quarta-feira, 20 de abril de 2011

Expresso Turístico completa dois anos

Fonte: Site CPTM

Na segunda-feira [18], o Expresso Turístico da CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] completou dois anos de existência, com mais de 25 mil passageiros transportados, em 165 viagens realizadas. Atualmente, os roteiros disponíveis são: Luz-Jundiaí [semanal, aos sábados]; Luz-Mogi das Cruzes [quinzenal, aos domingos] e Luz-Paranapiacaba [quinzenal, aos domingos].

O projeto foi criado pela STM [Secretaria dos Transportes Metropolitanos] e CPTM em parceria com a Secretaria do Turismo, com o apoio da ABPF [Associação Brasileira de Preservação Ferroviária], IPHAN [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional] e das prefeituras de Jundiaí, Mogi das Cruzes e Santo André.

Lançada com o trajeto entre São Paulo e Jundiaí, a iniciativa tornou-se uma opção de lazer para o morador da região metropolitana. Em junho de 2009, Mogi das Cruzes foi escolhida como outra opção de viagem. Na sequência, em setembro de 2010, a Vila de Paranapiacaba também passou a ser destino oferecido pelo Expresso Turístico. Outros três roteiros estão em estudo - para São Roque, Aparecida e Campos do Jordão -, mas dependem de parcerias e convênios a serem firmados. Dentro dessa expansão, está prevista a entrada em operação do veículo automotriz "Litorina", em fase final de modernização integral pela CPTM.

O sucesso da iniciativa pode ser comprovado pela grande procura e aprovação de quem já utilizou o serviço. De acordo com pesquisa realizada em 2009, 90% dos turistas com destino a Jundiaí e 82% com destino a Mogi das Cruzes tiveram as expectativas superadas ou atendidas pela viagem. É possível ainda acompanhar o depoimento de quem já viajou no Expresso no "Diário de Bordo" [clique aqui e confira].

A pesquisa mais recente, desta vez qualitativa, realizada entre novembro de 2010 e fevereiro de 2011, revela a aprovação do serviço pelos usuários e profissionais do setor turístico. Em geral, os entrevistados descreveram a viagem como "calma, boa para curtir a paisagem e no tempo suficiente", o que comprova o acerto na escolha dos roteiros e serviço diferenciado oferecidos. Os monitores também foram bem avaliados: "... dão explicações no percurso, são bem treinados, receptivos, atenciosos e delicados". A pontualidade ["britânica, dentro do combinado"], a segurança adequada e o conforto ["bom, tudo arrumado, limpo"] também foram destacados pelos participantes da pesquisa.

No ano passado, o Expresso Turístico ficou entre as 26 escolhidas na I Chamada para a Premiação das Melhores Práticas dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional - Estudo de Competitividade 2010, promovida pelo Ministério do Turismo.

O assessor de planejamento da STM, Ayrton Camargo e Silva, que também foi coordenador técnico do Expresso desde sua implantação, avalia positivamente os dois anos de existência do projeto. "O objetivo é perseguir uma qualidade cada vez maior". Ele destaca que, diferentemente do transporte diário, o Expresso Turístico exigiu da Companhia um sistema inovador de operação. "A CPTM, com este novo serviço, está desenvolvendo uma cultura de operação de serviços especiais, baseada na qualidade oferecida por outros modais presentes no transporte turístico", comenta o assessor.


Trem

O passeio é feito a bordo de um trem, composto por uma locomotiva, da CPTM, e dois carros de aço inoxidável fabricados no Brasil na década de 60. Cedidos pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária [ABPF], os vagões foram restaurados pela CPTM. São 174 poltronas para acomodar confortavelmente os turistas, além de espaço reservado para cadeira de rodas [com cinto de segurança e ancoragem da cadeira]. Ao longo do percurso sobre os trilhos, que dura cerca de 1 hora e meia, monitores dão informações históricas sobre a ferrovia. As viagens para Mogi das Cruzes também contam com um vagão-bicicletário.

Passagem

O preço unitário da passagem é de R$ 30,00, exceto para os embarques na Estação Santo André, com destino a Paranapicaba, que saem por R$ 27,00. O bilhete é vendido das 6h às 18h30, todos os dias, na bilheteria da Estação da Luz localizada no acesso à Pinacoteca e na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André [Linha 10-Turquesa]. Há descontos de 50% na compra de até três passagens para acompanhantes. O trem parte da plataforma 4 da Estação da Luz, às 8h30, e o retorno para São Paulo ocorre às 16h30, com chegada às 18h.

Roteiros

Os passageiros podem adquirir roteiros opcionais com a operadora turística local autorizada [pacotes não inclusos na tarifa da viagem de trem] no balcão da Estação da Luz. Em Jundiaí, as opções são o roteiro cultural [passeio pelo patrimônio histórico], o roteiro ecológico [passeio na Serra do Japi] e o roteiro rural [Circuito das Frutas]. Em Mogi das Cruzes são oferecidos os roteiros rural [Circuito das Flores], ecológico [Parque da Neblina], cultural [patrimônio histórico] e eco cultural [Parque Centenário e Museu Igreja do Carmo]. Já em Paranapiacaba, o turista pode optar pelo circuito cultural [Vila Inglesa ou Nos Trilhos da SPR], histórico/ambiental [Expresso Paranapiacaba] e ecológico [Nas Trilhas da Serra do Mar ou Nascentes do Rio Grande].

Mais informações no hotsite do serviço: http://www.cptm.sp.gov.br/ExpressoTuristico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores