segunda-feira, 21 de maio de 2012

Edital do Trem Rápido entre Sorocaba e SP sairá até o final do ano

CAF Civity: modelo de trem regional poderá ser utilizado em SP
Fonte: STEFZS

Foi confirmado ontem que o trem regional de passageiros entre Sorocaba (SP) e a capital paulista deverá começar a rodar em 2018. Trata-se do famoso trem-rápido projetado pelo governo estadual para ligar as duas cidades. Em um contraponto ao trem-bala do governo federal, cuja tentativa de leilão fracassou no mês passado por falta de concorrentes, o projeto do trem-balinha paulista (como foi apelidado pela população do interior do estado) segue adiantado. "A intenção do governo é encurtar o prazo de execução da obra", afirmou o secretário Estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, cogitando que antes mesmo da data estipulada o trem esteja em funcionamento. O DCI antecipou há pouco mais de um mês que o Palácio dos Bandeirantes havia resolvido levar adiante a iniciativa. O edital sairá até dezembro.

Em reunião realizada ontem, foi apresentada uma prévia do projeto funcional da obra. "Concluído este projeto, faremos uma audiência pública para debatê-lo com a sociedade, o que deve ocorrer por volta do mês de setembro", afirmou o presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Mário Bandeira. Ele observou que a elaboração do projeto executivo da obra deve durar 24 meses, ao passo que a execução propriamente dita, 36 meses. Toda a iniciativa custará R$ 6 bilhões. A intenção é viabilizar tudo através de uma parceria público-privada (PPP).

O Trem irá cobrir os 92 quilômetros que separam Sorocaba e São Paulo a uma velocidade média de 120 quilômetros por hora - a velocidade máxima do mesmo chegará a 180 quilômetros por hora. A previsão é que sejam erguidas em Sorocaba duas estações para o expresso ferroviário, uma das quais na antiga parada da Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), cuja concretização irá depender de negociações com a América Latina Logística (ALL). A outra estação será no bairro sorocabano de Brigadeiro Tobias.

Castelo BrancoO trem terá capacidade para 600 passageiros sentados e atenderá a um público de 20 mil usuários por dia. O trajeto entre o interior e a capital paulista será coberto em cerca de 40 minutos.

"Este é um projeto fantástico e que deve ser abraçado por toda a sociedade", afirmou a respeito a deputada estadual Maria Lucia Cardoso Amary (PSDB), que vem atuando pela concretização da ferrovia. O Estado de São Paulo, mais uma vez, desponta como pioneiro no resgate ao transporte ferroviário, acompanhando países europeus.

Sorocaba, uma cidade que está a todo vapor, deixará de ter como via de transporte único a rodovia, o que facilitará o turismo de negócios e a locomoção dos trabalhadores.

A rodovia a que a deputada se refere é a Castelo Branco. Parte do traçado da linha do trem rápido Sorocaba-São Paulo também irá margear a via. Alguns trechos vão necessitar de desapropriação e as áreas de preservação ambiental não serão tocadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores