quinta-feira, 14 de junho de 2012

CPTM deve abrir licitação para reformar estações Quitaúna e General Miguel Costa, na Linha 8-Diamante

Estação Quitaúna
Fonte: Tv Cidade Net

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) deve abrir, até o final deste ano, licitação para reformar estações da linha 8 – Diamante que faz o trajeto de Itapevi a Júlio Prestes.

Entre as melhorias previstas estão modificações no sistema de sinalização, energia e rede aérea. As obras vão atender as paradas que ainda não foram beneficiadas com o projeto de modernização do ramal. Na região Oeste, fazem parte do pacote as estações de Quitaúna, Comandante Sampaio, General Miguel Costa, Santa Terezinha, Antônio João, Jardim Belval, Jardim Silveira e Sagrado Coração.

Já passaram por obras semelhantes as estações de Carapicuíba, Barueri, Jandira e Itapevi, enquanto em Osasco o projeto está em andamento.

O projeto de modernização também envolve a aquisição de novos trens para a linha. Por enquanto, ela conta 13 trens novos, mas até o final serão 36 composições novas em circulação.

Com os novos trens e a reforma nas linhas, a intenção é que as viagens passem a ter intervalos de três minutos. Hoje, ele é de 8 minutos, em média. Mas a previsão para a conclusão total das obras é 2015.

Apesar de passarem a operar, após as obras, com intervalos semelhantes ao do Metrô, o presidente da CPTM, Mário Bandeira, rebate a informação de que as linhas 8 e 9 vão virar “metrô de superfície”, conforme chegou a ser anunciado pelo próprio governo do Estado. “Trem nunca vai ser metrô, porque eles possuem configurações diferentes”, afirmou, durante evento realizado na última semana, para anúncio do fechamento da linha 8, aos domingos, para as obras de modernização.

Entre as diferenças apontadas por ele está o papel de cada meio de transporte. Segundo Bandeira, o trem tem como função a regionalização, com trajetos maiores, enquanto o metrô possui função capilar, que seria a interligação de pequenos trechos. “Em qualquer lugar no mundo, um usuário médio circula de 8 a 9 quilômetros no Metrô, que tem linhas de 20 quilômetros, em média. Já as linhas da CPTM têm em média 50 quilômetros e usuário circula em média 22 a 25 quilômetros nelas”, comparou.

Outra diferença está no sistema operacional das composições. “O metrô funciona como carrossel, não tem grade horária, pois a cada 2 ou 3 minutos ele faz esse circuito. Já o trem tem grade horária, justamente porque faz viagens mais longas e vai à outros municípios”, completou.

6 comentários:

  1. Matéria interessante pois mostra diferenças entre metro e trem!
    Quanto a velocidade acho que são iguais! Um dia peguei o meu smartphone e medi a velocidade de um trem entre estações prefeito saladino e prefeito celso daniel da linha 10 turquesa e fiquei super mega hiper impressionado com os 89km/h !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandrov, as velocidades são iguais sim. A diferença é que o Metrô possui motores em todos os carros, enquanto o trem possui 3 ou 4 carros motores (quando não, possui apenas 2 carros), o que faz sua aceleração ser menor.

      Na Linha 10: De Mooca até Ipiranga, Tamanduateí a São Caetano, São Caetano à Utinga, Prefeito Saladino até Santo André, Santo André a Capuava, Guapituba a Ribeirão Pires, pode-se alcançar a velocidade máxima, que é de 90 km/h (chega em 89, o ATC corta).

      Excluir
  2. santa terezinha precisa é reformar tudo: a estaçao, o pati ao lado da estaçao e o entrono, que é um favelao danado, com muito vandalismo aos trens da CPTM e muito gato passando debaixo dos trilhos.

    já gen. miguel costa e comandante sampaio tem uma boa estrutura herdada da fepasa, seria muito mais interessante uma obra em imp. leopoldina que é um ovo, do que nesta estaçoes.

    ResponderExcluir
  3. Diego, na primeira estação das linhas da CPTM (do sentido bairro-centro) os usuários pessoas reclamam muito das pessoas que vêm sentadas de estações anteriores, a CPTM pretende no futuro com a modernização das estações implantar duas plataformas uma para somente desembarque e outra para embarque sentido centro (como fizeram nas linhas 7,10,11 na Luz e Brás) para evitar esse inconveniente?

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pela informações de sua explicação , Sendo assim, concluí-se que a aceleração do metrô é muito maior e chega-se a velocidade máxima muito mais rapidamente! Por isso é super importante para quem está em pé se segurar, pois a chance de cair no metrô é grande !!! Sempre pego o metrô e vejo muita gente se desequilibrando e a outros empurrando ...

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores