quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Estação Júlio Prestes poderá ser fechada

Estação Júlio Prestes - Linha 8-Diamante
Por Diego Silva

A estação Júlio Prestes, ponto de partida da Linha 8-Diamante, poderá ser fechada em breve. De acordo com informações, a baixa demanda seria a justificativa da desativação da estação. A Linha 8-Diamante, que atualmente parte desta estação e segue até Itapevi, está passando por remodelação, ganhando novo sistema de sinalização, novos trens e maior atenção por parte da CPTM. Pela proximidade da estação Júlio Prestes com a estação Luz, logisticamente falando, não existe tanta utilidade da primeira nos dias atuais, sendo que Júlio Prestes serve como ponto de viagem negativa por parte dos usuários da Linha 8. Pelos planos, essa linha deverá partir da estação Palmeiras-Barra Funda (que é integrada com a Linha 3-Vermelha do Metrô, Linha 7-Rubi da CPTM, e futuramente, o Expresso Leste), e seguir direto, até Amador Bueno (isso num horizonte de médio prazo). Atualmente, a estação Júlio Prestes abriga a Sala São Paulo, sede da OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo).
A CPTM adquiriu 36 novos trens para a Linha 8-Diamante, que deverão circular à partir do segundo segundo semestre de 2012.

Trens série 7000 - Estação Júlio Prestes - Linha 8-Diamante

35 comentários:

  1. Não,não e não. Júlio Prestes não pode ser desativada mesmo. A CPTM está perdendo o juízo... Júlio Prestes é importante por sua história, e por todos os trens que a grande Sorocabana abriga e abrigou. A demanda de Júlio Prestes apesar de não ser "lá essas coisas" é importante, lá enche a tarde, já aconteceu da alguns trens ficarem meio cheios em Júlio Prestes, é uma estação fundamentalíssima para o sistema e a Linha 8-Diamante, a CPTM nunca pode desativar Júlio Prestes, tomara que a CPTM nunca faça isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. descordo, oque você disse da 'Grande Sorocabana' concordo sim mais para a preservação da sua historia a estação não pode estar em uso, ela pudia virar uma especie de museu e assim imortalizar sua historia si fosse tombada pelo IPHAN seria melhor ainda.

      Excluir
  2. QUE ABSURDO... POR CONTA DE BAIXA DEMANDA, A CPTM PRETENDE, FECJHAR A ESTACAO JULIO PRESTES? NO HORARIO DE PICO ESTA BELA ESTACAO TEM BOA DEMANDA SIM, CLARO QUE NADA COMPARADO COM BARRA FUNDA E OUTRAS. MAS SERA QUE A CPTM SO QUER SABER DE LOTACOES A NIVEL DE CAMINHAO DE BOI? POR FAVOR CPTM PAREM COM ESSA MENTALIDADE... A ESTACAO JULIO PRESTES È UM MARCO NA HISTORIA DOS TRENS, E NAO TEM O MENOR CABIMENTO, FECHAR A ESTAÇAO JULIOPRESTES,E TAMBEM LA ABRIGA A VALOROZA SALA SAO PAULO, DO QUAL SOU FREQUENTADOR ASSIDUO. CLARO QUE SERIA ATE MELHOR A BARRA FUNDA SER O TERMINAL, MAS ONDE FICARIA A COERENCIA, DADO QUE SERIA NECESSARIO UMA BALDEACAO PELA LINHA RUBI PARA ACESSAR AQUELA REGIAO, OU SEJA SATURANDO MAIS AINDA AQUELA ESTACAO DA LUZ.

    ResponderExcluir
  3. Diego você sabe se a futura estação de Franco da Rocha terá escadas rolantes??? Ou aquelas que colocaram são permanentes (ou é para ajudar os trabalhadores)???

    ResponderExcluir
  4. Diego, a estação de Júlio Prestes abriga a Sala São Paulo, ou seja, ela não será fechada e abandonada. Acontece que a estação vem sendo ponto de viagem negativa, ou seja, usuários embarcam em Palmeiras-Barra Funda, seguem até Júlio Prestes e voltam, para viajarem sentados. Mas em síntese: se a estação fechar mesmo, será indiferente, pois quem embarca ali, atravessando duas ruas, está na Estação Luz, onde existe muito mais integração. Lembrando: Linhas 7-Rubi e 11-Coral irão para Palmeiras-Barra Funda, descentralizando Júlio Prestes. O destino é mesmo fechar, não tenha dúvida.

    ResponderExcluir
  5. Wagner, eu não sei te dizer se Franco da Rocha terá escadas rolantes, pois não tenho as plantas e projetos da estação aqui comigo. Mas eu não duvido que aquelas escadas sejam fixas mesmo, pois Calmon Viana é de um projeto semelhante. A única diferença é que irão possuir elevadores preferenciais.

    ResponderExcluir
  6. Diego vou lhe dar outra sugestão de matéria: As obras da linha 7 Rubi, o grande atraso nas entregas das estações de Francisco Morato, Franco da Rocha e Vila Aurora, a data em que devem ou deviam ficar prontas e porque esse descaso com a linha 7 Rubi e seus usuários... Ah e os trens série 7000 da linha 7 que atualmente circulam 1/4 do prometido

    ResponderExcluir
  7. Sugestão anotada... em breve, novidades.

    ResponderExcluir
  8. É Diego você estava certo, nenhum trem série 7000 foi realocado para a linha 7 quanto mais três (que o Jurandir Fernandes falou)... Esse cara é um mentiroso, se não pode cumprir o que promete é melhor nem cumprir, mas o pessoal da L7 já deve estar acostumado com tantas promessas falsas...

    ResponderExcluir
  9. Da Linha 9-Esmeralda, que eu sei, voltaram dois trens apenas (Q04 e Q49, 7013/7016 e 7003/7028 respectivamente), ambos para a Linha 11-Coral (Expresso Leste).

    ResponderExcluir
  10. nunca ví muito sentido em ter uma estação da CPTM abrigando somente uma linha dela, sendo que esta está perto da estação luz, que é super-integrada. Sou meio leigo quando se trata da CPTM, mas será que não teria algum modo de levar alguma outra linha para lá, "desafogando" assim a estação luz, distribuindo melhor as linhas e valorizando a Estação Júlio Prestes?

    ResponderExcluir
  11. Ou aliviando um pouco até a Estação Barra Funda?

    ResponderExcluir
  12. Pois é A. Alves, é uma boa visão. Indo alguma Linha poderíamos reativar os dias de importância de Júlio Prestes. Resta saber qual seria essa?

    Se fosse a Linha 10-Turquesa, evitaríamos obras na Luz desafogaríamos a Luz também, e a Linha 8 ficaria como opção de prosseguir, mas para isso a chegada de algum metrô seria necessária, ou melhor, a integração física, apesar da distancia física entre ambas. Mas soluções sim existem, mas temos de ver a melhor delas

    ResponderExcluir
  13. vai ser desativada nd,as linhas 7 a 14 da CPTM logo serão do Metrô(jah teh foi confirmado que a atual linha 9 será Linha 7 Azul Celeste qd for do Metrô) então isso ñ passa de boato u.u

    ResponderExcluir
  14. COM RELACAO AOS TRENS DA LINHA 7 OS TAO ESPERAODS SERIE 7000, CORRE NA JUSTICA, UM PROCESSO NO QUAL A CPTM DEVE DEVOLVER ESTES TRENS AS SUAS RESPECTIVAS LINHAS, DADO QUE NO CONTRATO DE COMPRA OS 40 TRENS DA SERIE 7000, SERIA PARA LINHA 7 E 12, E ATUALMENTE BOA PARTE ESTAO EMPRESTADOS PARA OUTRAS LINHAS.

    ResponderExcluir
  15. É bom saber disso Arquiteto, não sabia que estava ocorrendo um processo, só assim para devolverem esses trens para suas linhas de origem ou contrato...

    ResponderExcluir
  16. Yagami, me perdoe mas isso são mentiras do tamanho do mundo. Boatos de pescador, que eu saiba NENHUMA Linha da CPTM vai virar metrô. Não tem como ser isso, por que a Linha 7 já existe ( Linha 7-Rubi) e Celeste será a identificação de uma nova Linha do metrô, que será 19-Celeste.

    Graças a Deus os 7000 sairão da Linha 9-Esmeralda, e no Expresso Leste teremos a saída de 7000 e na chegada dos primeiros 8000,o 2070 vai na Linha 11-Coral, na parte A.

    ResponderExcluir
  17. Caro Wagner, o processo corre no tribunal de contas do estado de Sao Paulo, e Nao e a primeira vez, ja ouve outros casos envolvendo os trens.

    ResponderExcluir
  18. Deveriam intergrar a estação Julio Prestes a estação da Luz, com isso a estação voltaria a ter mais usuarios.

    ResponderExcluir
  19. esse negocio de processo não vai sair mesmo, a cptm sempre deixou bem claro que esses trens novos podem circular em qualquer linha, não vai rolar mesmo, a julio preste tem que ser desativada e levada ao bras passando pela luz, visto que os usuários da linha 8 sempre vão ao brás de metro...
    a cptm tem que investir em projetos que deem mais demanda, e não que deem menos custos!!

    ResponderExcluir
  20. Mas eu concordo com Moabi, a CPTM pode integrar Júlio Prestes a Luz, apesar da distância física entre ambas podemos fazer uma integração parecida com Consolação-Paulista, por que Júlio Prestes ainda enche, não muito, mas enche. E com essa integração a Linha 8 poderia ir em outro trajeto a estação Brás. A CPTM ganharia em preço e em demanda. A CPTM tem que investir muito nas integrações, principalmente na Linha 8-Diamante, com integrações na Lapa e em Água Branca (Com a Linha 7-Rubi), e também entre Barra Funda e Júlio Prestes, no caso Bom Retiro. Mas o que a CPTM pretende ao desativar Júlio Prestes, se for para acabar com as viagens negativas, está no caminho errado. Júlio Prestes é fundamental para a Linha 8-Diamante. Se ela sai do trajeto, a onça bebe água!

    ResponderExcluir
  21. Isso de os trens circularem en todas as linhas , nao justifica a falta de compromisso da cptm com as linha 7 e 12, Se o que i divulgado pelo governo Paulista e o tal programa de expansao, todas as linhas sao fundamentais para o processo de modernizaçao ser um sucesso, se nao o dinheiro investido nao fara o efeito desejado. Quanto esta historia de a linha oito ir para o bras e totalmente inviavel, dado toda a infraestrutura necessarias para isso acontecer, e ja existe o metro que faz esse serviço de levar passageiros ao bras.

    ResponderExcluir
  22. Arquiteto, o metrô já faz esse serviço de levar usuários ao Brás correto? Mas muito mal feito, o metrô é muito lotado, claro que o trabalho que daria fazer a Linha 8-Diamante até o Brás... Mas a Linha 10-Turquesa poderia muito bem aliviar essa lotação, para isso é muito fácil, voltar a Linha 10-Turquesa até a Luz, ou como já havia dito antes, voltemos a Linha 10-Turquesa a Júlio Prestes e apesar da distancia, integremos Júlio Prestes a estação da Luz. Pronto, com isso teremos muito mais conforto e menos lotação no metrô, pois isso iria desafogar muito a Linha 3-Vermelha, tenho certeza, por que mesmo os que fossem a Sé, poderiam tomar a Linha 1-Azul. Só mesmo os usuários que iriam descer em estações da Linha 3 mesmo (Na teoria) iriam continuar utilizando esse serviço do Metrô. Com isso a CPTM iria acertar, e muito, e seria bem melhor do que fechar Júlio Prestes.

    Quanto os trens em todas as Linhas, concordo com arquiteto, na teoria, a Linha 11-Coral já tem trens ótimos no Expresso Leste (Série 2000) e não precisaria do 7000. A Linha 9-Esmeralda precisa um pouco, ela tem 21 trens a sua disposição, o que poderia ser um pouco reduzido, pois para as outras 4 trens fazem muita diferença, por tanto, a Linha 9-Esmeralda fica 17 trens, sendo 14 em operação contínua, e 3 na reserva operacional. Não iria matar ninguém, pois de 4 minutos, o intervalo iria de 5 ou 6 minutos. Com os trens da Linha 9-Esmeralda (4 Trens Caf 7000) e os do Expresso Leste (12 trens Caf 7000), as Linhas 7-Rubi e 12-Safira ficariam muito bem servidas a principio de conversa, e depois que tudo se acertar ficariam como novas Linhas da CPTM. Aí nesse caso poderíamos esperar até 2015. Se bem que com os 8000, os 3000 voltam a Linha 9-Esmeralda, isto é, mais trens para Linha 7-Rubi e 12-Safira e até o fim de 2012, as Linhas 7-Rubi e 12-Safira, apesar de não terem seus 20 trens novos( Para cada uma), ficariam muito confortáveis, e os 2070 da Linha 8-Diamante para o Expresso Leste, e os primeiros da Série 9000, então a Linha 11-Coral (Parte A) fica perfeitamente bem servida. E a Linha 8-Diamante com seus 36 CAF 8000, fica ótima também, e teremos 4 novas linhas, se tudo funcionar desse jeito que digo aqui.

    Boa tarde a todos!!

    ResponderExcluir
  23. Diego Fernando,

    Na verdade eu pensei numa integração mais simples, mais não sei de daria muito certo, Pensei em usar a antiga plataforma da Luz aonde os eletrocarros que viam de Itapevi paravam. Ele termina bem perto do salão da estação Júlio Prestes, a minha idéia seria fazer uma cerca ali na plataforma, quebrar a parede lateral da Júlio Prestes e fazer uma pequena rampa entre a plataforma e a estação.

    Mais hoje em dia não acho que daria muito certo porque a plataforma não aguentaria o trafico de pessoas, o ideal mesmo é ser subterrânea, como você já disse.

    ResponderExcluir
  24. Amigos, bom dia
    A CPTM (até onde sei) possui duas ilhas, que são as Estações Julio Prestes X Luz e Lapa(linha 7) X Lapa(linha 8), este último caso, duas estações de mesmo nome, não integradas e próximas uma da outra. Acredito que, na Lapa a solução seria construir uma nova estação entre as duas integrada, desafogando assim Palmeiras-Barra Funda. A Julio Prestes acho que vai ter de ser desativada mesmo. No local, seria interessante utilizarem o Expresso Turístico, o que a manteria operando, mas de forma a preservar sua história.
    Eu amo a ferrovia e tudo o que ela construiu em mais de cem anos de história e precisa, claro, ser preservado. Mas não devemos enxergá-la apenas com um olhar nostáugico e sim de progresso. Ferrovia é passado, presente e futuro. Abraços.

    ResponderExcluir
  25. Perfeita descrição. Fiquem cientes que haverá uma nova estação Lapa, integrada. Água Branca também será construída, pois irá abrigar as linhas 7/8/9.

    ResponderExcluir
  26. Espero que a estação não seja desativada, porque é quase certo que, se for desativada, já vão querer demoli-la, e a demolição de uma estação memorial como a Júlio Prestes é uma perda histórica, sem falar que uma eventual desativação apenas lotaria mais a já saturada estação da Luz, e a estação Júlio Prestes tem uma boa demanda, embora não seja tão grande que estações como a Luz ou a Barra Funda, mas parece que a CPTM só se importa com superlotações e altos lucros.

    ResponderExcluir
  27. Lucas, a estação Júlio Prestes é patrimônio. Mesmo com a desativação, será utilizada para algum fim.

    ResponderExcluir
  28. Sim, é preciso integrar as estações Júlio Prestes e Luz, E NÃO FECHAR A JÚLIO PRESTES! Não há outra estação próxima a essa área -nem metrô, nem trem. A Luz fica para o outro lado da região. Com a implantação do projeto Nova Luz e a abertura do Sesc Bom Retiro, a poucas quadras da Júlio Prestes, isso se torna ainda mais absurdo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  29. A princípio, sabemos que Júlio Prestes irá permanecer pelo menos até 2014. Daí para frente, precisaremos esperar para ver o que acontecerá.

    ResponderExcluir
  30. Eles deveriam ter colocado o ponto final da linha amarela do metro na Estação Julio Prestes e não na Estação da Luz.

    ResponderExcluir
  31. Bem, na minha opinião deveria ser construída uma estação Central no pátio de manobras ao lado da estação Luz e Júlio Prestes.
    Com uma nova estação Central semi subterrânea, seria integrado a estação Central as linhas 9 Esmeralda, 8 Diamante, 7 Rubi, 10 Turquesa, 11 Coral , 12 Safira e ate a futura linha 13 Jáde. Cada linha contaria com plataformas só para desembarque e embarque e seria 2 vias para cada Linha. A integração com o metro seria subterrâneo.

    Na Júlio Preste seria feita uma reestruturação para receber apenas os eventos culturais, alguns já existentes.

    Já a estação Luz deveria ser reestruturada para receber apenas os trens regionais ligando Luz a Sorocaba, Luz a Santos e o Expressó Bandeirantes para Jundia e o Expressó ABC. Alem dos trens Tustisco.

    Também seria importante a construção de uma nova estação no Bras, a construção subterrânea seria a mais viavel para receber as linhas 10 Turquesa, 11 Coral , 12 Safira e ate a futura linha 13 Jáde e o Expressó ABC.

    ResponderExcluir
  32. Será que na CPTM ou na Secretaria Estadual de Transportes não existe ninguém com um pouco de bom senso? Há muito tempo que a Estação Julio Prestes deveria ter sido interligada com a Estação Luz, formando um sistema único com acesso as Linhas 7-Rubi e 11-Coral da CPTM e com as Linhas 1 e 4 do Metrô. Isso, sem contar que ter retirado os trens da Linha 10 Turquesa da Luz foi a SUPREMA BURRICE cometida pelos "iluminados" tecnocratas da CPTM. Lamentável...

    ResponderExcluir
  33. As Estações Julio Prestes e Luz fazem parte da cultura da cidade. O projeto de modernização da Estação Luz deveria ter envolvido a Estação Julio Prestes em um mesmo processo de valorização cultural. Afinal, ambas oferecem acessos a regiões distintas e juntas representam excelentes possibilidades para a revitalização das cercanias das ruas Santa Ifigênia e José Paulino. A Desentupidora Desentupir 24h www.desentupir24h.com.br acredita no viabilidade desta ideia como fator de progresso para o centro. Problemas de entupimento? Ligue 11 5522-9000 dia e noite.

    ResponderExcluir
  34. Os planos da CPTM de desativar a estação Julio Prestes CPTM em foco-“Estação Júlio Prestes poderá ser fechada”, sob a alegação que esta subutilizada, é mais um capítulo do descaso que se impõem aos usuários de trens suburbanos, faz com que todos tenham prejuízos com esta decisão, porém os usuários da linha 10-Turquesa ABC foram os mais prejudicados.
    Se a estação Júlio Prestes hoje se encontra subutilizada, é porque os planejadores não tiveram a sensibilidade de visualizar que esta estação terminal, só têm condições de receber composições provenientes de Barra Funda / Água Branca, inclusive os planejados trens regionais procedentes de Campinas, Sorocaba, entre outras cidades do interior, e linha 7 procedente de Francisco Morato, for para usar como terminal, porque não se transferiu a linha 7 para Júlio Prestes que fica próxima e esta subutilizada, uma passagem subterrânea poderia interligar estas duas estações com distância semelhante a percorrida pelos usuários da linha 10 até a estação da linha 3 do metro no Brás podendo os usuários terem acesso as linhas 1 e 4 do metro na Luz ?

    A estação da Luz já estava com seu limite esgotado quando teve por um planejamento mal executado a instalação uma estação subterrânea como terminal da linha-4 Amarela do Metro, esta estação do Metro deveria ser na Júlio Prestes, jamais na Luz, sem que a estação Nova Luz estivesse concluída, e antes que tentem justificar que os subterrâneos da estação Júlio Prestes esteja tombado, e por isto que a linha-4 Amarela não foi instalada lá, é a mesma situação da estação da Luz.

    A estação Nova Luz que se diziam estar planejada para ficar no lado oposto a Júlio Prestes e ser interligada a ambas é mais uma destas promessas eleitorais que nunca se cumpriram, e o que é mais estranho, é que enquanto querem desativar uma (Júlio Prestes), dizem que querem construir outra com características semelhantes (Nova Luz).

    A estação da Luz é uma estação de característica de passagem, e não terminal, e é um desperdício logístico utilizá-la como esta sendo feito atualmente. .

    O resultado disto é que hoje temos uma estação da Luz super abarrotada e próximo ao caos, enquanto que a duas quadras uma estação as moscas, cujo destino previsto é de uma sala de “N” finalidades porem nenhuma como estação de passageiros.

    Quanto ás palavras ditas em CPTM em foco-“Alckimin estuda retorno da linha 10 para a estação da Luz”, provavelmente deveram ser repetidas com outras palavras nas próximas eleições.

    ResponderExcluir

Seguidores