segunda-feira, 25 de abril de 2011

Estação Osasco ganhará reestruturação

Projeto da nova estação Osasco da CPTM (Linha 8-Diamante). Foto: Divulgação

Fonte: Diário da CPTM

As obras de reforma da estação está sendo executada exclusivamente pela CPTM, responsável também pela elaboração do projeto arquitetônico. 
Ficando a cargo da Prefeitura, a responsabilidade de ceder a área pública e também algumas obras de adequação das vias públicas nos bairros Bonfim e Presidente Altino.


Novo visual 
As obras, que mudarão o visual e a parte arquitetônica da atual estação, se integrarão também à Operação Tietê II, projeto da Prefeitura de Osasco que visa a reurbanização de toda área central de Osasco, integrando o Centro ao bairro do Bonfim e ao Conjunto Hervy.
Conforme o projeto da CPTM, além de moderna arquitetura, a nova estação ferroviária de Osasco oferecerá também conforto e segurança aos usuários. 
As duas passagens subterrâneas, que hoje ligam a região central ao Bonfim e a Presidente Altino, serão substituídas por um tipo de laje coberta sobre a estação. Será uma ampla passagem com ligação direta entre esses dois bairros ao Largo de Osasco, e acesso às Ruas Antonio Agu e Primitiva Vianco.  
A nova estação contará ainda com escadas fixas e rolantes, rampas e elevadores. Consta também no projeto a construção de um bicicletário com capacidade para abrigar cerca de 200 bicicletas.
A ampliação da estação Osasco, que ganhará uma nova plataforma e uma nova via férrea permitirá a redução do intervalo entre os trens que servem a uma das principais cidades da Região Metropolitana de São Paulo.



Também estão previstas intervenções nas ruas do entorno e a readequação do sistema viário, além de criação de um bicicletário e novo acesso para pedestres no local. a ampliação da estação Osasco é uma demanda histórica da cidade. 
Com a obra, as linhas da CPTM que servem Osasco [8-Diamante e 9-Esmeralda] poderão utilizar plataformas distintas na estação e com isso o intervalo dos trens será reduzido.  
O termo de cooperação entre CPTM e Prefeitura prevê a cessão pelo município de um trecho de 9,1 metros aos longo das ruas André Rovai e Erasmo Braga, na região central, para as obras de implantação da nova plataforma.

Um comentário:

  1. Ótima a reforma da estação de Osasco, e também do centro que esta degradado. Mas não adianta muito os largos acessos à Rua Antonio Agú, se os ambulantes fecham toda a passagem, é necessário a intervenção para liberar o fluxo.

    Outra boa iniciativa é a construção do bicicletário, só falta agora a interligação da ciclovia da marginal pinheiros com Osasco

    Parabéns pelo trabalho.

    Casquel

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores