segunda-feira, 13 de agosto de 2012

CPTM suspende licitação para trem de Alphaville


Fonte: Folha de Alphaville

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) enviou nota à redação da Folha de Alphaville informando que suspendeu o edital de contratação do estudo de viabilidade para instalação de um ramal de trem em Alphaville e Tamboré.

De acordo com a companhia, na véspera da abertura das propostas da licitação para contratação do estudo recebeu novos questionamentos do mercado e foi forçada a suspender o processo, para que as respostas sejam elaboradas e todas as dúvidas elucidadas. Não há data prevista para o lançamento de novo edital.

O ramal de trem para Alphaville e Tamboré é um pedido dos moradores e trabalhadores da região, reforçado por políticos, para atender à demanda crescente tanto de ocupação quanto de trabalhadores e estudantes, público estimado em 200 mil pessoas/ dia.

É justamente o projeto funcional, suspenso pela CPTM, que dará as diretrizes de traçado do ramal para Alphaville e Tamboré, além de indicar os valores estimados para o empreendimento e a locação das estações. Estudo semelhante demora, em média, dez meses para ser realizado. A partir de sua conclusão é que a companhia irá contratar os projetos básico e executivo.

“A expectativa é que esse serviço entre em operação após 2015”, reforça a CPTM, em nota.

Duas semanas atrás o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, informou que havia autorizado a companhia a lançar o edital de contratação do estudo. Segundo ele, tudo indica que o ramal para Alphaville e Tamboré será em forma de “U”, saindo da estação Carapicuíba e fazendo a ligação com Barueri.

O ramal está previsto dentro do projeto de expansão da CPTM, com a reformulação de estações, que ganharam escadas rolantes e elevadores para acessibilidade, além de novo visual e novos trens. Alphaville e Tamboré serão integrados à linha 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi).

O estudo da contratada pela CPTM também definirá se Al­phaville e Tamboré serão atendidas por VLT (Veículo Leve sobre Trilho), que são trens com padrão metrô. Eles são menores, com capacidade para transportar até mil passageiros.

No entanto, tudo ainda é especulação, porque o estudo é que dará todas as diretrizes do projeto ideal para atender a demanda da região.

O secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, diz que toda a região oeste é atendida pelas linhas da CPTM e não há dificuldade em atender aos pedidos dos moradores e trabalhadores de Alphaville e Tamboré.

O ramal de trem não é o único investimento em transporte de massa. O governo do estado, por intermédio da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), também estuda um corredor de ônibus fazendo a ligação entre Carapicuíba e Cajamar, passando por Barueri e Santana de Parnaíba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores