sexta-feira, 9 de março de 2012

Linha 8-Diamante ganha mais 3 novos trens

Novos trens para a Linha 8-Diamante
Fonte: CPTM

O Governador Geraldo Alckmin entregou, nesta quarta-feira [7], mais três novos trens para a Linha 8-Diamante [Júlio Prestes-Itapevi], da CPTM [Companhia Paulista de Trens Metropolitanos]. Na ocasião, ele também vistoriou as obras da estação Osasco, liberando dois acessos: um novo e outro que estava fechado para a instalação de escadas rolantes e elevadores.

Vistoria: a estação Osasco, que contava com um único acesso pelo lado Sul junto à Praça Antônio Menck [sul], ganhou o segundo, com conexão à rodoviária, pelo lado norte. A modernização do acesso sul e a implantação do novo, pelo lado norte, fazem parte das obras de ampliação da estação Osasco.

Com a liberação desses dois acessos, a população poderá transpor a via férrea sem a necessidade de passar pela área paga. Além disso, entrarão em operação dois elevadores e cinco escadas rolantes, melhorando sensivelmente as condições de conforto e acessibilidade dos usuários.

As obras da estação Osasco têm o objetivo de atender o aumento da demanda. Com a ampliação, sua estrutura, que contava com cerca de 10.000 m², terá praticamente o dobro de área, com 19.600 m², após a conclusão da segunda fase das obras, prevista para o final deste ano. A estação recebe atualmente cerca de 50 mil usuários por dia útil. As obras permitirão que essa capacidade seja praticamente duplicada. Além disso, está sendo implantada a terceira plataforma no local.

Modernização da Frota

Fabricadas pela CAF, em Hortolândia - SP, as três novas composições entrarão em operação na Linha 8, somando-se às quatro já entregues no início de fevereiro. Formados por oito carros cada, os trens são equipados com tecnologia de ponta, ar-condicionado, sistemas de informação audiovisual [monitores de vídeo e displays] e de sinalização de abertura e fechamento de portas. Além disso, contam com monitoramento feito por meio de câmeras instaladas no interior e na parte externa do primeiro e último carros, o que permite visualizar o movimento de usuários, inclusive, na plataforma da estação.

O diferencial é o salão contínuo de passageiros [passagem livre entre os carros]. Com 170 metros de comprimento, a parte externa do trem segue o padrão adotado pela CPTM no processo de modernização da frota e conta com design arrojado, layout moderno e funcional no seu interior. As composições são acessíveis para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e contam também com dispositivos para orientar usuários com deficiência auditiva [mapa dinâmico] ou visual [áudio].

Desde 2006, já foram adquiridos 105 trens. Com a entrega dessas três composições, o número em operação chega a 67. Os 38 trens restantes serão entregues gradativamente até 2013.

Desafio: a CPTM está realizando altos investimentos para sua modernização. A exemplo de 2011, neste ano, serão aplicados recursos da ordem de R$ 1 bilhão nas obras de infraestrutura [sinalização, telecomunicações, energia, rede aérea e via permanente], além da modernização das estações mais antigas e da frota de trens.

Hoje o maior desafio que a CPTM enfrenta é executar as obras de modernização sem deixar de atender aos usuários. Fazer esse trabalho exige uma série de medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros, aos finais de semana, feriados e de madrugada, o que prolonga o tempo de implementação das obras, já que a linha não pode ficar fechada para a execução dos serviços, o que com certeza prejudicaria ainda mais o usuário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores