terça-feira, 31 de julho de 2012

CPTM investe na recapacitação do sistema de energia


Fonte: Revista Ferroviária

A Companhia Paulista de Trens Metropolitano (CPTM) assinou nesta quinta-feira (26/07) os contratos para a expansão e recapacitação das subestações de energia de suas seis linhas.  Serão investidos R$ 387,7 milhões no aumento da capacidade de energia de 183MW para 261MW. A ordem de serviços das obras deve ser emitida nos próximos dias.

A licitação para o sistema de energia foi dividida em três lotes. O consórcio Linhas Norte-Sul, composto pela Siemens e MPE - Montagens e Projetos Especiais,  venceu a licitação para as linhas 7-Rubi e 10-Turquesa. A proposta apresentada foi de R$ 117,5 milhões. As melhorias nas linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda ficaram com o consórcio ABB/Spavias, formado pela ABB e Spavias Engenharia, com a proposta de R$ 164,3 milhões. Enquanto o das linhas 11-Coral e 12-Safira serão responsabilidade do consórcio Linhas Leste, integrado pela Siemens e MPE - Montagens e Projetos Especiais, com a proposta de R$ 105,9 milhões.

Até 2015, a CPTM deve ter 30 subestações retificadoras de tração. Hoje, a companhia conta com 24. De acordo com a companhia, o aumento do número de subestações reforçará o sistema de alimentação elétrica e permitirá a CPTM atender o aumento da demanda de energia gerado pelo acréscimo dos trens que estão sendo comprados
.
Complexo de manutenção de trens
Também foi anunciado nesta quinta-feira o investimento de R$ 165 milhões para implantação de um complexo de manutenção de trens em Presidente Altino, em Osasco (SP).  O complexo abrigará oficina de revisão geral e reforma de trens; laboratório eletrônico; área para armazenamento de materiais e resíduos industriais, além de área de suporte para empregados (vestiários, refeitório e sanitários).   Serão 30 mil m² de edificações.   A obra será realizada pelo consórcio composto por Trail, Tiisa e Cosbem.

O galpão principal terá 15,5 mil m² e capacidade para serviços em seis trens compostos de quatro carros cada, simultaneamente. Em outra área de 5.700 m² serão feitas pintura e lavagem de componentes e peças utilizadas nos trens, além da manutenção de motores elétricos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores