quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

CPTM terá duas novas linhas e mais 16 estações nos próximos oito anos

Trem série 2000 - Estação José Bonifácio - Linha 11-Coral
Fonte: Estadão

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) faz 20 anos transportando a impressionante marca de 3 milhões de passageiros por dia, mais do que os metrôs de Paris, Buenos Aires, Santiago, ou mesmo Londres. Os números superlativos, no entanto, só acentuam um problema não resolvido até agora - ainda há duas CPTM's: aquela que funciona com ar-condicionado e estações novas; e outra com trens antigos e sem espaço para os passageiros.

Para diminuir a distância entre essas duas realidades, a CPTM começa a implementar em 2012 o seu maior plano de ampliação e modernização desde que foi fundada, em maio de 1992. Até 2020, a companhia pretende construir mais duas linhas, com ao menos seis paradas no total, e outras dez nas linhas já existentes.Isso sem contar as reformas que precisam ser feitas nas plataformas atuais. A CPTM promete ter as 89 estações acessíveis até 2014 - atualmente, são 37, com mais nove em obras e outras três em licitação para contratação das obras, que devem começar no ano que vem.
Além disso, o sistema está passando por obras de infraestrutura e modernização, para diminuir o tempo médio entre os trens dos atuais seis minutos para três minutos de intervalo - o que daria o várias vezes prometido "padrão de metrô" aos trens.

Técnicos da companhia comparam os serviços que têm de ser feitos com "trocar um pneu com o carro em movimento". O que faz sentido, se for pensada a velocidade com que a rede ganha usuários. Em 2005, a CPTM transportava menos da metade dos passageiros de hoje, 1,3 milhão de pessoas por dia.
"Só em 2011, crescemos quase 1 milhão de passageiros, o que dá a dimensão da importância da CPTM hoje no transporte da Região Metropolitana de São Paulo", diz Mário Bandeira, presidente da companhia. "Ainda temos muito problemas, somos um sistema aberto, então sofremos com muitas interferências externas, como lixo e chuva. E ainda há linhas que precisam de investimentos para chegar no patamar de qualidade das outras. O importante é que a CPTM chega aos seus 20 anos sabendo do seu papel no transporte público e o que fazer para melhorar."

Mais gente. 
O "boom" de passageiros tem três explicações: primeiro, a queda do desemprego da última década fez mais gente usar os trens para ir ao trabalho. Segundo, a integração tarifária com metrô e ônibus, o que tornou o sistema mais atrativo. O terceiro é o aumento das estações com baldeação, especialmente no metrô, que deixa a viagem mais rápida - e atrativa.
O trabalho de modernização inclui tarefas aparentemente simples, mas que foram postergadas durante vários anos. Um exemplo é o isolamento das linhas. Só em 2010 é que a CPTM teve 100% dos trilhos cercados por muros e grades, o que evita a presença de pessoas nos trilhos e traz mais segurança à operação.

Outro problema que caminha para uma solução é a separação do transporte de passageiros do transporte de cargas. Boa parte das linhas da CPTM é compartilhada. Fora dos horários de pico, os passageiros têm de esperar trens que vêm do interior ou de outros Estados passar pela região central da cidade no caminho até Santos. Há quatro semanas, houve as primeiras reuniões entre a companhia e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para definir como será feito o Ferroanel (um leito de trilhos ao redor da Região Metropolitana). Mas ainda não há data para que as obras comecem.

Quem utiliza a rede vê algumas melhorias, especialmente na qualidade dos trens, ainda mais quando se leva em conta a comparação do serviço de hoje com o do começo da década passada. Mas reclama da superlotação, cada vez maior. "Não tem mais buraco no piso do vagão, o ar-condicionado deixa o trem silencioso. Mas não me sentia tanto em uma lata de sardinha antigamente", diz o industriário Marcos Araújo, de 32 anos, usuário da Linha 9-Esmeralda.

5 comentários:

  1. Com certeza 2 CPTMs:
    Linha 9 e Linha 7, e usuários da L9 que acha que o pessoal da L7 reclama muito, favor usar um 1100 no pico da tarde num dia abafado com chuva, em que os passageiros normalmente fecham as janelas, e por favor apreciem nossas Estações de mais de 100 anos, que já deveriam ter virado museus.

    ResponderExcluir
  2. zocatelli a linha 9 nunca vai saber isso pq la é só os melhores trens da cptm,melhores estacoes,melhor td,tds os trens novos,independente das linhas q eles foram comprados tem q rodar la primeiro,ai depois qdo fikarem ''USADOS'' ai podem ir para as outras linhas...igual os cofesbra 2070 q dpois de quase 4 anos finalmente vai ir para a linha a qual ele foi comprado, linha 11,os 7000 q eram pra linha 7 e 12 onde estao? linha 9,e n duvido nd de a CPTM puxar uns 8000 da linha 8 pra linha 9 neh,ai dpois pegar os 9000 q vai xegar pra linha 11 eles descartam os 8000 e passa smp pro mais novo e melhor,pq a linha 9 PODE neh...afinal E A LINHA 9...o resto é resto...

    ResponderExcluir
  3. Só discordando ligeiramente, os CAF 2000, na época de aquisição, não circularam na Linha 9. Foram entregues direto para a Linha 11. Antes deles, os CAF 2100 sim rodaram. Tanto na L9 quanto na L12 e L11 (com uma breve passagem na L7).

    ResponderExcluir
  4. entao diego silva,mais nessa epoca a linha 9 ainda rodava com trens de 4 carros mais a partir de agora rodando com 8 carros,todos os trens de 8 carros novinhos em folha vai ter q passar por la primeiro,pra usar la ate n kerer mais ou ate vir coisa melhor ai dpois vao pra outros lados,igual os cofesbras 2070 q depois de quase 4 anos vao finalmente vao para a linha a qual foram licitados LINHA 11,kero só ver quando os 7000 vao ir para as linhas 7 e 12 por inteiro, TODOS ELES, os q estao na linha 9 e os da linha 11.

    ResponderExcluir
  5. I love linha 9 esmeralda. Seu único defeito é ainda não chegar ao Varginha.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores