domingo, 18 de março de 2012

Série 2000 fase II - A continuação


Por Diego Silva
Fotos: Acervo Pessoal

Olá novamente, caros leitores. Fugindo um pouco à regra, hoje vocês ganharam duas postagens com história de frotas... Além de complementar a história anterior, isso se faz bem por conta de uma adequação de calendário, afinal, o planejamento de matérias do blog está traçado até meados de outubro. Bom, falemos então da continuação da série 2000, a frota 2070 ou ''2000 fase II'', como a empresa reconhece. Os conhecidos 'Cofesbras', foram um aditivo de contrato da compra dos trens do Expresso Leste e, como tal, deveriam estar circulando na Linha 11-Coral. Por conta da necessidade de trens, foram alocados para a Linha 9-Esmeralda, tiveram uma ligeira passagem na Linha 8-Diamante e retornaram para a Linha 9.





Quando da compra da série 2000, uma cláusula do contrato apontava para um aditivo, sendo esse de doze trens de quatro carros, complementares aos já adquiridos. Segundo conta a história, já se planejava o sucesso do serviço, o que tornaria necessária a aquisição de mais trens para dar o suporte necessário. Desde a inauguração do Expresso Leste, se planejou criar a linha entre Lapa e Suzano, tornando uma verdadeira ligação leste-oeste, em complemento à Linha 3-Vermelha do Metrô. Mas os anos passaram e os investimentos para tal não vieram. Para se ter idéia, somente em 1995 assinaram os contratos para compra dos trens do Expresso Leste. Em 2008, foram entregues os primeiros trens da série 2070, ou seja, 13 anos depois do contrato.

Cofesbra em construção, na Alstom de São Paulo (Acervo Pessoal - Crédito ao autor)
Reportagem de jornal impresso
Esse trem chegou na CPTM envolvido numa polêmica: correu nos bastidores que a empresa teria feito uma nova licitação, vencida pela Alstom (a título de comparação, metade dos trens do Expresso Leste são da CAF). Falou-se muito em favorecimento para a empresa francesa, mas no fim das contas, a encomenda foi entregue e temos os trens rodando em perfeito estado. A entrega dos trens, como citado acima, se deu em 2008, em cerimônia ocorrida na estação Juburatuba, da Linha 9-Esmeralda. Eram os novos trens da 'Linha C', que vinham para dar suporte aos trens das série 3000 e 2100, que estavam operando até então.
 
Apresentação do primeiro novo trem, no abrigo Engº São Paulo
Entrega do 1º novo trem da CPTM, em Jurubatuba
Recebidos com muita festa, os novos trens apresentaram diversos problemas nos princípios da operação. Não eram raras as vezes que se sabia de um trem novo quebrando na Linha C. A situação chegou em tal nível, que alguns funcionários chegaram a apelidar o trem de 'Sóquebra' (em alusão ao seu nome Cofesbra). Em 2009, uma situação muito curiosa aconteceu com a primeira unidade dessa frota (2071-2072): a CPTM entrou num período de transição, ganhando nova identificação visual. A primeira unidade foi 'reformada', com menos de um ano de uso, para ganhar as novas cores da CPTM, além de passar por alguns processos de melhoria. O trem 2071-2072 foi o primeiro trem da CPTM a receber o novo padrão da companhia.

Cofesbra com o novo padrão visual da CPTM (Fonte: Wikipedia)
Em 2010, mais uma unidade ganhou o padrão vermelho. Dessa vez, o trem 2075-2076. Mais recentemente, a CPTM unificou as unidades, transformando os trens de quatro carros em unidades múltiplas de oito carros, aumentando a capacidade e oferecendo maior oferta de lugares para os usuários da Linha 9. Com a chegada de mais trens para essa linha (séries 7000 e 7500), algumas unidades das séries 2070 e 3000 foram emprestadas para a Linha 8-Diamante, que estava com uma necessidade enorme de trens, devido às constantes falhas nos trens da série 5000. Não duraram muito na Linha 8, retornando para fazer o serviço de loop na Linha 9 (entre Pinheiros e Jurubatuba). Atualmente, os 6 trens dessa série (considerando que estão circulando em unidades de oito carros, ou seja, dois trens de quatro carros), estão em operação, mas uma ou duas unidades estão fora de serviço.

Unidade 2071 debaixo de forte chuva, na Linha 9-Esmeralda
Cofesbra com destino 'Guaianazes'. Trens seriam do Expresso Leste
Infelizmente, não possuo dados técnicos desse trem, ou seja, essa parte ficarei devendo para vocês. Mas espero que tenham gostado de mais essa história. Domingo que vem, uma matéria mais que especial: CAF 2100, um trem cheio de histórias e fases. Até o próximo domingo!

16 comentários:

  1. Esse trem muito gostoso de andar suave não dá mancada em nenhum momento Excelente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, Celso. Cofesbra é um dos melhores trens da CPTM. Pena que são poucos.

      Excluir
    2. Eu sinceramente prefiro os 2000...

      Excluir
  2. Diego, Diego...onde você arrumou essa foto do Cofesbra, indicando "Guaianazes"? Mais uma vez nos surpreendendo...
    O que tenho a dizer desse belo trem? Ele é excelente! É "voraz" nas aceleradas, lembrando os trens do metrô. É confortável, fácil de operar e tem um dos melhores freios que já vi. Não chega a ser silencioso quanto o Siemens 3000, mas barulhento como os 7000 não é.
    Na linha 8, teve que operar com um ou mais inversores isolados, porque o sistema elétrico não suportaria. Isso fez com que ele gastasse mais depressa as pastilhas de freio.
    Tem uma unidade parada há mais de um ano por falta de peças. Chega a doer nos olhos, tão novinho e inoperante. Alguns dizem que estes trens nem existem. O adicional no contrato era pra ser de peças para o 2000, mas isso não tenho certeza.
    Enfim, adoro este trem, e preferia que a CPTM tivesse investido em iguais a ele, ao invés do 7000, mas parece que ele é muito mais caro, que os trens da CAF.
    Abraço, bom domingo a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mais caros? nossa, Paulo alias sobre os 2070,sei que tem realmente 1 que esta parado a mais de 1 ano, a unidade N6 2091-2094 e alem desta tem mais algum parado?pelo q eu sei 2 cofesbras descarrilaram nakele trecho onde o Q18 descarrilou feio so nao sei quais foram,oq sei é q vi 3 unidades rodando esses dias e 1 era a vermelhinha,gracas a deus que esta nao foi pro saco,mais oq gostaria de saber é quantos atualmente ainda rodam ativos,e tirando essa q ja nao roda a mais de 1 ano se as outras que estao inoperantes tem ''CONDIÇOES'' de voltar ou ja eram tbm?alias sera mesmo que esses cofesbras 2070 ainda vai rodar algum dia no expresso leste L11?ou pode eskecer???

      Excluir
    2. Tarcisio
      Acredito que este seja o único de fato parado. Os outros que porventura estiverem (caso do descarrilamento) estão em manutenção e em breve voltarão a circular.
      Cogita-se que irão para o Expresso Leste, devido à concepção mecânico-elétrica ser igual aos 2000 mas nada é certo. Abraço.

      Excluir
  3. Como sempre os trens novos não foram para a linha 7, mas sou brasileiro, e ainda acredito que os trens 10.000 vão para a linha 7 como Okm...................belo post Diego parabéns!!!

    ResponderExcluir
  4. serie 10.000 na linha 7????? kkkkkkkkkkk abraça,e mais facil eles tirarem os 2000,3000 e os 7000 ja bem surrados e mandarem pra linha 7 e botarem os 10.000 no lugar,rsrsrsrs um detalhe mto curioso,eu lembro deste trem quando foi fabricado,ele realizava testes na via que fika atras da estaçao piqueri,ele ia ate bem pertinho da estaçao pirituba e voltava,fikou fazendo isto durante quase 1 mes.o letreiro dele fikava como guaianazes,bras,itaquera,axei mesmo que fosse parar na linha 11 como prometido,quando ele iniciou a operaçao vi que quando ele saia de osasco ou jurubatuba como ja peguei diversas vezes no inicio da operaçao no painel interno aparecida destino guaianazes ou bras e logo depois mudava para jurubatuba ou osasco,era mto engraçado,lembro que no 2071-2072 e o 2073-2074 no começo da operaçao fikou o letreiro interno como guaianazes durante um bom tempo ate o pessoal da cptm arrumar definitivamente o letreiro,o mesmo aconteceu a alguns meses atras quando esta frota foi para a linha 8, no painel de dentro aparecida osasco ou grajau sendo que eles estavam fazendo a linha itapevi -julio prestes e no letreiro de fora estivesse aparecendo este destino real,com o tempo a cptm decidiu desativar o painel de dentro quando eles operavam na linha 8,quando voltou para a linha 9 ativaram novamente, alias,só 1 coisa que na linha opiniao é bem zuada no 2070,o AP automatico,a voz da gravaçao parece que esta quase morrendo a mulher q anuncia as estaçoes,e parece que só tem a gravaçao da linha 9,tanto que na linha 8 era o proprio maquinista que anunciava.mais isto é apenas um detalhe bem pequeno de um trem que pra mim é lindooooooooooo demais e da de 10 a 0 nos 7000,pena que tenham tao poucos e que 1 ja esteja condenado e outro talvez tbm nem volte mais,mais torço para que volte,atualmente soube que tem apenas 4 rodando e 1 que estao tentando recuperar,torço para que consigam e tomara que nao vao mesmo para a linha 11,deixem eles na 9 mesmo,ja estao habituados,alias seria estranho eles na linha 11 com akela faixa da linha 9 esmeralda,a nao ser que envelopem de vermelho igual a N1 2071-2072-2075-2076 vermelhinha,alias de todos os trens de todas as frotas a minha favorita...cofesbrinha vermelha,apelidada carinhosamente por mtos maquinistas de chapolin.

    ResponderExcluir
  5. Ótima matéria Diego! Me surgiu uma curiosidade: é muito comum surgirem mapas projetando como ficará a malha metroferroviária em 2025, 2050, etc.

    Porém, estou muito curioso em ver em mapas a evolução da malha real ao longo da história. Será que você não teria algo parecido, ou dados suficientes para elaborar tais mapas. Acho que seria muito interessante!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Bruno! Tenho um mapa do horizonte 2030, além de alguns mais antigos do sistema CPTM/Metrô. Vou tentar escanear eles para postar mais futuramente. Obrigado pela sugestão!

      Excluir
  6. Diego, eu tenho os dados técnicos do Cofesbra. Se precisar, me envie um e-mail (tem lá no Facebook).

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. uma observação - o 2070 foi para a linha 8 para suprir a incompetencia da c-trens que não dá conta da manutenção do 5000, fazendo um trabalho de 5ª categoria. isso porque recebem 4,5 milhoes por mês. para salvar o contrato, 2070, 3000 e 7000 foram rodar lá, e se bobear , colocam até trem do expresso leste, tudo em nome de salvar o contrato da CAF/c-trens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O 2000-EL só não foi para lá porque aí ia ser questão de descobrir um santo para cobrir outro.
      A CPTM deveria manter sua manutenção própria. Nem acho legal comparar, mas cito o Metrô-SP como exemplo, todas as frotas têm manutenção própria, que a CPTM mantenha seus trens inteiros também...!

      Excluir
  8. Em breve os 2070 estarão nas linhas 11-12

    ResponderExcluir
  9. diego voce sabe se o 3000 volta para linha 9 porque todos 2070 esta na linha 9?

    ResponderExcluir
  10. Na verdade esta serie de trens vieram fazer parte da linha 12 atualmente

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores