quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Cinco imóveis precisam ser desocupados para construção da nova Suzano

CPTM prepara a nova estação de Suzano

Fonte: Diário de Suzano

Dos 40 imóveis já desapropriados para a construção da nova estação de trem de Suzano, localizados entre a Avenida Doutor Prudente de Moraes (SP-66) e a Rua General Francisco Glicério, 25 já foram demolidos. Ainda faltam desocupar cinco áreas, totalizando 15 a serem demolidas. A obra da estação deve ser finalizada somente em 2014.

Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), assim que forem desocupados, os imóveis são entregues para as empresas de engenharia que "executam a demolição com maior agilidade".
No lado direito da estação, que segue sentido ao Viaduto Ryu Mizuno, todas as casas desapropriadas foram demolidas.
 
Tapumes fecham os terrenos para impedir a entrada de pedestres. Desse lado, haverá um reservatório de água e salas técnicas.
 
Essa semana o trabalho está sendo realizado do lado esquerdo da atual estação, no sentido do Viaduto Leon Feffer. Neste espaço ainda falta desapropriar os depósitos de material de construção, que também devem sair. Nos próximos dias devem ser finalizadas as demolições dos imóveis vazios nesse lado.
De acordo com funcionários da obra, a finalização do serviço depende da retirada, por parte da Bandeirante Energia, dos relógios medidores de consumo de energia elétrica.
 
Após as demolições, ainda é preciso esperar um alvará da Prefeitura que permite a remoção de todo o entulho.
 
Todo o material dos imóveis demolidos, como ferro, madeira, amianto, ente outros, já foram separados.
Os terrenos onde os imóveis já foram demolidos foram fechados com muros de vedação pré-moldados.
Esse serviço está sendo realizado pela Mendes Júnior Trading e Engenharia, contratada para a construção da estação provisória e também da nova estação definitiva. Na área entre a atual estação e um posto de gasolina, já desativado, do lado esquerdo será erguida a nova plataforma de passageiros. Além de um bicicletário.
 
A entrada deve permanecer no mesmo espaço, mas será incluído um acesso de uma passarela direto da Rua General Francisco Glicério. A estação provisória está prevista para iniciar a operação nesse semestre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores