sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O vão entre o trem e a plataforma

O temido vão entre o trem e a plataforma: quando não é o espaço, é a altura

Foto: Portal G1
Texto: Diego Silva

Uma das maiores reclamações dos usuários diz respeito ao vão entre o trem e a plataforma. A CPTM anuncia exaustivamente em seus trens e estações para os usuários terem cuidado, mas vez ou outra, alguém acaba caindo no espaço. Fica a pergunta de muitos usuários: porquê o vão entre o trem e a plataforma é tão grande?
Na construção da ferrovia, a preferência era para os trens de carga. Nesse tempo, as estradas de ferro foram construídas com gabaritos de vagões de carga, não de carros de passageiros. Com isso, os trens de passageiros chegaram num espaço já dominado por trens cargueiros, e foram se adaptando com a situação. Os usuários normalmente dão um passo médio de 20 a 30cm de largura entre o trem e a plataforma (nos casos mais comuns), mas existem casos absurdos do vão se aproximar de um metro. Como é do conhecimento de todos, as linhas de trem da região metropolitana de São Paulo ainda são compartilhadas com trens de carga, deixando aberta a necessidade de existência do vão, pois os vagões de carga são mais largos que os carros dos trens.

O Governo do Estado assinou um projeto de construção do Ferroanel, que será uma via segregada para trens de carga. Com isso, os trens de passageiros terão vias exclusivas, e consequentemente, haverá de ter obras para a redução dos vãos pelas estações do sistema. Todavia, quando não é o vão, é a altura entre o trem e a plataforma, mas isso também deverá ser corrigido. Em todos os casos, seja em altura, seja em espaço, tenham cuidado ao embarcar e desembarcar, evitando assim, acidentes graves.

5 comentários:

  1. O vão entre o trem e a plataforma (pelo menos na linha 8) é maior no sentido interior-capital. Isso se deve ao posicionamento das linhas, principalmente de bitola estreita, utilizada pelos trens da ALL. No sentido interior, a "estreita" é voltada para fora e no sentido capital, a "estreita" é voltada para a plataforma. Por isso o vão nesta linha é maior.
    Em alguns pontos, mais pros lados de Itapevi, a CPTM já implantou um "4º trilho", obviamente no intuito de deslocar a bitola estreita para fora, no lado interior-capital. Talvez quando terminarem vão retirar um dos trilhos, e o problema do vão será amenizado, até o tão sonhado ferroanel ficar pronto. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. As Piores da Linha 7 são Pirituba (no trecho de curva) e a da Vila Clarice, que é um absurdo, idosos precisam de ajuda para desembarcar, o vão é extremamente alto.

    ResponderExcluir
  3. E se acoplar um acessório lateral a cada carro, de modo que este faça a ponte entre o trem e a plataforma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teoricamente já existe, o tal do "Estribo", mas como tem vãos maiores ou menores, em alguns casos ele ficaria grande demais e pegaria na plataforma. Na zona leste, se não me engano não é necessário estribo, e no metrô nem de estribo precisa.

      Excluir
  4. Hoje cai num vão na Estação Braz embarcando para Guaianases. Estou bem, não me aconteceu nada graças aos passageiros que me puxaram rapidamente, mas eu podia ter morrido. Sugiro que tenham este tipo de preocupação! É um absurdo tratar pessoas que pagam caro por serviço que tem este tipo de falha.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores