terça-feira, 2 de agosto de 2011

CPTM comprará novos trens

Frota 1600: renovação deve retirar frotas antigas de circulação

Fonte: Revista Ferroviária
Imagem: Diego Silva
A Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM), que opera as linhas de trens de São Paulo, irá comprar novos veículos. Além dos 105 já adquiridos e que começaram a ser entregues no ano passado, a empresa prevê a compra de mais 85 trens para renovação da frota, que ainda possui modelos com mais de 35 anos de uso.
De acordo com Mário Manuel Bandeira, presidente da companhia, a CPTM irá avaliar a possibilidade de um aditivo com as empresas já contratadas – Alstom e CAF – para depois abrir uma licitação. “Esses contratos que estão em curso permitem um aditivo de 25%. Vamos analisar e ver se é mais vantajoso fazer o aditivo ou a licitação”, afirmou Bandeira.
O presidente também ressaltou que o reforço na frota ajudará a CPTM a atingir a meta de redução do tempo de espera dos trens na estação, que hoje varia de quatro a seis minutos, dependendo da linha. A projeção é de que, em 2014, esse tempo seja reduzido para três minutos.
Dos trens já adquiridos, 52 foram entregues. Os outros 53 devem entrar em operação até novembro do próximo ano. O investimento faz parte do montante de R$ 19,6 bilhões que o Governo do Estado prevê injetar na CPTM até 2014.

17 comentários:

  1. Sinceramente eu acho que poderiam reformar alguns modelos que ainda se encontram em bom estado porque se fosse renovar toda frota ficariam um monte de trens parados ocupando espaço o Metrô por exemplo na linha 1 azul continua até hoje utilizando os velhos Mafersa de 1974 que praticamente tem 37 anos eu acho assim coloca os trens novos e mantem aqueles em bom estado pra funcionar desde que passem por reformas e também poderiam ser utilizados nas extenções operacionais.

    ResponderExcluir
  2. Até que em fim!!!!!!!!

    Adeus:

    1100, 1400, 1600, 1700, 4400, 5000, 5500 e 5550!!!

    Não gosto da ideia da CPTM modernizar trens antigos pois eles tem estruturas feias!!! E já se acabaram muito com o tempo principalmente da CBTU!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Diego, desde segunda feira a maioria dos trens da linha 7 que estão circulando no pico da tarde é de seis carros (série 1100), e estes trens não estão dando conta de tal grande demanda, (nem as séries 1700 e 7000 conseguem). Segunda feira na estação da Lapa passaram acho que seis trens da série 1100. Você sabe por que eles estão pondo tantos trens de seis carros e tão poucos trens de 8 carros?

    ResponderExcluir
  4. Bruno só se for no caso do 1100,1400,1600,4400 e 5500 sem contar que você esqueceu o 5000 esses sim poderam ser aposentados já o 1700 esse poderá passar por reformas porque ele está apenas com 24 anos de serviço e não está na hora de aposentar esse por ele ser um ótimo trem já o 5500 fase 2 (5550) esse acabou de ser reformado e está operando desde 2008 com nova frente e novo Layout interno bem ai quem decide é a CPTM se vai aposentar esses modelos ou vai deixar pelo menos os que estão fora dessa faixa de idade.

    ResponderExcluir
  5. Celso, chega um ponto na vida útil do trem em que uma reforma não basta mais. As frotas mais antigas da CPTM estão completamente obsoletas, e necessitam mesmo de uma substituição. A modernização que elas precisavam, já foi realizada na última PQMR, e agora, só trocando por novos trens. Os trens da Linha 1 azul do Metrô rodam até hoje, porque passam por manutenção minuciosa, diferente dos trens da CPTM. São duas culturas diferentes.

    ResponderExcluir
  6. Bruno, não avalie um trem pela sua estrutura, e sim pelo seu potencial... Trens citados por você prestaram serviços fenomenais até os dias de hoje, e particularmente, eu preservaria uma unidade de cada. Tenho profundo gosto por algumas frotas citadas, e acho eles perfeitos para circularem (em especial o 1700). Mas saiba você que nesse pacote, não foi sinalizado a inutilização de trens. Só se sabe que 1100, 1400, 1600, 4400 e 5000 estão cotados para sair. Os demais permanecem.

    ResponderExcluir
  7. Wagner, não tenho observado muito a circulação dos trens atualmente, por conta de problemas particulares, mas eu acho que estão tendo problemas com os trens de oito carros. Soube de alguns problemas com as frotas 1700 e 7000, e talvez por isso, os 1100 estejam dominando a Linha 7 por esses dias. Vou procurar saber mais sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  8. Claro que é muito bom ter trens novos mas pelo amor de Deus,para que tiarar trens como o 1700,1100,1600 e o 1400,não acho que deveria ter uma complexa modernização e os trens novos entrariam para ajudar na operação os antigos e modernizar aínda mais o 5550,já quanto a estética do trem,o próprio milzinho antes ele era identico ao 1400 e agora é totalmente diferente,como por exemplo no metro que a frota C virou I,J,K e L.acho que modernizar trens e comprar novos tambem seriam duas coisas que deixariam a cptm muitissimo melhor.boa tarde para todos

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Diego... É a linha 7 está com muitos problemas, e agora os trens, complicado...

    ResponderExcluir
  10. É Diego nessa parte você tem razão eu acho que exagerei um pouco no caso de preservar e reformar alguns desses modelos já deram o que tinha que dar se for pra melhorar ainda mais a CPTM Ótimo claro que alguns que ainda não estão nessa faixa de idade como o 1700 esse deve ser reformado e outro que foi reformado recentemente o 5500 fase 2 devem continuar por mais algum tempo bem que poderiam pegar esses 5500 original e transformalos em fase 2 o mais curioso de tudo o 2100 está nessa faixa de idade mas o que conta é o tempo de serviços prestados poraqui por ter apenas 13 anos esse sim tem muita lenha pra queimar ainda.

    ResponderExcluir
  11. Se tem Celso,acho que o 2100 fica até meados de 2020 por aí,e tambem acho que todos os trens novos deveriam ter oito carros,4 portas e o layout interior do "sucatão" que cá pra nos de sucata não tem nada e seriam menos portas só que bem mais largas.bom domimgo para todos!!

    ResponderExcluir
  12. Celso, eu compartilho da sua visão. Reformar os 5500 é o mais indicado. Renovar o trem é excelente, e o resultado, como sabemos, fica muito bom. Algumas frotas já deram o que tinham que dar, agora é renovar e esperar a Nova CPTM. O 2100 veio de uma reforma geral em 1997, e agora passa por mais uma. Ele é o trem oficial da Linha 10 por muito tempo ainda.

    ResponderExcluir
  13. Diego, o 2100 é um trem excelente, mas é trem de viagem. Não serviria para metropolitano. Mas aqui é uma discórdia, e ele caiu como uma luva. Existe a necessidade de ser ter 8 portas por carro, para ter maior e melhor embarque.

    ResponderExcluir
  14. Outra coisa amigo Diego que queria tirar a duvida o 2100 ele é um trem de 6 carros gostaria de saber se ele tem o mesmo comprimento do 2000 e 7000 que pelas fotos e pela visão que eu tive ele parece ser bem comprido e chega até igualar a esses 2 trens da CAF,e sobre o 2100 eu aida não tive o privilégio de andar nele mas uma hora vou experimentar essa lenda espanhola que muitos falam bem dele eu acho ele Explêndido e o mais perto que pude chegar nele ele estava parado estacionado na estação Pirituba já com o novo logotipo da CPTM.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia Celso! O CAF 2100 é um trem bastante comprido, mesmo sendo de seis carros. Eu acho que o comprimento total é de 268 metros, se não me engano. Mas os outros CAF's 2000 e 7000 são maiores, por conta do acréscimo de outros dois carros. Assim que puder, venha viajar no 2100, pois é o trem mais confortável da CPTM.

    ResponderExcluir
  16. Obrigado amigo Diego pela explicação e quando tiver um tempo livre vou dar uma volta nele concerteza e continue com o blog que a cada dia mais está Excelente.

    ResponderExcluir
  17. Obrigado pelos elogios referentes ao blog, amigo Celso. Leitores como você são sempre bem-vindos!

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores