quarta-feira, 9 de maio de 2012

CPTM 20 anos: Linha 8-Diamante

Vista interna da majestosa estação Júlio Prestes
Por Diego Silva

A Linha 8-Diamante da CPTM, inicialmente nomeada como Linha B-Cinza, liga atualmente a estação Júlio Prestes até a cidade de Itapevi. Nesses quase 60 km de linhas correm diariamente quase 400 mil usuários, distribuídos pelas cidades de São Paulo, Osasco, Carapicuíba, Barueri, Jandira e Itapevi. Construída em 1872, pela então Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), a Linha 8  ligava São Paulo à Sorocaba.  A linha-tronco se expandiu até 1922, quando atingiu Presidente Epitácio, nas margens do rio Paraná. Antes, porém, a EFS construiu vários ramais, e passou por trocas de donos e fusões: em 1892, foi fundida pelo Governo com a Ytuana, na época à beira da falência. Em 1903, o Governo Federal assumiu a ferrovia, vendida para o Governo paulista em 1905. Este a arrendou em 1907 para o grupo de Percival Farquhar, desaparecendo a Ytuana de vez, com suas linhas incorporadas pela EFS. Em 1919, o Governo paulista voltou a ser o dono, por causa da situação precária do grupo detentor. Assim foi até 1971, quando a EFS foi uma das ferrovias que formaram a estatal FEPASA. O seu trecho inicial, primeiro até Mairinque, depois somente até Amador Bueno, desde os anos 20 passaram a atender principalmente os trens de subúrbio. Com o surgimento da CPTM, em 1994, esse trecho passou a ser administrado por ela. Trens de passageiros de longo percurso trafegaram pela linha-tronco até 16/1/1999.

Estação Carapicuíba - Novo padrão na reforma de estações antigas
As estações da Linha 8-Diamante: Júlio Prestes, Palmeiras-Barra Funda, Lapa, Domingos de Moraes, Imperatriz Leopoldina, Presidente Altino, Osasco, Comandante Sampaio, Quitaúna, General Miguel Costa, Carapicuíba, Santa Terezinha, Antônio João, Barueri, Jardim Belval, Jardim Silveira, Jandira, Sagrado Coração, Engenheiro Cardoso, Itapevi.
Estão em obras de reconstrução, na extensão operacional, as estações Santa Rita e Amador Bueno.

Estação Amador Bueno, atualmente em obras de reconstrução
As frotas que já atenderam a Linha 8-Diamante são as séries 4800 e 5000. Atualmente, a CPTM emprestou trens da Linha 9-Esmeralda para o trecho da Linha 8, tais como as séries 2070, 3000 e 7000. Nesse ano de 2012, foram entregues os primeiros novos trens, da série 8000, que deverão substituir os antigos trens da série 5000, com quase 40 anos de uso.

4 comentários:

  1. Os novos trens entregue para linha 8 tem menos vagoes ... e não comporta a quantidade da população da região

    ResponderExcluir
  2. O que me chamou atenção na foto da estação Carapicuíba reformada, nos dois sentidos há 3 trilhos na linha, seria o trilho do meio reservado para uma breve troca ou é para deixar circular um trem de bitola diferente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A linha 8 tinha trens de bitola métrica, os saudosos trens série 4800 que operavam entre Itapevi e Amador Bueno. Desconheço se existe trens de carga de bitola métrica.

      Excluir
    2. a foto mostra 3, mas em carapicuiba sao 4 vias.

      Excluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores