terça-feira, 26 de julho de 2011

Mais um trem expresso: São Paulo a Jundiaí em 25 minutos


Fonte: Rede Bom
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou que a Secretaria dos Transportes Metropolitanos está desenvolvendo um projeto para a criação de uma linha de trem expresso para ligar Jundiaí a São Paulo em 25 minutos.
O projeto do Expresso Regional, citado por Alckmin, prevê a construção de uma linha férrea paralela à usada hoje, a 7-Rubi, e ligará Jundiaí direto à Capital, sem paradas.
O anúncio foi feito em meio a uma ligação por celular ao secretário estadual dos Transportes Metropolitanos,  Jurandir Fernandes.
Durante o telefonema foi dito a Alckmin que a parada será na estação Barra Funda, em São Paulo, com integração a outros trens e metrôs.
Estima-se que até setembro seja concluído o projeto funcional. Ele dará as diretrizes de traçado, valores estimados para empreendimentos, localização de estações e pátio de apoio para operação. Segundo a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), após a conclusão desse estudo serão realizados os projetos básicos e executivo para detalhamento.
Apesar da necessidade da construção de uma nova linha, parte dela poderá ser implantada na faixa de domínio atual.
Cerca de 400 mil passageiros utilizam a linha 7 que vai de Jundiaí para a Estação da Luz. Hoje, o trajeto dura, em média, 1h50 e tem 14 paradas.
 “O projeto será uma PPP [Parceria Público Privada]”, afirma Alckmin.

8 comentários:

  1. Muito bom!! vai ser de tamanha importancia para os usuários,se bem que acho que o trem deveria parar em estações de maior importancia,como:
    Lapa,Pirituba,Caieras,Franco da rocha e Francisco morato para ser de maior eficiência se bem que assim esta bom.bom resto de tarde da terça-feira para todos!!!

    ResponderExcluir
  2. Pra mim esse projeto é muito inviável por que a maior parte da linha 7 conta apenas com duas vias... E a velocidade máxima dos trens é 90km/h... Este trem logicamente vai ter que passar em uma velocidade maior para fazer em 25 minutos e se vai pegar uma parte da linha atual vai ser complicado... Concordo com o amigo, seria melhor fazer o expresso parando nas estações de maior demanda como farão na linha 10 e não Jundiaí que a demanda nem é grande.... Ou poderia sair de Jundiai ou Campinas ( se aceitassem o trem até Campinas, espero que isso aconteça) e parar nas estações de maior demanda...

    ResponderExcluir
  3. E sem contar que a linha 10 está meio caminho andado para receber o expresso, já que conta com várias vias...

    ResponderExcluir
  4. É verdade Wagner.não tinha parado para pensar na questão das vias e nem da baixa demanda de jundiaí.
    se fosse para ter expresso na linha 7 iria de ser uma grande construção e bastante trabalhosa e tenho dito expresso na linha 7 ,só com algumas paradas daria certo.já na linha 10 é efetivamente bem viável e hoje estava pensando,será que não teria como levar o expresso de mauá até São Bernardo? Que não tem trem e é efetivamente uma grande cidade.boa tarde para todos!!

    ResponderExcluir
  5. Na verdade é o contrário boa parte da Linha 7 tem 3 vias e perto das estações centrais tem 4 vias (Pirituba-Luz), e muitos lugar aonde tem 3 vias tem espaço para se plantar mais uma e em trechos de 2 vias tem espaço para por mais uma via, mais como vai der uma parceria publica privada (PPP), paras as empresas privadas não tem tantas burocracias quando o estado, aí ela não querem nem saber e "derruba tudo que tem pela frente" em modo de se dizer!

    Jundiaí atualmente é o maior polo industrial do Brasil é o que vem crescendo mais rápido, e é o principal no setor de logística!!! (Isso com o Diego estuda Logística deve saber muito bem... Eu já fiz curso de 1 ano de logística o meu professor falava Jundiaí é o melhor ponto para empresas transportadoras!!!)

    ResponderExcluir
  6. Olha como se essa linha for aceita para há construção ates de 2020 não fica pronta... Então até lá seria muito bom para essa linha expressa ir até Campinas, assim sendo CAMPINAS-JUNDIAÍ-BARRA FUNDA.

    ResponderExcluir
  7. Bruno, me parece um pouco difícil que saia um trem metropolitano para Campinas. Após observar algumas condições, seria algo bastante complicado. Um expresso seria mais acessível, porém, o investimento é o mesmo: recuperação de malha.

    ResponderExcluir
  8. Deveriam reativar os trens regulares de passageiros na Bragantina, na Ytuana e prolongar a linha de passageiros atual até Limeira no mínimo. Reativar os trens regulares de passageiros de Perus a Cajamar, com estação perto da Anhangüera onde as pessoas poderiam deixar o carro e seguir viagem a SP de trem.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores