quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Opinião: CPTM está caminhando para trás


Por Diego Silva

Caros leitores, como vocês viram em postagem recente, passamos por problemas de circulação na Linha 10-Turquesa, no último sábado. Não fui um caso isolado, são coisas que acontecem diariamente em todas as linhas. Mas todos nós nos perguntamos: o que está acontecendo com a CPTM? O que está levando o índice de qualidade e satisfação cair tanto em relação ao último ano?

O pensamento da nova gestão da CPTM é retrógrado demais. Isso resume o que está acontecendo. Serviços e melhorias estão indo por água a baixo, graças a uma nova visão extremista e centralizada. Estão imaginando aqueles tempos de RFFSA/CBTU, onde se carregava gente de qualquer jeito. A demanda daquela época era muito menor, se comparada aos dias de hoje. Não faz sentido querer transportar 2,6 milhões de usuários de qualquer jeito.

As operações da CPTM estão sendo utilizadas de maneira experimental. O que passamos na Linha 10 foi um exemplo disso: a cada quatro trens que partiam do Brás, a ordem era recolher três em Santo André e mandar um para Rio Grande da Serra. A lotação foi absurda, o tempo de espera foi abusivo. Falta de informação, despreparo das equipes, falta de sincronia, de visão estratégica e logística. Para no fim de tudo, não haver qualquer obra ou intervenção naquela hora. Unicamente para experimentar a operação.

Trens da Linha 10 fazem parada final na estação Brás, atrasando a vida de milhares de usuários

Os fãs da CPTM, de seus trens e estações, estão perdendo pouco a pouco sua única chance de conhecer a empresa mais a fundo: as visitas técnicas estão chegando ao fim. Serviços como o ''Dirigente de Plantão'' não existem mais. O SMS-Denúncia não anda funcionando com tanta efetividade (apesar de que estão atendendo rapidamente todos os meus chamados). Linha 10 com final na estação Brás, sem informar aos mais de 440 mil usuários quando terão seus trens de volta ao terminal da estação Luz. Novos trens das linhas 7-Rubi e 12-Safira na Linha 9-Esmeralda (a menina dos olhos da companhia). A empresa não tem mais aquela relação estreita com o usuário, quando tinha na gestão anterior. A CPTM está fechando as portas outra vez, na cara do usuário, estragando uma imagem boa que foi construída desde 2009.

Unidade 7005/7008 (Q02), acidentada em Palmeiras-Barra Funda

Ainda presente, a operação desembarque melhor na estação Brás é a salvação da gestão. Novos trens ainda estão chegando, mas licitados na gestão anterior. Dos 40 trens da série 7000, três estão fora de operação há muito tempo (7001/7002 descarrilou em São Miguel Paulista e nunca mais voltou à operação; 7025/7026 foi atingido na lateral por um Budd 1100 na Luz, permanece imóvel em Presidente Altino; 7005/7008 bateu em um trem da série 1700 na estação Palmeiras-Barra Funda, não tendo previsão de retorno). O novo sistema de sinalização, tão falado, sequer tem prazo de início de operação. As estações em obras estão todas com entrega atrasada. Ou seja, estamos revivendo os tempos entre 2005 e 2008, onde a operação CPTM estava decadente. É lamentável ver que tudo isso está acontecendo, diante de tudo o que foi conquistado na gestão anterior.

O número de usuários não para de crescer, ainda faltam trens para cobrir toda a operação. Mas o sistema de sinalização não suporta. Os looping operacionais estão sendo usados de maneira incorreta, causando transtornos para os usuários. Em síntese, caros leitores, a CPTM está caminhando para trás, ao invés de manter o tão esperado processo de evolução. Mas isso não é tudo: os mais de 2 milhões de usuários pagam diariamente suas tarifas de R$ 2,90, para ter um transporte rápido, de qualidade, com conforto, rapidez e segurança. Parâmetros que não estão sendo seguidos à risca. Novos desafios virão e a gestão atual terá problemas se continuar pensando e agindo dessa maneira.

23 comentários:

  1. Concordo com você Diego, em número, gênero e grau. O serviço está cada dia mais decadente. A pior coisa, além da super lotação, é a falta de informações por parte da CPTM, referente a volta até a Luz e outras coisas mais. Sinceramente, acho que a equipe que faz este planejamento não utiliza o trem no dia a dia, principalmente no horário de pico pois, se utilizasse, garanto que as coisas já tinham melhorado.

    ResponderExcluir
  2. Caro Diego, o plano de expansao tem por finalidade a melhoria do transporte sobre trilhos de sao paulo, que esta estagnado a cerca de 30 anos, desde 2009 a cptm por exemplo fala deste plano, e que tudo caminharia para o progresso, mas desde a saida do ex Presidente Sergio Avelleda, o plano comecou a naufragar, acabou a organizacao de cronograma, ninguem mais sabe o que vai acontecer, obras lentas e cada vez mais caras, um caos total. quem e o atual presidente da cptm, se é que um atualmente?

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente caro Diego essa é a verdade. Se as coisas continuarem do jeito que tá, haverá de que a CPTM será substituida por outra gestão. Uma vez por semana vou até a Barra Funda, e utilizo o serviço da CPTM (L10, L11, L7), mais para voltar pra casa (Vila Prudente), desembarco na Luz e ja vejo a situação do Expresso Lotado, e faço um percuso maior utilizando o Metrô (L4,L2), pois prefiro um percuso maior do que ser empurrado e xingado. Caminhando pra trás, não sei, o que sei é que se continuar assim digam adeus ao Expansão São Paulo.

    ResponderExcluir
  4. Meu Santo Expedito! Eu não acredito nisso, é uma decepção extrema, eu particularmente me indigno com isso! Olha, eu sempre tento manter viva a esperança, mas agora, está difícil...A CPTM, não caminha para trás, mas sim corre para trás. Olha, essa gestão mesquinha, vagabunda tem que sair imediatamente, não podemos voltar, acabar com a integração da empresa para com o usuário, tratando gente como lixo, o que está acontecendo!

    O looping, sempre acontece, e aqui, na Linha 8-Diamante, é assim mesmo, vem 3 trens a Barueri, os mesmos recolhem, e volta 1 para Itapevi. Olha que lastimável, essa gestão quer degradar a companhia, tomara que tenhamos eleição logo... Espero que alguém da diretoria da CPTM leia isso, para ver o que esses desgraçados estão fazendo com a CPTM. Superlotação, bota Super nisso, é um verdadeiro formigueiro. Na antiga gestão, no horário de pico, o intervalo diminuía, agora, aumenta! Não é possível, a CPTM está achando que somos simplesmente um bando de bestas. Expansão SP, a CPTM, vai fazer o Lixão SP, nem lavados alguns trens estão sendo, ontem mesmo, tomei um 5000 que tinha muita poeira, só foi varrido em Júlio Prestes, mas o que tinha de sujo... Só falta agora, voltar o amendoim na lata de tinta, o MM, no saco de pipocas, maconheiros no trem, só falta isso agora. Essa gestão precisa sair por isso, precisamos que a última gestão volte!

    CPTM, ACORDA, VC NÃO É A CBTU!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Sou um usuário que recentemente resolveu abandonar o automóvel. Como eu, tantos outros esperam que o padrão da CPTM melhore. Estações mais confortáveis e modernas, trens limpos e sem ambulantes.

    A CPTM deve sim prestar atenção na sua vocação. Tem que transportar gente de maneira digna. Isso significa que a modernidade deve chegar também aos trilhos e estações, e não só às composições.

    ResponderExcluir
  6. Caros amigos, boa tarde

    Sabe quando vemos os usuários reclamando o tempo todo, e por um momento até nos indignamos com eles, mas, após um breve período notamos que eles estão certos?
    Pois bem, estão certos sim. O serviço é ruim e não adianta sair aí comparando com Supervia do Rio ou os trens de Salvador.
    O transporte sobre trilhos em São Paulo é caro e ruim. Não posso tirar os méritos do metrô, que é um sistema que já nasceu bom e assim permanece. As mais velhas composições do metropolitano operam com higiene e qualidade, lembrando que os míseros 70km do mesmo levam 4 milhões de pessoas, e a CPTM nos seus 260km, 2,6 milhões.
    Concordo com todos que esta gestão está deixando a desejar, inclusive na contra-mão de Sergio Avelleda.
    É uma pena. É de chorar, porque tudo isso, cada trem novo em operação foi pago com nosso dinheiro, das passagens e dos impostos que pagamos. Gastam muito e gastam mal. São aproximadamente 4 trens novos parados e que dificilmente voltarão a operar devido "seus órgãos" terem sido doados a outros trens que mesmo novinhos não possuem peças de reposição. Nos passos atuais, imaginem, caros amigos o que será do 7000 daqui a 10 anos?

    ResponderExcluir
  7. Pois é, as obras de reconstrução da Estação Osasco continuam a mesma coisa, entra semana, sai semana.
    Só na última vez(30/10/2011) que eu passei por lá que a reforma mostrou algum sinal de avanço.

    (Acho que os leitores não aguentam mais ver eu falando desssa reforma [risos])

    ResponderExcluir
  8. Sergio Avelleda tá fazendo falta a CPTM sem sombra de duvida!

    ResponderExcluir
  9. A CPTM vem perdendo qualidade cada dia mais, tratando os passageiros como gado...
    Porque os funcionários não fazem greve ou coisa do tipo? Eu nem sei quem é o atual presidente da CPTM, mas que ele é no mínimo incompetente, isso ele é, trens horríveis, estações lotadas, velocidade zero nos trilhos, obras atrasadas, e Expansão São Paulo? nem se ouve mais falar disso..

    Os funcionários da CPTM deviam fazer alguma reivindicação contra a atual gestão, tenho certeza que eles não estão nada satisfeitos assim como os usuários...

    VOLTA SÉRGIO AVALLEDA!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu já disse 2 e direi pela terceira vez: Volta Sergio Avelleda!

    ResponderExcluir
  11. Diego como assim a sinalização da linha 7 está indefinida??? Por caso estão em dúvida de instalar ATO OU CBTC????

    ResponderExcluir
  12. Por motivos de Defeito na Via, os Trens da Linha 7 Rubi, estão com maiores intervalos... Ô povo sofredor...

    ResponderExcluir
  13. Prezado Carlos, a equipe de planejamento não mudou muito desde a saída de Sérgio Avelleda, mas a ideologia mudou sim, e muito. Infelizmente, estamos presos à pensamentos retrógrados, onde o importante é transportar, não importa como.

    ResponderExcluir
  14. Arquiteto, o atual presidente da CPTM é o Mário Bandeira (que conduziu a empresa antes de Avelleda). Sinceramente, não admiro a maneira do presidente administrar, pois ele não está sendo subjetivo no que se diz a manter as conquistas de Avelleda. Todos queremos o retorno do melhor presidente que a CPTM já teve.

    ResponderExcluir
  15. Alex Spina, seja bem-vindo ao blog! Você fez um caminho que muitos estão fazendo: largando os automóveis e vindo para o trem. A tendência é que isso aconteça muito ainda, pois o trânsito paulistano está cada dia mais impossível. Você chegou em um momento de mudanças, que foi interrompido com a troca de gestão. Mas concordo com seu comentário: é preciso mudar o sistema inteiro.

    ResponderExcluir
  16. Wagner, serei sincero para você: Nada mais na CPTM tem definição. Não sabemos de absolutamente nada que tenha prazos. O prometido foi o ATO, mas já se fala em CBTC geral, todas as linhas.

    ResponderExcluir
  17. Situação difícil e complicada...

    ResponderExcluir
  18. a CPTM caiu bastante no conceito dos admiradores, eu por exemplo que estava em busca da minha câmera para acompanhar a chegada dos trens novos da Linha 7 como foi prometido, hoje eu vejo que essa câmera foi um dinheiro perdido, tirar fotos da CPTM, esta cada vez mais sem motivos

    ResponderExcluir
  19. Fernando, a CPTM passou por um momento que chamamos de 'estrela' nos conceitos de marketing. Foi um pull muito grande que aconteceu, levando diversos admiradores para pesquisas, fotografias e outras coisas mais. Porém, começou agora a época do declínio, ou seja, as pessoas estão perdendo o interesse na CPTM, muitos estão migrando para o Metrô.

    ResponderExcluir
  20. Só hoje que eu vi Diego, e realmente sua postagem sintetiza diversos fatos que vêm pondo em declínio tanto trabalho, projetos e dedicação.

    Realmente acho que o Avelleda teve a ver sim com isso, ele era bem integrado à empresa e acho que isso motivava os funcionários (ou fazia-os trabalhar, pois nunca sabiam onde o presidente estaria kkkkkkkk).

    O que me deixa intrigado é que há muitos pseudo-moralistas que criticam quem critica a Cia., dizendo que futuramente tudo melhorará, apontando a "futura CPTM", relacionando as intervenções aos resultados futuros (fato comum em fóruns por aí)... Ora, a pessoa vai a uma visita e volta pra casa achando que sabe de tudo? Acorda galera, entre o que a Cia. quer que divulguem e o que realmente acontecerá há um abismo maior que o Grand Canyon.

    Acho que muita coisa (maior exemplo: visitas) só aconteciam porque o "chefe" (Avelleda) mandava e o pessoal tinha que obedecer.

    Até mesmo no quesito "fotos", percebi ultimamente (junto de outras pessoas) que o tratamento aos fotógrafos tem sido cada vez mais repreensivo, chegando ao ponto de pessoas serem maltratadas. Talvez porque realmente ultimamente não haja muito para a Cia. do que se orgulhar, e receio de que o declínio seja cada vez mais exposto.

    Fica a opinião: parece que o legado deixado pela administração anterior ("tratar coisas simples de modo simples e com agilidade e foco no cliente") foi trocado pelo "tempo de planetamento infinito antes de fazer qualquer coisa". Desse jeito, o tempo passa e a CPTM fica.

    De nada adianta renovação completa da frota, sistema de sinalização ou o que for, se permanece a mentalidade jurássica por trás de tudo.

    Achei muito boa esta postagem, mostra que mesmo sendo fã da Cia. e tudo mais, você tem juízo e coragem de manifestar sua opinião e enxergar a verdade, diferente de muita gente.

    ResponderExcluir
  21. Bom post e tem mais. Foi prometido e tem vídeo na internet provando a promessa em nome do governo, que as novas estações entre Itapevi e Amador Bueno já deveriam estar sendo inauguradas por agora (Novembro) e com os 8000 chegando até lá, mas cadê? Governador vai hoje em Barueri pra reinaugurar a estação e apresentar dois trens que ainda vão pra testes.

    Cadê os séries 9000 também, até agora não vejo nem sinal, teoricamente já deveriam estar em testes não?! Enquanto isso linha 11 tem sua maior lotação por metro quadrado de São Paulo nos picos.

    ResponderExcluir
  22. Verdade Moisés, Amador Bueno já era para ter sido entregue! Os Alstom 9000 começaram a ser fabricados já, até o meio do ano que vem estará nos trilhos paulistas.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores