quinta-feira, 12 de julho de 2012

Mídia CPTM: diversidade para atrair 2,5 milhões de clientes


Fonte: CPTM

Estações com anúncios exclusivos de uma marca [tematizadas], adesivagem interna de trens [portas, tetos e paredes laterais] e estações [catracas de acesso, escadas rolantes, colunas e corredores], além de eventos promocionais e institucionais e dos clássicos painéis de estações e trens. Essas são algumas das alternativas para as empresas anunciarem na CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos], por onde hoje passam cerca de 2,5 milhões de consumidores potenciais diariamente, demanda que deverá crescer ainda mais nos próximos anos com os investimentos na modernização e ampliação das linhas.

Pesquisa realizada pela Gerência de Negócios, em 2010, revela que o perfil dos usuários da CPTM exerce grande atrativo sobre os anunciantes. Mais de 50% pertencem à Classe C, que vem ganhando importância com o aumento do poder de compra nos últimos anos. Perto de 80% utilizam o sistema para trabalhar, 85% possuem celulares, 87% têm acesso à Internet [85% por conexão banda larga] e 70% possuem, no mínimo, o ensino médio ou fundamental completos. Para se ter uma ideia, bastar entrar em um trem para constatar a presença da tecnologia, seja nos celulares touch screen de última geração, em aparelhos de MP5, iPods, tablets e fones de ouvido bluetooth.

A abrangência da CPTM também é um diferencial significativo: são 89 estações distribuídas por 22 municípios [19 deles na Região Metropolitana de São Paulo]. Ações dirigidas e customizadas são possíveis, na medida em que a Companhia traça o perfil do usuário por meio de pesquisas. Anunciar no sistema ferroviário pode ainda ser uma alternativa às restrições legais e à poluição visual urbana na metrópole.

Algumas ações recentes fogem do binômio placa/espaço comercial. Entre elas estão a comercialização de chips de uma operadora de celular, a "tematização" de estações. Iniciada por Pinheiros, em parceria com a Sabesp, a tematização também chegou à Estação Autódromo na época de GP Brasil, em 2010. Essas ações são exclusivas para uma única marca e permitem espaços diferenciados e atrativos. "Estamos estudando possibilidades, sempre observando as exigências legais, no sentido de abrir oportunidades de ganhos tanto para a Companhia quanto para os investidores", explica o gerente de Novos Negócios da CPTM, Reynaldo Dinamarco.

Além dos espaços comerciais, a CPTM também conta com um espaço nobre para eventos: a clássica Estação Júlio Prestes, na região central da cidade e que abriga museus e a Sala São Paulo, sede da Orquestra Sinfônica do Estado. Ali, já foram realizados eventos da Turma do Bem [Vale em 2010], lançamentos de livros, festas comemorativas e até um dos desfiles da São Paulo Fashion Week, entre outros.

As possibilidades são inúmeras e inusitadas. A CPTM conta também com cenários ideais para a locação para produções cinematográficas, de novelas e comerciais de TV, com destaque para a centenária Estação da Luz.

Saiba mais sobre os espaços e soluções diferenciadas para anunciantes na página "Mídia CPTM" no site: http://www.cptm.sp.gov.br/MidiaCPTM/

Um comentário:

  1. tomara que haja grande arrecadação para a CPTM investir em melhorias e que este dinheiro não seja roubado!

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores