terça-feira, 19 de julho de 2011

Governador libera imóveis para construção da Nova Suzano

Fonte: CPTM
Imagem: Divulgação

O governador Geraldo Alckmin assinou o decreto que autoriza a desapropriação de imóveis para a reconstrução da estação Suzano da Linha 11-Coral da CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos].

A área totaliza 15,1 mil metros quadrados e foi orçada em cerca de R$ 15,7 milhões. Com o decreto assinado pelo governador, as áreas ficam declaradas de utilidade pública a fim de serem desapropriadas. As despesas com a execução do decreto correrão por conta de transferência de capital do Tesouro do Estado.

A desapropriação das áreas é um importante passo para a ampliação do Expresso Leste de Guaianazes até Suzano, prioridade nesta gestão. O Governo do Estado de São Paulo investirá R$ 37 milhões na reconstrução da estação Suzano.

Para isso, já foram adquiridos nove trens novos, cujo investimento foi de R$ 280 milhões. As novas unidades serão incorporadas à frota da CPTM, a partir do segundo semestre do ano que vem. Também estão em andamento as obras de infraestrutura, que contemplam modernização dos sistemas de sinalização, telecomunicações, energia, rede aérea, via permanente.

Com a entrega da estação de Suzano, no segundo semestre de 2012, o serviço Expresso Leste será estendido, solucionando as dificuldades de embarque existentes hoje em Guaianazes, cuja estação se tornou pequena diante do forte aumento da demanda na CPTM, nos horários de pico.

Sobre as desapropriações: a área de 15,1 mil metros quadrados declarada de utilidade pública comporta 53 imóveis, dos quais 44 comerciais, seis residenciais e três desocupados. Os proprietários, que começarão a ser notificados em breve pela CPTM, serão indenizados em dinheiro e pelo valor de mercado dos seus imóveis.

A nova estação terá 10,3 mil metros quadrados de área construída e será totalmente acessível a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. O projeto está em conformidade com o planejamento urbano do município de Suzano.

Novas instalações: além da estação Suzano, também está sendo reconstruída a estação Ferraz de Vasconcelos. Com as novas instalações, os usuários terão mais conforto e comodidade. Ambas terão plataformas cobertas, escadas rolantes e todos os itens de acessibilidade [elevadores, piso e rota táteis, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas]. Além de banheiros públicos comuns, também terão sanitários exclusivos para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Haverá passarela de transposição à via férrea, em área não-paga, aberta 24 horas e iluminada

2 comentários:

  1. A linha 12 também será estendida até Suzano? Aquela nova estação de Calmon Viana ficou horrível de mal feita e inacreditável que seja uma estação de integração.
    Fora do horário de pico a CPTM também tem praticado intervalos absurdos naquele trecho que já cheguei a contar até 18 minutos.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Moises! Existe projeto de levar a Linha 12 para Suzano também, e isso deve ocorrer até 2014. Respeito sua opinião sobre a modernização da estação, mas há de se ver que está melhor do que era, trazendo um mínimo de conforto.
    Fora do horário de pico, é comum o intervalo ser ampliado. A Linha 12 sempre teve problemas com intervalos, mas observe nesses casos, se não existe trem cargueiro em um dos sentidos. Isso faz com que o intervalo se amplie sem aviso prévio.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores