terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Alteração na Linha 10 beneficiou 1 milhão de usuários, segundo a CPTM

Estação Brás é o terminal da Linha 10-Turquesa desde agosto/2011
Fonte: Jornal Destak


A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou que as mudanças implementadas na Linha 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra) desde agosto passado estão beneficiando cerca de 1 milhão de passageiros do sistema. Mas a empresa admite prejuízos para 20 mil usuários.

Isso porque a linha, que originalmente ia até a Luz, passou a parar uma estação antes, no Brás. Aqueles que antes desciam na Luz precisam agora fazer baldeação pela Linha 11-Coral (da CPTM) ou acessar a Linha 3-Vermelha do metrô, irá até a Sé e, de lá, pegar a linha 1-Azul.

O objetivo da mudança era desafogar a Luz, que desde setembro passou a contar com mais passageiros - os que usam a Linha 4-Amarela. A novidade também trouxe maior conforto, já que embarque e desembarque estão mais bem distribuídos. Uma pesquisa indica que 56% dos usuários aprovaram a mudança, diz a CPTM.

29 comentários:

  1. Por Favor usuários da L10 não se irritem comigo, mas como usuário da L7 estou satisfeito com a mudança, o embarque na Luz está muito mais tranquilo e por que não dizer muito mais "seguro".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zocateli!! Você não está falando nenhuma mentira, realmente ficou mais fácil o embarque e desembarque na linha 7, pois eu tbm sou usuária dela, além de utilizar a linha 10. O que queremos é que a nossa linha volte para a estação da lUZ ou prossiga até a Barra Funda, não estamos aqui querendo atrapalhar a vida dos usuários da linha 7, mas assim como teve melhoras para vocês, tbm estamos reinvidicando o mesmo direito.

      Excluir
    2. Zocateli, também achei que houve relativa melhora na estação Luz. Só quem embarcava naquela estação no pico da manhã sabia da dificuldade que era. Falo para vocês: não fiquei contente com a Linha 10 indo até o Brás, mas ao mesmo tempo, é mais vantajoso pelo fator de segurança no embarque e por eliminar a 'viagem negativa'. O que matou tudo foi a transferência para o Expresso Leste. Ou seja, melhorou de um lado, zuou do outro.

      Excluir
    3. Eu não consigo entender, por que tem tantas plataformas vazias na estação Barra Funda, e fica essa polemica em cima da estação LUZ, deixar a linha 10 ou 11 com final ali. Tanto quem vem de Maua, como quem vem de Guainazes pra pegar um trem até Itapevi precisa pegar 3 trens, por que não reduzir a 2. A unica ligação direta entre Barra Funda e Brás é o Metrô. Não seira mais sensato, deixar a linha 7 com final na estação Barra Funda utilizando as plataformas 5 e 6 num sistema igual ao da linha 12, naqueles dias que o trem foi até Barra Funda eu achei otimo o sistema. e ai vc utiliza as plataformas 7 e 8 pra linha 10 e plataformas 9 e 10 pra linha 11. Acho que seria bem interessante. Vc passa a ter 2 linhas a mais fazendo o trajeto Bras - Barra Funda

      Excluir
  2. Eeeeee CPTM continue assim plantando notícias para convencer
    as pessoas que a empresa só toma decisões corretas.
    É uma notícia atrás da outra sobre a linha 10,mas benefícios para quem mora no abc e tem que ir a Luz.......nada...

    Clayton-ABC

    ResponderExcluir
  3. No Brasil isso é muito comum, não ter competência para manter um serviço e retirá-lo, argumentando vantagens. Será que quem vê tais vantagens costuma pegar trens?
    Isso é semelhante à terceirização. Se a CPTM e o Metrô não dão lucro, como dizem, por que alguma terceirizada iria se interessar em uma PPP?
    É a clara demonstração do Estado, dizendo ser incompetente para administrar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A única beneficiada aqui, de verdade, foi a CPTM, que "tirou o corpo fora", e transferiu o problema dela mesma para nós, pobres usuários que dependemos do serviço e ainda pagamos por isso...

      Excluir
  4. ---

    Como chora essa galera da L10.

    Sendo que essa mudança ia acontecr mais cedo ou mais tarde.

    A L11 quando terminada as obras deve ir para a Barra Funda.

    A L7 deve parar a Barra Funda também.

    Para o Expresso ABC terminar na Luz.

    Ou seja de qualquer jeito a L10 terminaria no Bras.

    Choraaaaa largadooooooo.

    ---

    ResponderExcluir
  5. ---

    E Ate agora não entendo porque a galera do L10 reclama.

    Podem pegar o metro com conforto na Estação Tamanduatei

    Se quiser ir sentado é so ir no metro Vila Prudente.

    (Já que a proporção é de 3 trens de metro, partindo a cada trem da CPTM).

    E quem for pegar a linha amarela 4,

    também vai no conforto, porque pega o contra-fluxo da hora de pico.

    Choram demais, isso é FALTA DE CIDADANIA.

    FALTA DE CIDADANIA.

    Tomem vergonha nessa cara de pau.

    ---

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você não tem o que falar para beneficiar os usuários da linha 10, não venha aqui dar orientações do quanto temos que prolongar a nossa viagem para chegarmos até a estação da LUZ ou depois dela. Se vc fosse usuário dessa linha e enfrentasse os transtornos que estamos enfrentado, duvido que estaria aqui falando as baboseiras acima citadas, então respeite as pessoas que estão aqui reclamando para uma melhora à todos os usuários que saem de casa para trabalhar e vice versa.

      Excluir
  6. As reclamações dessa alteração são baseadas na emoção, e não na razão!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado juliano,
      com todo respeito, mas você só diz isso porque você não precisa passar pela estação da Luz para pegar a Linha 10. Alternativas viáveis para resolver o problema da superlotação já foram expressas aqui e em vários fórums diversas vezes, e de inúmeras maneiras distintas...
      sacanagem é querer vender a idéias como "melhoria" ou como "coisa boa"! Quer queira, quer não, a medida foi PREJUÍZO para milhares de pessoas! E foi prejuízo real!
      Como alguém que votou no Governo atual para me representar, estou sentindo traição por parte do mesmo. Que tipo de solução é essa em que você sacrifica alguém desse jeito, retirando deles um direito que já era consagrado por muito e muito tempo? Pelo menos a CPTM deveria ter a hombridade de admitir que essa mudança não implica em melhoria, em vez de querer vender a idéia de que melhorou... pois não é isso que realmente vejo no dia a dia, quer você tente me fazer acreditar ou não, é algo que eu estou vendo e vivenciando todos os dias...

      Excluir
  7. Diego, você deveria deixar ativada a moderação de comentários. Assim, só seriam publicados comentários com sua aprovação.

    Antes que digam que isso é "uma afronta a liberdade de expressão", cabe lembrar que a legislação brasileira é um tanto ingrata com quem publica algo através de blogs. Se um troller publica alguma insanidade, o autor do blog pode ser responsabilizado por isso. Mesmo que o cara tenha usado seu nome verdadeiro, ao invés de um pseudônimo. A justiça entende que cabe ao autor do blog a filtragem dos comentários. Logo, se um comentário absurdo for publicado, é entendido que o autor concorda com isso.

    Não quero com esse comentário cercear a liberdade de ninguém, pura e simplesmente porque o cara tem uma opinião contrária a minha. No entanto, é notória a falta de respeito, tanto com nós visitantes, como com o autor do blog. Se tem uma opinião contrária, mostre-a, defenda sua opinião. Como já disse, xingar só lhe tira a razão.

    Esse comentário acima mostra o quanto o cara é desinformado. A Linha 2 não foi feita para se chegar a Luz. Se perde muito tempo fazendo baldeação com a Linha 1 ou 4.

    A Linha 11 irá para a Barra Funda assim que os trens encomendados ficarem prontos. A mudança não depende somente das obras entre Luz - Barra Funda.

    Não existem planos, pelo menos até agora, de se retirar a Linha 7, para que o Expresso ABC chegue a Luz. A ideia inicial era retirar a própria Linha 10 para isso. Mas a retiraram antes, quem garante que o Expresso ABC chegará na Luz? Lutamos tendo isso em mente, pois é fato que a linha paradora irá terminar no Brás.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou de acordo com sua posição, João Eduardo. Não se trata de afronta à liberdade de expressão, mas sim de filtrar comentários construtivos. Não gosto de deixar a moderação ativada, pq não tenho tempo de aprovar todos os comentários. Deixo em aberto, para vocês leitores já irem discutindo o assunto enquanto estou atrás de mais notícias ou fazendo outros serviços particulares. Mas vejo que essa será a atitude a ser tomada, caso tal comentário seja repetido. O blog foi feito para informar os usuários, fico contente que vocês participem tanto, comentando e discutindo sobre melhoras e alterações. Mas que seja mantida a ordem, como sempre foi feito.

      Excluir
  8. Eu já disse isso antes, mas aos que equacionem o seguinte problema:

    Você tem uma estação com quatro plataformas e três linhas em operação, aí, num belo dia, entra em operação mais uma linha que interliga com as demais no sistema metroferroviário, o que aumenta o número de passageiros e você precisa tomar uma atitude, o que resolve fazer: deslocar a linha que apresenta menor movimento para uma parada anterior e melhora a distribuição de passageiros nas plataformas, nada mais racional!!! E foi o que a CPTM fez!!!

    Para quem tanto reclama gostaria que propuesesem alternativas para solucionar tal problema...

    ResponderExcluir
  9. Desculpa Juliano, mas não concordo com a sua colocação. Se esta mudança fosse feita para fazermos uma baldeação com um trem que viesse em condições humanas de entrarmos nele no período da manhã (no Brás) e no período da tarde (na estação da LUZ), talvez nós usuários não estarímos "reclamando", mas quando você utiliza um serviço que até então era "muito bom", pois íamos até o ponto final de maneira adequada, e um belo dia tiram isso de nós, jogando todos os usuários dentro de um trem que já está "hiper lotado" e que vc muitas vezes tem que esperar 2, 3 até 4 composições passagem para conseguir prosseguir viage, isto é uma maneira "nada racional" de melhorar o nosso transporte. Se era para desafogar a estação da lUZ, levassem a linha 10 até a Barra Funda, isto sim, seria uma boa idéia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandrinha, lembra como era a operação na linha 10-Turquesa nos horários de pico da manhã, quando o trem aguarda de 10 minutos ou mais porque tinha que esperar a "movimentação do trem à frente" para estacionar na plataforma 1???

      Deve lembrar-se também como era a operação na linha 7-Rubi quando era o mesmo procedimento: aguardar a movimentação do trem à frente para estacionar na plataforma 2 e era aquele empurra-empurra entre quem queria sair das composições e quem queria entrar, sendo que esses eram os usuários das linhas 10-Turquesa e 11-Coral???

      A linha 7-Rubi transporta, em média, 50 mil usuários à mais que a linha 10-Turquesa, e com a inauguração da linha 4-Amarela do Metrô lembra como era bacana usar a estação da Luz (sarcasmo total!!!)??? Algo tinha que ser feito de imediato, e a CPTM resolveu mexer naquela linha que causasse o menor transtorno possível (não olhem apenas para o próprio umbigo!!!)

      Já disse reiteradas vezes que as linhas 7,8,10 e 11 deveriam ter como terminal a estação Barra Funda, e isso não é nada difícil, mas numa situação de curto prazo essa foi a medida à ser tomada!!!

      Excluir
  10. Sim, a curto prazo foi a melhor coisa a se fazer. O problema, é que se ninguém reclamar, o que era pra ser paliativo será definitivo. Sinceramente, é uma atitude muito porca, uma gambiarra, se retirar uma estação para diminuir o intervalo e organizar o embarque. E as grades? E os investimentos em novos trens, vias, para se diminuir o intervalo? A melhora da Linha 7 com a retirada da Linha 10 se deu simplesmente por causa das plataformas. Agora, a Linha 7 conta com duas. Mas é só isso? Já ta bom? A plataforma enche do mesmo jeito, os intervalos são absurdos. Ajudou de alguma coisa? Só complicou a vida de 20 mil usuários por uma suposta "melhora" para um milhão. Isso substitui investimentos a longo prazo? E os 7000? É triste ver a falta de consciência de alguns. Se tivessem removido a Linha 7 da Luz, também estaria reclamando, mesmo não utilizando essa linha e sendo "beneficiado" por essa mudança.

    É exatamente isso que os governantes querem. Que os usuários percam tempo brigando consigo mesmos, e os deixem fazer o que quiser para cortar investimentos. Pra que investir, se remover uma estação "melhora" e ainda corta custos? E se a demanda do Expresso e da Linha 4 subir muito? Deixa a Luz exclusiva pra eles? E a Júlio Prestes abandonada? Um crime contra o patrimônio histórico. E a nova Luz? Será sempre um projeto?

    ResponderExcluir
  11. @juliano. Soluções já foram propostas aos montes. Só citando as que tenho conhecimento:

    - Deixar como era;
    - Utilizar a Estação Julio Prestes como terminal da Linha 7, e a Luz como terminal da Linha 10, e integrar essas estações;
    - Levar o Expresso e a Linha 10 até Barra Funda, e deixar as Linhas 7 e 8 por lá;
    - Utilizar as plataformas abandonadas na Luz (elas não são tombadas);
    - Mudar a configuração atual das plataformas na Luz, deixando apenas 3 vias e 4 plataformas - A plataforma central não faz parte da configuração original da Luz, logo, não é tombada. Assim todas as linhas teriam plataformas distintas para embarque e desembarque, e sem a necessidade de se perder tempo manobrando (talvez não haja espaço suficiente para isso);
    - Nova Luz - elefante-branco eleitoreiro que resolveria todos os problemas da CPTM;
    - E tantas outras que vários visitantes do blog já comentaram aqui.

    O que acho legal, é que a maioria das sugestões partiram de pessoas que não utilizam a linha. Ou seja, eles tem consciência de que a remoção os prejudicou, mesmo que indiretamente. Lhes foi retirado uma opção de integração, que agora pode não os afetar, mas no futuro pode ser decisivo. E sabem que a remoção demostra falta de interesse da CPTM em investir em soluções criativas, eficazes e que atendam a demanda com segurança e rapidez, sem retirar nenhuma opção. Hoje é com a Linha 10, amanhã pode ser com a linha que você utiliza, e ninguém quer isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Eduardo, eu utilizo as linhas 12-Safira (resido bem pertinho da estação Jardim Helena-Vila Mara) e utilizo a linha 10-Turquesa (trabalho em São Caetano do Sul), utilizo essa linha desde 2002 e sou usuário dos trens desde 1996, e é inegável que muita coisa melhorou de lá pra cá, só que alguns olham apenas para o próprio umbigo!!!

      Em 1996 a CPTM transportava pouco mais de 800 mil usuários por dia, e hoje esse número é três vezes maior com as mesmas linhas e algumas novas estações nas linhas 9-Esmeralda e 12-Safira... então esse aumento explica que houve melhoras no serviço, até porque o povo não é tão burro como dizem alguns, e outro fator decisivo, claro, foi a integração gratuita com o Metrô, algo que possa explicar até mesmo as reclamações contra a CPTM: Porque não tem a mesma eficiência do Metrô??? Claro, a ausência de investimentos durante décadas por parte das EFCB, EFSJ, RFFSA e CBTU... hoje pagamos o preço pelo que não foi feito no passado!!!

      Excluir
    2. Utilizo, desde que me conheço por gente, a Linha 10 em toda sua extensão. E mais recentemente, também utilizo os serviços do Metrô e demais linhas da CPTM. A minha reclamação não se trata em "olhar para o próprio umbigo", até porque essa mudança, de certo modo me "beneficia". Pego o trem no Brás, e é ótimo ter uma plataforma para embarque e outra para desembarque. Já disse diversas vezes que olhando da perspectiva dos usuários da Linha 7, a mudança foi benéfica, embora mostre a falta de planejamento tanto da CPTM quanto do governo. O Projeto da linha amarela não é recente, muito pelo contrário. Há mais de 70 anos se projeta a linha. E só agora pensaram no fato da estação Luz não suportar a demanda.

      Pauto minhas reclamações no fato dessa mudança mostrar o descaso e a incompetência da companhia. Como já disse, é mais fácil remover uma estação, "melhora" o embarque em duas linhas e ainda corta custos! Perfeito! Do ponto de vista dos dirigentes.
      Não tentaram utilizar outras alternativas, nem sequer testaram os novos AMVs, para ver se os intervalos seriam reduzidos. Entende? Pra que investir em vias, trens, estações, se remover uma "soluciona"?

      É muito fácil jogar a culpa nas gestões anteriores, nas empresas que administraram as linhas antes da CPTM. Todos sabemos que sim, décadas sem investimentos tem seu impacto. Mas remover uma estação é investimento? Para mim é um paliativo, que mostra que a empresa não quer gastar dinheiro. Talvez por já estar gastando muito com o Expresso ou com suas obras sem fim...

      A mudança não afeta "somente" 20 mil usuários. Temos que lembrar dos usuários do próprio Expresso, e dos usuários da Linha 12.

      Como já disse, hoje foi a Linha 10, amanhã pode ser a linha que você usa a prejudicada pela preguiça e falta de vontade em investir, em procurar soluções que atendam a demanda de forma segura e rápida sem retirar nenhuma opção de integração do usuário.

      Excluir
  12. Caro Diego Silva,eu acompanho seu blog há algum tempo e o que
    posso afirmar com toda a certeza é que ele é muito bom,pois aqui fico bem melhor informado que no site da CPTM.
    Eu já fiz inúmeros comentários bem ácidos com relação a CPTM,portanto eu respeito a opinião daqueles que tem posição favorável ao retorno da linha 10 até a Luz como no meu caso e também respeito a opinião daqueles que acham que devam continuar como está.
    Agora tenho percebido que tem usuários que se irritam com a posição de um ou outro aqui no blog,e pelo que andei lendo por aqui faço uma sugestão como alguns comentários acima;deixe a moderação ativada e depois que você ler se não tiver algo errado publique,senão exclua.
    Porque estou percebendo que logo mais vai ter palavrões e insultos entre leitores desse blog publicados e quando você perceber será tarde.
    Digo isto por que seu blog é muito bom portanto para manter a
    qualidade na minha opinião você tem que acompanhar os comentários para depois publicá-los.
    Sei que deve dar um pouco de trabalho e requer tempo mas pense nisso gosto desse blog e a qualidade deve ser mantida.

    Clayton-ABC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. O próprio juliano por exemplo. Ele tem uma opinião contrária a minha, mas ele a defende com argumentos, e não falta com respeito com ninguém.

      O que me deixa triste são pessoas que não agregam nada na discussão, querem apenas "criar brigas", e confesso que meio que incentivo isso ashaushauhsuh Pq pessoas assim só querem sua resposta, sua atenção. As vezes nem se dão ao trabalho de ler seus argumentos e apontar falhas, ou mostrar idéias contrárias e suas bases. O simples fato de mostrar sua opinião, já é motivo pro cara vir com comentários ácidos, e dai pra chegar em um palavrão ou ofensas pessoas é um pulo. O melhor a se fazer é ignorar. Trollers se alimentam de atenção.

      Excluir
    2. João Eduardo, quando eu disse que alguns, e não todos, olham para o próprio umbigo é em relação àqueles que não olham o sistema como um todo, e você logo sabe bem disso...

      Mas olhando a operação hoje, como ficou: A linha 11-Coral tem, em média, 3 composições para cada 1 da linha 10-Turquesa... com esse novo modelo de operação é necessário fazer a integração para chegar até a estação Luz, por este motivo o que muitos brigam (sem argumentos, concordo contigo!!!) é que as viagens ficaram 20 minutos mais longas, só que colocando na ponta do lápis o tempo ficou o mesmo, ou menor se duvidar!!!

      Outra coisa, tem gente que diz que pegar o trem da zona leste é o fim do mundo e tal, mas o problema é, na maioria das vezes, o próprio usuário!!! A pessoa só embarca nos 3 últimos carros, quando a composição na verdade tem 8!!! Dá pra entender??? Também não!!!

      Com excessão daqueles que possuem mobilidade reduzida não ficou tão ruim assim como muitos estão dizendo!!!

      Agora quanto à incapacidade da gerência operacional da CPTM, não sintam-se envergonhados: aprendam com o Metrô!!!

      Excluir
  13. Desculpem o comentário gigante rs.

    Participei de uma reunião com a CPTM no dia 02/01/12 e foi dada algumas explicações sobre o que está ocorrendo com as linhas de trens.
    Um dos problemas que frisaram foi o "estamos trocando a roda do trem com ele em movimento", ou seja, as obras estão ocorrendo junto com a operação dos trens, concordo não é um trabalho fácil, ainda mais com um Governo que muda de opinião e estratégias sem explicar o porque delas de forma clara, afetando assim a aplicação de investimentos em transporte publico, heranças de linhas que não foram criadas com o foco em transporte urbano (sim, as linhas de trens que a CPTM assumiu foram criadas inicialmente para transporte de carga e foram então adaptadas para passageiros) e outras coisas que não cabem ser discutidas aqui.
    PORÉM, como usuário que paga impostos e usa o transporte público diariamente, não posso concordar com o descaso relacionado a pelo menos a segurança dos usuários, principalmente no que tange o embarque e desembarque entre as estações Brás/Luz e Luz/Brás na Linha 11.
    Não é segredo para ninguém que a Linha 11 - Coral da CPTM é a linha mais SUPERLOTADA de São Paulo tornando-a também uma das mais violentas linhas para se utilizar.
    Uma coisa é o usuário seguir do Brás até a estação Luz que, na maioria das vezes o usuário só consegue entrar no 3º trem, outra coisa é você embarcar na Luz e seguir até o Brás pela mesma linha.
    TODOS OS DIAS, exceto aos domingos e feriados (até onde sei), você literalmente participa de uma batalha para entrar no VAGÃO (estou falando com você CPTM, vocês dizem que vagão é para carga e carro é para pessoas, então meia palavra basta). Os usuários ou animais literalmente empurram uns aos outros e dificilmente você não encontra alguém que perdeu um sapato, saiu machucado ou coisa pior.
    Nem o embarque "com segurança" que é realizado na primeira porta de cada VAGÃO suporta isso, o empurra-empurra é generalizado. Na verdade o embarque com segurança é exatamente o termo, se o segurança não tomar cuidado, ele entra junto e para na próxima estação (se conseguir descer) para procurar um médico. Imagens mostradas em uma emissora de TV explicam isso até com desenhos para quem tem dificuldade de entender o que estou dizendo.

    Chegando na estação Brás, chegar na plataforma da Linha 10 - Turquesa é outra novela. Nas escadas rolante as pessoas não dão passagem para quem pretende chegar ao trem e viajar em pé mesmo, ou seja, ao invés de deixarem o lado direito da escada livre para o trafego de pessoas, ambos os lados ficam parados e NINGUÉM da CPTM está lá para "orquestrar" esse tipo de ação. Parece uma requisição imbecil, mas isso facilitaria a movimentação na plataforma que fica cheia nesse horário, assim como, aproveitaria mais o espaço no trem da Linha 10 que, normalmente acaba saindo da plataforma "vazio" e trem "vazio" é prejuízo (mas trem superlotado é sacanagem).
    Lembrem-se que o período de férias esta acabando e se esta ruim agora, nada me diz que será melhor quando as férias escolares terminarem.

    Acredito que a melhor solução para o embarque na Linha 11 na Luz sentido Brás seria uma operação conjunta com a tropa de choque, quem sabe assim o embarque seja melhor.

    OBS: A CPTM não informa nas estações para os usuários deixarem a passagem livre a direita da escada rolante nem no Brás e nem na Luz.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. a 3 anos Faço o Trajeto : santo andre: linha 10 x lapa : 7 no modelo anterior era somente 1 baldiação e aproximadamente 20min de diferença do modelo atual. entendo que a mudança tenha beneficiado a movimentação na luz e milhares de pessoas. porem gostaria que fosse analisado a movimentação no embarque da linha 3 no bras pois o trem já vem cheio com os usuarios de guaianases e os usuarios precisam esperar varios trems para poder embarcar oque não acontece em horario de pico ou seja a falta de segurança só mudou de local. a alegação da redução do tempo do percurso da linha turquesa é totalmente banal pois se houve a diminuição de uma estação certamente que havera a redução do tempo do trajeto. a cptm deveria assim como o metro aumentar a quantidade de estações de uma linha. na minha opinião a linha 10 deveria ir até a estação barrra funda .

    ResponderExcluir
  17. A volta da linha 10 (ABC) expressa para a Luz utilizando trens com composições pendulares de dois andares (double decker):

    Expresso Noroeste (Linha 7 Rubi)
    -6 estações (Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras, Lapa, Água Branca, Bom Retiro).
    ~183 mil pass/dia (2014)

    Expresso Sudeste (Linha 10 Turquesa)
    -6 estações (Luz, Brás, Tamanduateí, São Caetano, Santo André e Mauá).
    ~416 mil pass/dia (2014)
    Poderia se reunificar as linhas 7 e 10 entre Mauá e Francisco Morato, como eram antigamente.
    Eis os fatores que justificam a implantação trens de dois andares em algum desses trens expressos;
    - Com a integração com a linha 2 Verde, e sua futura expansão até Vila Formosa, a demanda da atual linha ultrapassou a da linha 7 Rubi, sendo que em construção a se juntar na estação Tamanduateí os monotrilhos provenientes do ABC, e da zona Leste (Cidade Tiradentes).
    - Para a altura da carruagem (h=4,35m) o cabo de alimentação (catenária) de 3 kVcc x pantógrafo atende, podendo trafegar em linhas convencionais.
    - Poderá existir a necessidade de investimento na capacidade mínima requerida da via permanente é de 30 t/eixo (cargueiro), sendo recomendável a utilização de trilho TR-68, e dormentes de concreto.
    - Priorizar e adequar a reforma dos trechos entre as estações Júlio Prestes e Água Branca com a construção da do Bom Retiro.
    - Fornecidos na largura de 3,15 m (padrão) e bitola 1,6 m, não existem necessidades de adaptações nas estações, mesmo sendo os pendulares, pois sua inclinação se dá somente no momento que trafega.
    - Potência= ~ 3000 kW.
    - Existência de linha central disponível ociosa entre Mauá e Brás (caso linha 10)
    - Trens de dois andares poderiam transportar 60 % mais passageiros, além da quantidade de composições poderem ser ajustadas em conformidade com a demanda (horários de pico).
    - O nº máximo recomendável de passageiros por m² é de 6 pessoas, (e não 8 conforme indica o Metrô e a CPTM).
    - No mínimo 4 portas por lado semelhantes aos trens suburbanos, sendo que as duas centrais serem bloqueadas para longos percursos.
    - Acesso a cadeirantes e necessidades especiais só no 1º piso, (Incluindo as do tipo piso rebaixado).

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores