sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Equipes da CPTM estão trabalhando no local da colisão. Expectativa é que o trecho seja aberto à tarde

Equipes da CPTM trabalham para regularizar o trecho da colisão
Fonte: Globo.com
Imagem: Letícia Machado (G1)

Operários trabalhavam na manhã desta sexta-feira (27) na liberação do trecho da Linha 8-Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), entre as estações Itapevi e Engenheiro Cardoso. A circulação de trens foi interrompida devido a uma batida entre dois trens ocorrida na noite de quinta-feira (26). Até as 11h30 desta sexta, não havia previsão de liberação. Ao menos sete pessoas ficaram feridas.

O Plano de Apoio entre Empresas de Transporte frente a Situações de Emergência (Paese) foi acionado e ônibus faziam o transporte de passageiros no trecho. No início da manhã, uma longa fila de passageiros aguardando os ônibus para seguir viagem se formou na estação. Às 11h30, no entanto, a situação já havia se normalizado. Passageiros que chegavam á estação embarcavam rapidamente nos coletivos.

A professora de português e inglês Elisângela Cristina, de 34 anos, chegou por volta das 11h15 á estação. Ela, que trabalha na Barra Funda, disse que costuma levar 50 minutos para chegar ao trabalho. "Mas hoje, só Deus sabe." Ela contou que não estava sabendo da interdição. No trecho entre Engenheiro Cardoso e a Estação Júlio Prestes, os trens circulavam normalmente.

O choque entre as composições aconteceu por volta das 21h20, perto da estação Itapevi da CPTM. O trem tinha saído da Estação Júlio Prestes, no Centro de São Paulo, e estava a apenas uma estação de Itapevi, seu destino final, quando bateu em outra composição, que, segundo a CPTM, fazia a manobra de retorno.

Ao menos sete pessoas ficaram feridas. Seis foram encaminhadas para o pronto-socorro central da cidade, que fica a poucos metros do local do acidente.Uma mulher com fratura no quadril foi encaminhada pelo Samu ao Hospital Geral de Itapevi. A perícia trabalhou durante toda a madrugada para investigar a causa do acidente. Em nota, a CPTM disse que abriu sindicância para apurar as causas do ocorrido.

11 comentários:

  1. A gestão do Mário Bandeira e a credibilidade da CPTM estão a cada dia melhor...

    Primeiro a colisão na Barra Funda, linha 7, agora na L8...

    Volta Aveleda!!!

    ResponderExcluir
  2. Amigos

    Eu contei seis, seis acidentes/incidentes ocorridos na linha 8 da CPTM, desde meados de 2010. Alguém se lembra do que aconteceu nessa época? CAF/CTrens, Mário Bandeira...mera coincidência??

    Seguem:

    5026 - batida frontal
    5046 - batida na passagem de nível

    mais...

    trem 5000 corre sem freio na plataforma Osasco
    trem 5000 corre sem freio em Barueri
    trem 5000 atropela 2 funcionários da CPTM
    trem 5000 perde pantógrafo que bate em plataforma da estação Imperatriz Leopoldina (semana passada)

    e por aí vai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo sera que agora com esses 5000 que ja foram pro saco a CPTM nao vai agilizar a entrada dos 8000 pra linha 8? ou entao vai disponibilizar mais 7000 pra linha 8...vai que resolvem pegar os 7000 da Linha 7 neh...ou entao devolve os cofesbra 2070 para a linha 8,seria uma boa nehalias paulo vc sabe alguma coisa sobre o ultimo cofesbra 2091-2094 que esta servindo de peças para os outros, sera q ele volta um dia a operaçao ou ja era?

      Excluir
    2. Tarcisio

      Certamente que irão se apressar com os 8000, mas talvez coloquem trens da linha 9 na 8 até isso acontecer. Provavelmente irão criar uma nova formação com os trens que bateram, que seria 5095-5048.
      Sobre o Cofesbra 2091-2094 só Deus sabe. Abraço!

      Excluir
  3. Paulo si eu ñ me engano essa composição de prefixo 5026 foi umas das ultimas a serem reformadas si ñ a ultima a passar por uma reforma consideravel, ja ñ com as sua formação original qwando voltou a rodar os carros motores erão 5026 e 5034 mais agora está certo !! creio qwe qwando saiu da cobrasma a formação era UI5025 e UI5026 ambos sucatiados !
    "só assim mesmo para vermos tdos os 5000 com as suas formação e numeracão originais de fabrica no patio de Altino dado baixa"


    é uma pena !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O 5026 bateu num trem de carga em 2010. O pessoal da CPTM da caldeiraria fez um trabalho excelente. Eles reconstruíram a frente do trem, fiel ao original. Porém a essa altura o mesmo já sofria do canibalismo precoce. O 5046 foi o que uma carreta bateu na lateral, em Engenheiro Cardoso (coicidência?). Este realmente não teve jeito, pois atingiu as longarinas e seu cruel destino foi fornecer peças aos demais 5000. É, nossa frota 5000 está no fim de carreira, infelizmente.

      Excluir
  4. Mais 2 trens da serie 5000 que foram pro saco, será que vão colocar trens de outras linhas para substituir?

    ResponderExcluir
  5. meu, ta dando um trabalhão para os tecnicos da cptm tirar o 5096 do local da colição, pelo qwe vi ontem a ideia é remover o vagão tirando-o da via. Como o vagão ñ tem nem uma condição de rodar pois o eixo esta trocido junto com a cabine o qwe da para deduzir é qwe vão colocar o vagão para fora dos limites da cptm para ser colocando em uma carreta pois o muro é baixo e com asseço ñ tão facil a rodovia sem contar qwe a via aonde podi ser colocado o vagão ñ e´pavimentada é de barro puro ou seja a vaca pode ir para o brejo dinovo pois choveu bastante esses dias

    "dedução minha"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comenta-se que o 5096 será desmontado lá mesmo e trazido para Altino numa plataforma da MRS. Vamos aguardar pra ver.
      Apesar de tudo, Deus tem feito grandes milagres na CPTM, pois se este acidente estivesse ocorrido em horário de pico, certamente teríamos muitos óbitos.
      Abraço!

      Excluir
  6. RETIFICAÇÃO

    No dia 27/01/2012 escrevi aqui no blog que um trem série 5000 havia atropelado dois funcionários da CPTM. Na verdade, o trem envolvido em tal atropelamento foi um série 3000, da Siemens.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores