sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Na Espanha, ''irmãos'' do CAF 2100 estão sem uso. CPTM poderia adquirir mais trens, aumentando a capacidade da Linha 10-Turquesa

Trens da frota UT440 / UT470 da Renfe estão fora de operação na Espanha
Por Diego Silva

Caros leitores, durante esse meio tempo de blog, fizemos muitos contatos ferroviários pelo mundo afora. Entre tantos amigos, estão os espanhois, que sempre perguntam sobre os nossos CAF 2100, que a eles pertenciam até os idos anos de 1997. Na época, o governador Mário Covas adquiriu 48 unidades de 3 carros para a CPTM.

Durante visita à página do Facebook de um dos amigos ferroviários, encontramos a imagem acima. Uma fila de trens similares aos nossos CAF 2100, fora de operação na Espanha. Observando a foto e pensando, veio a questão: seria viável adquirir esses trens da Renfe, para fazer reforço de frota na Linha 10? Atualmente, são 24 trens de seis carros que prestam serviço nesta linha. Entre eles, um está fora de serviço, sendo utilizado como depósito de peças (unidade 2139-C139-D139). Com a aquisição de pelo menos mais seis unidade, formando uma frota completa de 30 trens de seis carros, acreditamos que a demanda da Linha 10 seria muito bem atendida. Claro, não só para viagens diretas. Se fosse o caso, utilizar esses trens no futuro Expresso ABC, uma vez que esse modelo de trem foi construído para viagens de média e longa distância.

Em contrapartida, existe todo um investimento de recuperação desses trens. Seu traslado até São Paulo, sua adequação aos padrões CPTM (bitola e portas). Basicamente uma revisão geral que daria nova vida à essa frota que possui tanta história e prestígio na Espanha. Atualmente, a CPTM investe na padronização da sua frota, com trens CAF das séries 7000, 7500 e 8000. Na Linha 10-Turquesa, em especial, essas novas frotas não foram cogitadas, mantendo a padronização com os CAF 2100. Com isso, imaginou-se nessa possibilidade, em adquirir mais trens da mesma série, para reforçar a frota, reduzindo o intervalo e até mesmo adquirindo aditivos de peças, que não se encontram com tanta facilidade por aqui.

Trem série 2100, unidade 2122 - Estação Luz

14 comentários:

  1. Deculpe Diego Silva, na epoca em que a cptm trouxe estes trens para o brasil, havia uma necessidade enorme de trens, e o que era mais rapido para o momento seria mesmo, trazer estes trens que pelo que sei foram praticamente de graça, mas hoje nao viavel trazer masi trens des tes modelos, pois sao trens de aco carbono, que requer manutencao, em intervalos de tempo masi curtos que os de aco inox, dado que o aco carbono, oxida muito rapido, e se estamos e queremos caminhar para frente, o melhor nao olhar para traz, que no caso da CPTM seria um retrocesso, e precisamos sim e de trens novos, com tecnologia de ponta, com conforto para os usuarios.

    ResponderExcluir
  2. ja que ele tem essa pintura com graffite poderia substitui os 4800

    ResponderExcluir
  3. Arquiteto, mesmo que os 2100 sejam de aço de carbono, hoje em dia o que importa é que o trem leve passageiros de um ponto a outro, e fora que o Expresso ABC vem ai. E o 2100 hoje são melhores que os 7000, sem falar no seu ar-condicionado.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde a todos! bom na minha opinião acho que seria bom trazer mais destas unidades para reforçar a frota da linha 10.Para mim que os utilizo diariamente observo que o tamanho de suas portas favorece o embarque e desembarque,utilizo também o expresso leste e este me lembra mais uma configuração de carro de metrô pela quantidade de portas e poucos assentos.aliás não vejo a hora da linha 10 voltar a Luz.

    ResponderExcluir
  5. Seria ótimo se vinhesse pra cá ainda aumentaria ainda mais a frota da linha 10 não tive o prazer de experimentar mas só de ver ele é um trem bastante agradavel.

    ResponderExcluir
  6. Pois é, com certeza seria ótimo se esses 2100 da Espanha voltassem. Mas não acho que para o Expresso ABC, mas sim para a Linha 10-Turquesa. Pois já padronizaria a frota, e ele é muito melhor do que alguns trens que viessem a ser adquiridos (7000/7500/8000/9000). Sem falar que a maioria dos novos trens são de 8 carros, e isso, causaria muito desconforto, cada trem iria parar em um lugar na Estação. E se viessem esses 2100 os intervalos da Linha 10-Turquesa vão diminuir. Não há o que pensar, tem que adquirir, e logo!

    Oscar, os 2100 NUNCA poderiam substituir os 4800, até por que acha-se que a Extensão da Linha 8-Diamante não deve existir, pois será o trecho direto entre Júlio Prestes-Amador Bueno. E mesmo que tivesse a Linha 8-B, o plano da CPTM, é estabelecer um novo padrão de serviços nela, por tanto, trem ser grafites, mas sim, com a nova pintura.

    Tonshelby, os 2100 tem o layout que todos os novos trens deveriam ter. Seu Ar-condicionado é o melhor de todos, só perde para o do 3000 quando está em funcionamento.

    Celso, quando tiver tempo para tomar esse trem, tome. Pois tenho certeza, que quando tiver andando nele, vai pensar: Santo Expedito do céu. Estou no primeiro Mundo!

    ResponderExcluir
  7. Se a CPTM adquiri-se mais alguns trens desse que estão fora de uso a frota da linha 10 Turquesa estaria completa sem necessidade de adquirir novos trens e o custo seria menor.

    ResponderExcluir
  8. Amigos
    Eu sou super fã do série 2100. Acho ele um dos mais confortáveis da frota. É bonito por dentro e tem bancos grandes, mesmo sendo velhinho.
    Porém quando o tínhamos aqui em Altino, na linha 9 existia o problema de sua lentidão de arrancada. É um trem veloz e macio mas demora pegar velocidade, sendo mais indicado para longos percursos, como já acontecia na Espanha. Acho este trem ideal para circuitos expressos.
    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  9. se o governo de sp adquerir estas composiçoes o que adiantaria pois ele nao tem muito interesse nesta linha 10 pois o certo seria funcionar de paranapiacaba a luz como era desde santos a jundiai , cbtu e a propria cptm indempedendo da mrs ser a dona da linha de rio grande a paranapiacaba . joao s. andrade de ribeirao pires

    ResponderExcluir
  10. Olá João! Particularmente, eu acho que a empresa deveria adquirir mais trens dessa série para a Linha 10, fazendo a operação Rio Grande da Serra x Luz. No caso de Paranapiacaba, a demanda maior está nos finais de semana. Aí sim seria bom, puxar o trem da Luz até Paranapiacaba...
    Obrigado pela participação!

    ResponderExcluir
  11. Ah, nisso eu concordo, deveríamos ter o trem de Luz a Paranapiacaba. Já que a Viação Ribeirão Pires faz um serviço horrível, sem qualquer respeito e informação.

    ResponderExcluir
  12. Eu amo Paranapiacaba, e com todo o respeito, parece uma piada, uma vila ferroviária e turística não ser servida por trens. Você viaja até Rio Grande da Serra e acaba de chegar à "vila ferroviária" de ônibus. Pelo menos aos finais de semana, como era antes, ou o trem desse esta esticadinha até lá ou então uma composição fizesse de Rio Grande até lá. Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Pois é, Paranapiacaba não poderia e nem pode ficar sem trens. Até por que temos vias até lá, é só condiciona-las. Mesmo que fosse apenas nos fins de semana e feriados. Ai sim, poderemos chegar a Paranapiacaba em grande estilo, e não, sem certeza se vai chegar (Como foi o que aconteceu comigo). Temos que ter o trem até Paranapiacaba. Isso deveria ser mais um projeto arquivado na CPTM!

    ResponderExcluir
  14. Sou contra trazer mais trens tecnologicamente ultrapassados e ainda por cima inadequados para tipo de serviço que 440 "2100" prestam aqui, como disse o Paulo Farias esses trens forma projetados para prestar serviço de longo percurso e com poucas paradas como é na Espanha.

    Além de trocar bitola teria que fazer uma total readequação como fizeram com os que já estão rodando aqui para prestar serviço de trem metropolitano, e mesmo assim de maneira ineficiente já que esses trens demoram pra acelerar. Isso não é problema em trens de longo percurso, mais atrasa em serviço metropolitano com intervalos curtos como os que CPTM quer implantar.

    Apesar de eu adorar o ar condicionado, sou a favor inclusive de aposentar os 2100 que estão rodando aqui por já deram o que tinha que dá. Mesmo pra serviço expresso teria de ser um trem com maior taxa de aceleração já que vai compartilhar a via em alguns trechos com os trens parador.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores