quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Opinião - O usuário devolve a agressão que recebe

Trem série 7000 - Estação Palmeiras-Barra Funda (Foto: Denis Fepasa)
Por Diego Silva

Caros leitores, usuários e funcionários da CPTM, às vezes eu fico pensando se existe um motivo óbvio para uma pessoa vandalizar o seu meio de transporte. Diariamente, temos dois milhões e meio de usuários viajando em nossos quase duzentos trens, por 270 km de linhas. São pessoas trabalhadoras, que batalham sol a sol para ganhar seu merecido salário e desfrutar de bons momentos em família.

Atualmente, tem faltado sinergia entre a CPTM e seu usuário. Por algum motivo, algo não está dando certo, com os índices de vandalismo crescendo a cada dia. Não apenas o vandalismo é visto nos trens, mas também o comércio ambulante. São práticas proibidas pela empresa, mas que ainda são vistas no interior das composições. Como usuário e funcionário da empresa, sou a pessoa mais indicada para falar sobre o assunto, pois estou diariamente nos trens das linhas 7-Rubi, 11-Coral e 10-Turquesa.

Na visão da empresa, o foco está em transportar. Alguns valores de conforto e segurança, meio que caíram um pouco de alguns meses para cá. A relação entre empresa e usuário não anda das melhores, por conta de algumas atitudes tomadas. Mas por outro lado, há de se ver que os usuários não entendem o que está sendo feito em prol deles. Recentemente, a questão do retorno da Linha 10 para a estação Luz foi tema de discussões ríspidas em redes sociais e até mesmo aqui no blog. A CPTM informou em nota que a Linha 10 iria retornar em sessenta dias à operação normal. Já se passou mais que o dobro do tempo prometido, a obra foi realizada, mas os trens não voltaram para Luz. E o que é pior, não existe data para retornarem.
Citamos diversas vezes, que se isso ocorresse no Expresso Leste, a frota inteira estaria depredada. Não estou sugerindo que os usuários da Linha 11 sejam desumanos, mas que são mais 'explosivos'. Existe uma cultura diferente nas linhas 11 e 12, que não existe na Linha 10-Turquesa. Somos mais calmos, o que transmite mais segurança para a CPTM fazer o que bem entende aqui no ABC Paulista.

Em contrapartida, não existe motivo óbvio para os usuários vandalizarem as composições. Chega a ser curioso o seguinte: paga-se R$ 2,90 para viajar em trens relativamente novos, com ar-condicionado e assentos confortáveis. Se o próprio usuário estraga o que é dele, qual a razão em reclamar? Nenhuma, certo? Nada justifica encher o SAU (Sistema de Atendimento ao Usuário) de reclamações, se vocês mesmos não contribuem com nada. Reclamar é fácil, não incomoda ninguém e satisfaz a sua raiva depois de um dia de trabalho cansativo (encontrar alguém para descontar a raiva é excelente...). Todo mundo gosta de reclamar, que a empresa é isso ou aquilo, mas todos os usuários se esquecem que por trás de todos esses problemas da CPTM estão humanos, iguais aos passageiros, que fazem o impossível para manter esse sistema operando da melhor forma possível. Os maquinistas são os que mais ouvem dos usuários... Isso é lamentável, por parte dos transportados. Agentes operacionais sofrem em dobro, pois ouvem e veem de tudo nas plataformas.

Em síntese, leitores, o que acontece é que o usuário devolve a agressão que recebe. Se a empresa faz algo que não sai bem diante do usuário, a desculpa é vandalizar. Isso já virou cultura nos trens paulistanos. Eu que vos diga, pois se acontece algum problema em uma composição e eu estou embarcado e uniformizado, as reclamações triplicam, como se fossem para me atingir. Diretamente não atingem, mas fazem com que eu tenha mais idéias para mostrar aqui, uma vez que não são apenas usuários e admiradores que estão lendo o blog, mas também funcionários e administradores da CPTM.

Vale lembrar que as postagens aqui explanadas não visam de maneira nenhuma denegrir a imagem da empresa. Tudo o que falamos ou sugerimos é visando a constante melhoria do sistema CPTM, do qual trazemos diariamente o Foco até vocês. Tentamos ajudar da melhor maneira possível, pois além de funcionário, também sou usuário dos serviços oferecidos pela empresa. Portanto, cada um fazendo sua parte, para uma CPTM cada vez melhor!

17 comentários:

  1. É mas isso não acontece em todas as linhas... Um exemplo disso é que a L7 é muito problemática, e apesar de dar tantos defeitos, dificilmente os usuários vandalizam trens... Descem na via, mas não vandalizam...

    ResponderExcluir
  2. ...Agora na linha 11 um pequeno defeito, e os usuários não pensam duas vezes em vandalizar...

    ResponderExcluir
  3. Se for pra destruir patrimonio publico é muito simples é por trem velho pra rodar e pronto que se for pra colocar trem novo pra ficarem esculaxando com rabisco nos vidros e outros tipos de vandalismo porque o povo não respeita é deixar esses animais que não podem ser chamados de gente pra lá e botar os trens velhos pra rodarem nessas linhas de maior vandalismo como a 11 e 12 e por os novos apenas nas linhas que tem menos vandalismo e precisa mais como 7,8,9 e 10 prova disso tudo é o CAF 2100 no começo de sua operação já estavam com alto indice de vandalismo e foram rapidamente tirados de circulação e foram bem aceitos na linha 10, agora se for pra colocar trens novos em linhas praticamente cheia desses maloqueiros que só sabem estragar e destruir é botar os trens velhos pra rodar ou continuar rodando e quem não gostou é lavar as mãos pra esse tipo de animal porque não dá pra discutir com gente assim.

    ResponderExcluir
  4. Pois é meu chara Diego Silva, é esse o problema desse mundo: Se alguém tem um problema, sempre arranja outro para descontar. Mas o que ninguém pensa é que esse que essa pessoa em que ele descontou, não tem culpa do que ele sofreu. É nisso que ninguém pensa. Se a pessoa passou raiva no trabalho, ou teve um problema, e encara uma composição lotada, o que fará? Vai descontar aonde? Nos trens, e em funcionários da CPTM. O ruim, é que mesmo a CPTM tentando informa-los, ninguém tenta entender o por que. O povo, quase que não pensa (Não digo em todas as Linhas do sistema da CPTM [7, 8, 9 e 10, são linhas tranquilas e respeitosas], mas também, no mundo). A Zona Leste (popular ZL), são povos bem estourados, que não pensam nisso (salvo exceções), mas vejam, isso aí é coisa da cultura em que foram criadas por aquelas bandas. Enquanto que os outros lugares de São Paulo, são mais educados, mas voltando ao assunto. A CPTM procura informar, mas ninguém se quer olha nas placas da estação.

    Isso dos trens novos e velhos, é verdade mesmo. Pode perceber que isso acontece mesmo. A Linha 12-Safira, só possui o 7000 de trem novo, todavia possui a pior frota, a mais deteriorada e vandalizada de todo o sistema. É o que vai acabar acontecendo Celso, como antigamente, a menos se houver uma reeducação dos usuários. Aí sim, podemos nos preparar para a segurança e a Paz na CPTM. Sem vandalizações. O povo não pensa nisso, pois se pensassem, cuidariam dos trens como se fosse a sua própria casa!

    Todos fazendo a sua parte, a CPTM fica cada vez melhor mesmo!

    ResponderExcluir
  5. Caros leitores, a questao do vandalismo e algo relacionado a educacao e respeito. Nao importa se o transporte e de primeira ou nao, nada justifica tais atitudes , ma vale lembrar que 2 milhoes e meio de pessoas usam o trem, mas basta um para o vandalismo acontecer. O usuario nao deve ser punido por conta de atos desta natureza, e o que a cptm pode fazer e fiscalizar e procurar minimizar o vandalismo. Todos aqui querem o melhor para o trasnporte, mas a cptm vem pisando feio na bola com promessas nao cumpridas, e esta na hora de alguem tomar a frente deste plano,e fazer o correto para que tudo possa melhorar e talvez assim os vandalos sintam vergonha de destruir um transporte tao bom que pode ser o trem.

    ResponderExcluir
  6. Vejo isso aqui nos ônibus Intermunicipais também e fico com raiva; pois assim como nos trens o povo aqui também reclama e não é pouco. Principalmente com o preço da passagem. Alguns vêem que é cara, mas não vêem que é usado para renovar a frota e que, quando vandalizam, estão estragando o que eles mesmos pagaram.

    ResponderExcluir
  7. Diego Silva, Acabei de Visitar a Página da L7 aqui do blog, e precisa de uma pequena correção. O Looping Operacional agora é entre Caieiras x Luz, e o tempo de viagem é de-segundo o maquinista- 36 minutos.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia a todos!
    Eu infelizmente sou obrigado a utilizar aquele Expresso Leste,com pelo menos 90% de irracionais que machucam pessoas para conseguir um lugar,é bem verdade que esta história da linha 10 indo até o Brás já passou dos limites da minha paciência.
    Porém jamais em hipótese nenhuma deve-se quebrar vandalizar,pois dependemos dos trens para ir e vir do trabalho e muito menos descontar a raiva nas pessoas e principalmente nos funcionários,pois são eles que faz a empresa caminhar.
    É muito bom quando estou na linha 10 e vejo as pessoas entrando e saindo dos trens sem empurrar sem xingar é ótimo......
    Mas infelizmente em outras linhas isso não ocorre e vai de cada um ser coerente respeitar o próximo e respeitar o regulamento da CPTM.
    Tem linhas que os usuários não dão o devido valor ao que tem,por isso que deveria consertar os antigos e por para rodar e comprar trens novos somente para linhas que não tem problemas mais sérios com relação a isto,ou a CPTM acha que pessoas que não tem o mínimo de cultura que muito provavelmente mora numa área super populosa e "INVADIDA" muitas vezes,vai saber conservar um trem e suas estações?
    Acho que esta atual gestão da CPTM é péssima e negligente em alguns aspectos as últimas mortes que ocorreram com aqueles funcionários são uma prova disso,com certeza mortes que poderiam ser evitadas.
    Sem querer desviar tanto o assunto deste tópico eu pergunto.
    Estaria a CPTM se transformando naquela CBTU lá dos anos 80 que tinham sérios problemas de vandalos,falta de segurança,comércio ilegal?
    Tomara que eu esteja errado pq pelo que observo a coisa caminha para isso.

    Clayton-SP

    ResponderExcluir
  9. A LINHA PARA RIO GRANDE DA SERRA DEVE PERMANECER NO BRAS,

    Pelo simples motivo da estação luz não comportar mais passageiros.

    Saindo dos trens demora 10-20 minutos para chegar nas plataformas do metro no horario de pico.

    Como seria com mais os usuarios da linha 10?

    SIMPLES ASSIM.

    ResponderExcluir
  10. Queria saber o que custa, descer no Bras e pegar o trem p Luz?

    Ou vice versa. Eu faço isso todo dia, desço a linha 12 e pego a 11 e vice-versa.

    E la na luz LOTADO para andar no corredor.

    Quem reclama não deve andar em horário de pico para ver como é a estação LUZ, para ir no metro...

    LAMENTAVEL.

    Creio que a linha 10 so volta para luz, quando a linha 11 terminar na Barra Funda.

    ResponderExcluir
  11. Olha DASFEG, é desconforto de mais. A Linha 10-Turquesa tem a necessidade de ir a Luz, pois se não, é muito, mas muito mais lotação no Expresso Leste mesmo. E você, que é da Linha 12-Safira, deve estar acostumado a essa rotina. Todavia, são muitos usuários da Linha 10 que vão a Luz e lotam muito o Expresso Leste, que por sua vez, tem demanda por natureza. A Linha 10, se Deus quiser, volta para a Luz o mais rápido possível (penso eu, que volta lá para Fevereiro do ano que vem [2012]), e é necessário isso. Agora, se você quiser menos desconforto e lotação, não desembarque no Brás e faça baldeação para a Linha 11-Coral. Ao invés disso, desembarque em Tatuapé e faça a baldeação com o Expresso Leste. A estação é mais vazia e tem menos lotação, comparada a estação Brás. Utilize essa dica se não for prejudicar, você verá a diferença!

    ResponderExcluir
  12. Dasfeg não uso a linha 10 mas é desconfortável e fora que as pessoas perdem tempo para ir e vir para a Luz... E do que adiantaria toda aquela obra feita na Luz para depois a linha 10 terminar no Bras??? A linha 11 coitada, não aguenta mais a própria demanda e agora tendo que carregar a da 10... Desconfortável para ambas as partes... E além do mais a CPTM tem fazer o que melhor e mais fácil para o usuário e não para a própria empresa...

    ResponderExcluir
  13. Olha não concordei com a parte que você diz em: "Chega a ser curioso o seguinte: paga-se R$ 2,90 para viajar em trens relativamente novos, com ar-condicionado e assentos confortáveis. " São poucos os trens novos, os que realmente são novos, confortáveis e tem ar condicionado. A maioria dos trens ainda é antigo, então esse seu argumento não é válido. Sem falar que 2,90 pra uma passagem de trem é abusivo. Concordo com 1,50 no máximo.

    ResponderExcluir
  14. Luiz, os trens daqui de São Paulo, na maioria das vezes, são desse tipo sim! Todas as linhas possuem trens com Ar-condicionado, bancos confortáveis, câmeras de vigilância e etc. Claro que umas mais, outras menos, mas todas possuem bons trens. Das 14 frotas diferentes que a CPTM possui (1100, 1400, 1600, 1700, 2000, 2070 [2000 II], 2100, 3000, 4400, 5000, 5500, 5550 [5500 II], 7000 e 7500), seis delas são de "primeiro mundo" ( 2000, 2070, 3000, 7000 e 7500), que possuem Ar-condicionado, bancos confortáveis, câmeras de vigilância e etc. Sem falar no 5550, que é muito confortável, e se assemelha ao padrão do Metrô.

    Os trens da CPTM possuem um intervalo relativamente baixo (Nos horários de pico, varia de 5 a 12 minutos), e dificilmente atrasam. A maioria dos trens ainda é antiga, mas vale lembrar que grande parte das frotas foi modernizada, e também, que boa parte dela está recolhida em pátios (Como os 5500, que apenas o B18 está em operação, os demais estão recolhidos em Eng. São Paulo, também, como alguns 1600 e 1400). Por tanto, a CPTM, possui uma boa frota, rápida, e com raras exceções, confortável. Ainda, existem novos trens chegando, e não param de ser anunciados, lotes de novos trens que virão a chegar até 2014 (Até 2014, de acordo com Mário Bandeira, serão entregues quase 100 trens). Por tanto, sabe-se que o dinheiro que está sendo pago na passagem está sendo bem utilizado. É a CPTM que está evoluindo, e se Deus quiser, não parará de evoluir nunca!!!
    Bom dia a todos!!!

    ResponderExcluir
  15. Boa Tarde pessoal

    Recebi ontem esta resposta a minha reclamação junto a CPTM e veja a resposta.
    É revoltante.

    Estão preocupados com a lotação da estação LUZ por causa da linha amarela,
    e esquecem que para chegar, o pessoal da linha 10 enfrenta lotação do expresso leste pra chegar até lá,
    e que isso é ruim, e ainda se eles pensam que estão diminuindo a demanda na luz, estão enganados,
    os usuários da linha 10 continuam indo até a luz, em condições piores. Dificultar o acesso não é a solução,

    vejam

    A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informa que as obras de modernização das vias na região da Luz foram concluídas. Simultaneamente ao período de realização dessas obras, houve significativo crescimento na demanda de usuários com a entrada em operação da Linha 4 Amarela do Metrô integrada a Estação Luz.

    Através de pesquisa, a CPTM coletou dados sobre a movimentação de usuários com a nova configuração e está reavaliando a estratégia operacional para a Linha 10 Turquesa com terminal na Estação Brás. O objetivo desse trabalho é atender da maneira mais adequada e promover ações para melhorar a segurança de todos que se utilizam das estações e trens da CPTM.

    Com os nossos cumprimentos, permanecemos à disposição

    Departamento de Atendimento ao Usuário
    Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM

    ResponderExcluir
  16. É revoltante essa situação Charles! O que temos de fazer, é lotar o SAU e o sistema de atendimento ao usuário de reclamações! Até que a CPTM acorde e coloque novamente a Linha 10-Turquesa na Luz.

    ResponderExcluir
  17. Entrei hoje no site da CPTM para ver quando a palhaçada acabaria e qual q notícia??? Que os usuarios da linha 7 tem uma plataforma exclusiva para embarque e uma exclusiva para desembarque!(A PLATAFORMA DA PARADA FINAL DA LINHA 10!!!!) Ou seja, continuaremos passando essa humilhação que estamos sofrendo. Alguem mais está inconformado? Existe algum canal para fazer uma mobilização? Não vejo quase ninguem reclamar!!!

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores