domingo, 14 de agosto de 2011

CPTM recebe 1 queixa por dia sobre pregações evangélicas

Fonte: Portal Terra

Passageiros dos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) enviam uma queixa por dia à empresa contra a pregação religiosa nos vagões. A estatal recebeu 177 reclamações de janeiro a junho deste ano, sendo que foram 261 queixas ao longo de 2010. A CPTM coíbe a prática, o que, segundo a empresa, "não se confunde com os direitos assegurados na Constituição", mas se baseia na ideia de que "o Estado é laico e pela própria Constituição ninguém tem o direito de impor sua fé ao outro, notadamente em ambiente fechado como é o caso dos trens". Quando um pregador é removido do vagão, ele perde o direito da viagem, informou a CPTM. As informações são do Jornal da Tarde.
"A maioria das pessoas gosta de ouvir", garante o analista de informática Agostinho Ferreira da Silva, 46 anos, qua há oito anos evangeliza nos vagões da Linha 12-Safira. O operador de logística Vanderlei Aparecido Luiz, 38 anos, usa a Linha 10-Turquesa (Luz/Rio Grande da Serra), a que tem mais denúncias. Ele diz sentir-se incomodado. "Às vezes, eles chegam a gritar. Atrapalham as pessoas que tentam voltar dormindo de um dia cansativo." Ele chegou a ver um evangelizador sendo expulso por passageiros revoltados. "Em uma estação, seguraram a porta e falaram que o trem só andaria se ele saísse." Uma determinação judicial proíbe a prática desde 2009 no Rio de Janeiro, em ação proposta pelo Ministério Público. Painéis nas linhas da Supervias avisam até sobre a possibilidade de cessação coercitiva de práticas dessa natureza, com o apoio da polícia.

13 comentários:

  1. nao tenho nada contra pregaçao evangelica dentro dos trens afinal de contas lugar de dormin e em casa e nao no transporte publico

    ResponderExcluir
  2. engraçado aqui no rio como sempre os camelos,cracudos,ladroes dentros dos trens e ninguem fala nada a outra coisa amigo nao use a supervia como exemplo positivo nao e sim negativo rs

    ResponderExcluir
  3. se e para proibir que se proiba tudo

    ResponderExcluir
  4. Não concordo Eder,cada um tem sua religião e não ajuda nada um pastor gritando dentro de um trem,se lugar de dormir em em casa,lugar de pregar e resar é na igreja e não no trem.bom dia á todos!!

    ResponderExcluir
  5. Eder, me sinto no direito de expor minha opinião também... Sou católico, e já participei algum tempo em igrejas evangélicas, e sou absolutamente contra a pregação nos trens. Se for para pregar a palavra de Deus, que seja na Igreja, que é o lugar mais apropriado. Pagamos passagem para realizar uma viagem tranquila, não para ficarmos expostos à berros e manifestações. Cada um tem sua religião, como bem disse o Diego Fernando, e o mínimo que queremos dentro dos trens é um pouco de paz e silêncio.

    ResponderExcluir
  6. É nesse caso, independente da PALAVRA de DEUS , devemos usar o BOM SENSO!!

    ResponderExcluir
  7. Sim, Diana. Está na Bíblia: 'se você quer se aproximar de Deus, faça isso sozinho, dentro do seu quarto, em uma oração'. Eu não concordo com pregações nas ruas, transportes e qualquer outro lugar que não seja a igreja. O bom senso há de prevalecer.

    ResponderExcluir
  8. tudo bem mas aquela negocio de trem do pagode ninguem esta cansado nao ? isso sim me encomoda porque nao colocam pra fora tbem essas pessoas ?

    ResponderExcluir
  9. entendam bem amigos se para proibir que se proiba tudo entao nao so proibir os evangelicos e deixar pagodeiros pertubando dentro de trem (obs antes que falem nao estou citando so a cptm e sim a superfria tambem )

    ResponderExcluir
  10. Eder,em primeiro lugar aqui em São Paulo não existe isso de "trem do pagode",em segundo lugar é o seguinte imagine vamos supor você sendo um muçulmano,você esta dentro de um trem e vem um pastor pregando coisas em que você nem gosta de ouvir e o pastor começa a falar mau dos princípios e de sua religião,o que você iria achar?eu por exemplo sou Católico e me encomoda muito ver pastores dizendo coisas mas sobre santos. já o pagode deveria ser proibido sim mas o que é melhor gente cantando ou um pastor falando mau de seus princípios dentro de um trem? bom dia a todos

    ResponderExcluir
  11. exatamente como o diego silva disse quer escutar a palavra de deus se dirija a um templo blz assim como quem quer escutar samba se dirija a um clube ou um show ou escute em casa eu faço assim muçulmano nao se entende nem entre eles quanto mas com outras religioes blz .

    ResponderExcluir
  12. Como todos conhecem, é proibido comércio ambulante, pedir esmolas, pregações religiosas ou qualquer outro tipo de atitude que venha a causar incomodo aos demais usuários. Na CPTM não existe trem do pagode. Quando teve o trem do samba, foi um evento anunciado, numa única viagem.

    ResponderExcluir
  13. Eder ,você esta com PRECONCEITO contra muçulmanos e aí eu pergunto,você já conheceu um? e eu desde o primeiro comentário meu disse que sou absolutamente CONTRA qualquer tipo de pregação e esse trem do pagode tambem,agora é você que está mudando de opinião e me disendo que sou errado por que eu disse que eu era a favor sendo que desde o princípio disse que sou CONTRA.
    Boa tarde!!

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores