quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Cobertura da Feira ''Negócios nos Trilhos'' 2011

Maquete em tamanho real do futuro monotrilho da Linha 2-Verde do Metrô
Por Diego Silva

Em nossa terceira participação consecutiva na Feira Negócios nos Trilhos, evento realizado pela Revista Ferroviária, pudemos ver as mais recentes inovações do mercado ferroviário, desde equipamentos até material rodante. Menos atrativa porém muito maior, a feira desse ano não trouxe grandes surpresas. Podemos citar como grande atração do evento a maquete do monotrilho da Bombardier, as apresentações de dança do estande 'boteco da MIC', o sempre movimentado estande da MPE/Scomi e a participação de empresa espanholas, em um espaço reservado somente a eles.

Miniatura do TGV da francesa SNCF

Abertura: 08 de Novembro
No primeiro dia do evento, adentrei à feira por volta das 16h. Cheguei mais tarde que o de costume, pois estava à trabalho na CPTM até tal horário. Ao entrar no evento, nada de muito atrativo. O estande da Alstom, como sempre, era o primeiro. Numa visão mais rápida, notamos a falta de empresas como CBTU e CAF, com estandes. Em contrapartida, empresas novas estavam presentes, o que significa novos concorrentes no mercado já disputado. Nos primeiros estandes, notou-se muitas miniaturas de trens, maquetes de produtos que poderiam ser adquiridos por possíveis operadoras. Entre elas, destacaram-se as maquetes da francesa SNCF e da coreana CSR.

Miniatura da locomotiva G6 da Vossloh
Em uma volta por todo o evento, notamos que a organização ocupou um espaço maior do que o evento de 2010. Além de toda a área já ocupada, uma parte de outro pavilhão foi disponibilizada, o que mostrou o crescimento de empresas interessadas em participar do encontro. Tal fato pode ser associado ao recente aquecimento do mercado ferroviário, uma vez que no Brasil, todas as operadoras estão preocupadas na expansão de suas linhas e serviços, tanto pela Copa do Mundo em 2014, quanto pela real necessidade de melhorar o sistema de transporte ferroviário brasileiro. Após cerca de vinte minutos, já estava com uma quantidade razoável de sacolas, folhetos e com os primeiros brindes, sempre oferecidos em eventos do tipo.

Dançarina Renata Melo, do SBT, fez apresentação de dança do ventre
De vez em quando, se ouvia uma música árabe tocando pelos corredores centrais da feira. Em passagem, observamos uma apresentação de dança do ventre, realizada por três moças muito bonitas. As apresentações eram regulares, organizadas pelo estande 'Boteco da MIC', e além de dança do ventre, observamos também pagode e gafieira (estilo de dança de salão). As dançarinas desempenharam um papel muito interessante em suas apresentações, arrancando aplausos de todo o público presente. Nesse primeiro dia, não pudemos visitar tudo com calma, devido ao horário curto. Por volta das 19h30, deixamos o Expo Center Norte, pois haveria a cobertura de um outro evento no dia seguinte, nos impossibilitando de comparecer no segundo dia de feira.

Entrada do evento, no dia de seu encerramento: alunos da CPTM estiveram presentes

Encerramento - 10 de Novembro
No dia do encerramento da feira, estivemos junto com os alunos do Centro de Formação Profissional ''Engº James C. Stewart'', da CPTM. Cumprindo obrigações profissionais, passamos a primeira parte do evento à trabalho, sendo que a segunda parte foi como blogueiro mesmo. Após algumas instruções e explicações junto com os alunos, demos uma volta ao redor da feira, colhendo mais brindes. Em conversa bastante informal, pudemos conhecer uma publicação espanhola, chamada 'Via Libre'. O representante do estande ficou bastante curioso com nosso interesse em conhecer mais sobre as ferrovias espanholas.

Vagão Amax Top - Double Stack, da Amsted Maxion (Utilizado pela MRS Logística)
Vagão Amax Long, da Amsted Maxion - Utilizado pela Brado Logística
Sabendo que iria passar o evento inteiro nesse dia, fiz uma divisão coerente de tarefas. Peguei alguns materiais interessantes, fiz contatos profissionais e também pude fotografar grande parte dos estandes. No ''nosso espaço'' (estande da CPTM/Metrô), um movimento muito fraco, sem qualquer interesse por parte dos visitantes. Não achei muito simpático da parte da STM deixar algo tão frio, diante de tantas pessoas. Deveriam valorizar mais as ferrovias metropolitanas paulistas, pois somos o espelho do evento. Muitos dos visitantes vão de Metrô até o evento, sendo que o Metrô sim preparou um material interessante para distribuição, por mais simples que fosse. A CPTM, por sua vez, não mandou qualquer material para distribuição. Dessa vez, a EFCJ (Estrada de Ferro Campos do Jordão) dividiu o espaço do estande com as outras duas gigantes CPTM e Metrô. Recentemente, a EFCJ foi incorporada pelo Estado e receberá investimentos para sua melhoria.

Estande da CPTM/Metrô/EFCJ - Movimento muito fraco
Passados os sorteios realizados por Empretec e Timken, a feira entrou em seu final. Tudo parecia bastante tranquilo, bem ''fim de feira'' mesmo. De repente, nota-se uma grande movimentação no 'Boteco da MIC', com muitos visitantes se deslocando para lá. Ao chegarmos no local, notamos o motivo: passistas e uma pequena bateria de uma escola de samba local, dando uma levantada no pessoal e ao mesmo tempo, anunciando o fim do evento. Curioso de verdade foi ver Gérson Toller, diretor da Revista Ferroviária e organizador do evento, puxando samba de maneira muito animada, com uma cuíca. E foi assim, que terminou mais uma edição da Feira Negócios nos Trilhos. Ano que vem, se Deus nos permitir, estaremos em nossa quarta edição, em busca de conhecimento técnico, contatos profissionais e mais brindes!

Acumulado de brindes da edição 2011

2 comentários:

  1. Caro Diego

    De todas as apresentações, a mais interessante foi a dançarina da dança do ventre kkkkkk brincadeira.
    Esse projeto do monotrilho, sinceramente eu pago pra ver, porque, sei lá, tem uns ares de "Fura-Fila" do Ex. prefeito Celso Pitta.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Paulo, a feira pareceu menos atrativa do que nos anos anteriores. Mas foi interessante. As apresentações de dança do ventre chamaram muito a atenção dos visitantes. O Monotrilho da Linha 2 entra em operação já no ano que vem. Abraços!

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores