quinta-feira, 2 de junho de 2011

CPTM organiza retomada da operação após o final da greve

 Fonte: CPTM
Imagem: Diego Silva

Com a suspensão da greve pelos quatro sindicatos, a CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos] iniciou a organização da retomada da operação, para que nas próximas horas a circulação de trens volte a ocorrer de forma gradual e segura.
Com isso, tão logo os maquinistas se apresentem em seus postos e os demais empregados ocupem as estações para exercerem suas funções, as seis linhas voltarão a operar, ainda nessa noite.
Nas assembleias realizadas no fim da tarde desta quinta-feira, os sindicatos acataram a decisão do Tribunal Regional do Trabalho [TRT/SP], que propôs a suspensão da paralisação com a volta aos postos de trabalho, mantendo o estado de greve, enquanto prossegue a negociação salarial.
A CPTM continuará o diálogo com a categoria e confia no processo de negociação, sem novos prejuízos à operação e consequentemente à população.

Proposta da CPTM
A proposta apresentada pela CPTM hoje na reunião do TRT manteve o reajuste de 3,27%, compreendido por 1,75% do IPC/Fipe referente aos meses de janeiro e fevereiro e mais 1,5% de aumento real, o que equivale a 186% do IPC/Fipe dos dois meses aos quais se refere o dissídio atual.
Entretanto, a CPTM propôs aumento no valor facial do vale-refeição mensal, que já é totalmente subsidiado pela empresa, passando de R$ 15,63 para R$ 18,00 [15,16% ante 8,77% oferecidos anteriormente]. Na reunião também foi proposta a extensão de 120 para 180 dias para a licença maternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores