quarta-feira, 21 de março de 2012

Passageiros estão sem banheiro na estação Prefeito Saladino


Fonte: Diário do Grande ABC
Reportagem de Natália Fernandes

Há pelo menos 20 dias, usuários da Estação Prefeito Saladino da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), em Santo André, estão impedidos de utilizar os banheiros. Tanto o espaço destinado às mulheres quanto o indicado para homens está fechado para manutenção. Não há funcionários trabalhando no local e nem expectativa de quando os sanitários serão liberados para uso.

Em visita à estação, a equipe do Diário  constatou que na porta dos banheiros feminino e masculino uma folha de papel sulfite informa que os espaços estão em manutenção. Um deles foi riscado com caneta vermelha e pergunta até quando os sanitários ficarão fechados, já que a população precisa do serviço.

Questionada sobre a localização do banheiro, funcionária do setor de limpeza da estação informou que o local está quebrado e que o indicado era se dirigir até o Tersa (Terminal Rodoviário Santo André) para utilizar o sanitário de lá. Já um profissional contratado para realizar o trabalho de modernização da área garante que o banheiro não faz parte dos trabalhos de sua equipe. Segundo ele, não há previsão de quando será consertado.

A professora Gisele Madureira, 37 anos, destaca que já tentou utilizar o banheiro pela segunda vez em 15 dias, sem sucesso. "Atrapalha, porque vou ter de perder mais tempo na fila do banheiro da Estação Tamanduateí", comenta.

A usuária do transporte sobre trilhos e moradora de Santo André Gislaine Patriota, 35 anos, percebeu o problema há cerca de 20 dias. A analista de controle de investimento utiliza a Estação Prefeito Saladino duas vezes ao dia, para ir e voltar do trabalho. "Chamou atenção nunca ver ninguém trabalhando nos banheiros e, quando perguntei para um funcionário, ele disse ironicamente que o conserto sairia no próximo ano", afirma.

A CPTM não informou quais intervenções estão sendo feitas nos banheiros nem em que prazo os espaços serão liberados para a população. A companhia informou apenas que está investindo R$ 1 bilhão na modernização da rede, que inclui as seis linhas que atendem o Estado.

Editais para modernização saem em abril

Os primeiros editais para contratação de empresas que vão elaborar projetos executivos e a revisão dos básicos já existentes para a modernização das estações da CPTM foram publicados em dezembro. Desde então, foram abertas propostas técnicas de sete estações. Agora, a companhia está na fase de análise das propostas comerciais, para nos próximos dias anunciar os vencedores. A expectativa é de que até abril seja publicado edital das estações Santo André e Capuava.

Em fevereiro, foi publicado o edital para as estações Mauá e Rio Grande da Serra, cujas propostas técnicas serão abertas em abril e, posteriormente, serão reveladas as comerciais. Das 13 estações que integram a Linha 10-Turquesa, que atende a região, 12 passarão por obras, já que Tamanduateí foi reconstruída e entregue junto com a estação do Metrô, em 2010.

As estações terão plataformas cobertas, escadas rolantes e todos os itens de acessibilidade (elevadores, piso e rota táteis, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas), além de banheiro público comum e exclusivo para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Os projetos já contemplarão o dimensionamento das estações Brás, São Caetano, Santo André e Mauá para futuramente atender a demanda do Expresso ABC.

No início do mês, em audiência pública na Câmara de Santo André, o presidente da CPTM, Manuel Bandeira, prometeu que todos os trens da linha passarão a ter oito vagões - atualmente são seis. No entanto, não foi dado prazo.

3 comentários:

  1. É uma coisa absurda, os banheiros em estações de trens e metros, serem tão longes das plataformas de embarque e desembarque.
    Na Estação Brás da CPTM. existe apenas um banheiro ao lado dos embarques, e desembarques para a Zona Leste. Quanto o lado de quem pega o trem para Rio Grande da Serra, não existe banheiros, e quem estiver em grandes apuros,(idosos, deficiêntes, crianças etc.) tem de subir, e descer aquela infinidade de escadas para ir até os sanitários que ficam do lado oposto e distante.
    Quanto a Estação da Luz, outro absurdo! Além de longe das plataformas, para se usar os sanitários, as pessoas tem que subir 28 (VINTE E OITO) degraus.
    -Diga? Como é que fazem os vovôs, as vovós e os deficiêntes? Ninguém pensou nisto?

    ResponderExcluir
  2. A estação Suzano não tem banheiro, a Estação Brás Cubas não tem banheiro, a Estação Jardim Silveira não tem...

    ResponderExcluir
  3. Na estação Carapicuiba só tem banheiro a partir das 06:00 da manhã, sendo que o movimento antes desse é horário é muito grande. Fora isso, a escada rolante nem sempre funciona, o elevador às vezes é interditado, há poucas cadeiras na plataforma e assim por diante. A única coisa que funciona direito na CPTM é o "RAPA" e asegurança olhando feio para todo mundo.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores