segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Licitação para trem de Jundiaí será lançada ainda esse ano

Cabine de comando - Trem série 7000
Fonte: Revista Ferroviária

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) lança até o final deste ano a licitação para contratação do projeto básico e executivo do trem de Jundiaí. A CPTM deve concluir no final deste mês o estudo de viabilidade técnica, operacional e ambiental para alternativas de traçado.
Será construída uma nova linha, que sairá da Água Branca, em São Paulo, chegando a Jundiaí em 25 minutos, em um percurso de 47 km.  A previsão é que a linha esteja pronta em 2015. “Estamos avaliando um novo traçado para melhorar o desempenho do trecho”, explicou o diretor de Planejamento da CPTM, Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro, durante a semana de tecnologia da Aeamesp, em São Paulo.
O trecho de Jundiaí faz parte do projeto de trens regionais do governo de São Paulo, que também estuda as ligações com Sorocaba e Santos.
Os estudos para Sorocaba também estão em andamento. Em junho deste ano foi contrato o projeto funcional da linha, que mostrará a viabilidade técnica, operacional e ambiental das opções de traçado. O projeto deve estar pronto em abril de 2012.  O percurso de 90 km está estimado em 40 minutos de viagem. As estações ainda serão definidas.
O trem para Santos é o que está sendo discutido a mais tempo. Em maio, a CPTM lançou o edital para os estudos técnicos de traçado, viabilidade, operacional e ambiental para a implantação do serviço. A licitação está em fase de recurso e a expectativa da CPTM é assinar o contrato até novembro. O percurso de 72 km e 40 minutos entre a capital paulista e o litoral é mais complexo que os demais, já que existe a necessidade de transpor a Serra do Mar.
Sobre a participação da iniciativa privada nos projetos, o diretor da CPTM explica que a definição será feita após a finalização dos projetos. No final de agosto, o governado Geraldo Alckmin fez o anuncio da nova linha para Jundiaí.
Em dezembro de 2010, a secretária dos Transportes Metropolitanos lançou o estudo preliminar para restabelecimento de ligações ferroviárias regionais. Na época, foram feitos os estudos iniciais das linhas para Santos e Sorocaba.

Um comentário:

  1. Será que vão colocar trens apropriados nessa linha, ou vão comprar mais trens suburbanos e botar circular como se fosse trens regionais?
    Caso e CPTM não queria comprar trens, basta pegar os 2100 "Renfe 440" trocar os bancos por poltronas e colocar como trens regionais, afinal era esse tipo de serviço que eles prestavam na Espanha.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores