domingo, 8 de maio de 2011

Embarque nos trens da CPTM nos horários de pico requer paciência



Fonte: Diário da CPTM / Portal G1



O combate à poluição do ar passa pela valorização do transporte público, mas nos horários de pico os trens da CPTM que seguem para a Zona Leste de São Paulo exigem do passageiro paciência e resistência física.

Na Estação Luz, no final de tarde, na hora de voltar para casa, é um sufoco. Quando o trem chega, há correria para entrar nos vagões. A maior disputa é para conseguir um lugar para sentar. Vanessa, com quatro filhos pequenos, também sofre. “Eu saio no tapa”, diz. 



Os passageiros têm de se proteger e as mulheres reclamam de falta de gentileza dos homens. “Os homens entram primeiro e se esquecem das mulheres. Nem as grávidas têm privilégio. As senhoras de idade não têm privilégio”, reclama a passageira. O homem se defende. “São direitos iguais”, diz o passageiro.

O movimento nos trens aumentou muito nos últimos seis anos. Passou de 1,5 milhão para 2,4 milhões de passageiros. Todo mundo se espreme nos horários de pico. A rede de trens da CPTM tem 89 estações distribuídas ao longo de 260 km de trilhos na grande São Paulo.



´´Melhorou um pouco, colocaram trens novos. Mas acho que precisa melhorar muito”, avalia a vendedora Tamara Santos. O governo diz que está investindo R$ 1 bilhão neste ano para melhorar o sistema. “Com a troca do sistema de sinalização será permitida a aproximação entre os trens, com segurança e mais rapidez. 

Com isso haverá a possibilidade da diminuição dos intervalos em todas as linhas, melhorando a oferta de lugares”, afirma Francisco Pierrini, gerente de operações da CPTM. A meta da CPTM é reduzir para três minutos o intervalo dos trens nos horários de pico e, assim, diminuir a superlotação. 

2 comentários:

  1. Paciência até demais, quem entra não quer saber de quem tem que sair, (estação Francisco Morato pico manhã) mal o trem para na plataforma as pessoas "AJUDA O TREM ABRIR A PORTA" (como se ele precisace de tal ajuda), um empurra empurra pra entrar, um perigo!!! Pois o espaço e altura do trem e a plataforma são grandes, que está atrás empurra nem ligando pra quem está na frente de cair no vão!!!
    se filmar de dentro do trem parece um: "ESTOURO DE TOUROS"

    ResponderExcluir
  2. Paciência até demais, quem entra não quer saber de quem tem que sair, (estação Luz pico manhã). Pelo visto a situação se repete em todos os terminais, mas fazer o que, Bruno? Isso tem que ser percebido pelo usuário. Um mínimo de educação deve vir deles, para que todos entrem e saiam do trem com segurança.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores