quinta-feira, 26 de julho de 2012

CPTM leiloará 12 trens da série 5000



Fonte: Revista Ferroviária

A CPTM publicou o edital para o leilão de 12 trens unidades elétricas da Série 5.000. Os TUEs de aço inox são compostos por três carros cada - um carro motor e dois carros reboques. Ao todo, são 36 carros. Os trens estão estacionados no pátio Ceasa, em Presidente Altino, em Osasco. Eles foram fabricados pela empresa francesa CCTU, no final da década de 70, e circulavam na Linha 8-Diamante.

A venda dos trens faz parte do processo de padronização dos trens da CPTM, que antes eram formados por 12 carros e agora utilizam oito carros. Os TUEs estão sendo substituídos pelos novos trens Série 8.000. Até o final do ano, a CPTM pretende leiloar outros lotes de TUEs.

A ideia era doar os TUEs para o Estado do Rio de Janeiro. Por conta de questões jurídicas, a CPTM optou pelo leilão e estabeleceu o lance inicial mínimo de R$ 10,9 milhões, o que criou dificuldades para a transferência dos trens para a capital fluminense. A SuperVia, que opera os trens do Rio de Janeiro, demonstrou interesse nos trens, mas não pretende participar do leilão.


A abertura do leilão será no dia 09 de agosto, às 13h, no auditório do Leiloeiro, na Avenida  Fagundes Filho, 191, no térreo, em São Paulo. Os trens serão vendidos para quem der o maior lance. Caso o maior lance não atinja o valor mínimo estipulado pela CPTM, a liberação dos trens ficará sujeita a aprovação da companhia.

O evento é aberto à participação de qualquer interessado.  Os lances também poderão ser feitos através do site do leiloeiro.

O edital com as condições gerais do leilão poderá ser retirado na Rua Boa Vista, nº 175, 5º andar, no Centro de São Paulo. Ou obtido através nos sites www.cptm.sp.gov.br/licitações/editaiswww.leilaoonline.net; rossileiloes.blogspot.com. Outras informações sobre o leilão podem ser obtidos através do fax  (11) 3105-0703, ou com o Leiloeiro, Sr. Ugo Rossi Filho, pelo fax (11) 5594-7785.

Os trens estão disponíveis para visitação, que deve ser agendada até o dia 08 de agosto. O agendamento pode ser feito pelos telefones (11) 3689-9325, 3689-9163 ou 3689-9269.


Blog pesquisa e encontra numeração dos trens
As composições que serão leiloadas pela CPTM: 5037, 5056, 5066, 5091, 5017, 5021, 5036, 5063 (estes, estacionados no pátio Ceasa), além das composições 5041, 5054, 5072 e 5092 (estacionados em Presidente Altino, atrás do almoxarifado). Todos os trens são compostos por 3 carros, sendo um carro motor e dois carros reboque.

17 comentários:

  1. Nãaaaaaaaaao!!! Meus trens favoritos!!! :(
    Vai ficar algum na CPTM?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito difícil. Pelo que consta de informações, todas as composições dessa série serão leiloadas.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Para fãs e admiradores, é um momento complicado mesmo...

      Excluir
    2. Ate os 5000s azuis serao leiloados? Alias seria legal fazer um museu e pegar 1 trem de casa serie e colocar em exposicao.alias 1 unidade do 7000 ja tem la na lapa... O Q2 hehehehe

      Excluir
  3. Espero conseguir gravar pelo menos as ultimas viagens minhas nele. Eu adorava ele mesmo :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveite, pois o tempo será escasso de agora em diante

      Excluir
  4. O 5100 não apareceu ali em cima. Será que ele vai ficar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas composições ainda irão continuar prestando serviço. Mas a CPTM pretende leiloar todos.

      Excluir
  5. Se os trens não forem para o Rio de Janeiro, pergunto: Quem teria interesse em comprar 12 trens velhos para circularem e faltar peças????

    No mais, Sayonara máquina de lavar!!!! VIDA LONGA AO 8000!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amarante, inicialmente surgiu a possibilidade dos mesmos seguirem para o Rio. Mas iriam de graça. Agora, a empresa disponibiliza em leilão. Provavelmente, alguma operadora estrangeira compre para utilizar, ou então vai tudo para o forno.

      Excluir
  6. Na segunda-feira estava de passagem na Barra Funda e tinha um parado. Pelo visto perdi a última oportunidade de conhecer este trem de perto.
    Uma curiosidade: O que são estes 4 cabos que ele tem presos na frente? Se eu não e engano a série 5500 também tem.

    ResponderExcluir
  7. Utilizo a linha 10 todos os dias, mas nesta semana fui até a Barra Funda e vi o 5000 parado na plataforma. Pelo visto perdi a última oportunidade de conhecê-lo de perto.
    Uma dúvida: O que são esses 4 cabos que ficam presos na frente da composição? Se eu não me engano a série 5500 também possui.

    ResponderExcluir
  8. caro andré, estes cabos são para acoplar eletricamente um trem em outro. Se olhar no meio do trem ficam duas cabines de comando, onde observará os cabos de uma delas apenas plugados na outra.

    ResponderExcluir
  9. Realmente este trem deixará saudades, mas já era a hora dele, infelizmente a manutenção dele é inviável e uma reforma que se preze tem um custo que não justifica.
    Pena maior é saber que os novos trens não durarão metade do tempo que o 5000 durou.

    ResponderExcluir
  10. Bem que a CPTM podia doar um pra ABPF

    ResponderExcluir

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores