entra e partir mas há uma demora e isso que deixa todos irritados esta na hora de reaver os trabalhos de vcs obrigado

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores