quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Trecho entre Itapevi e Amador Bueno, atendido pelo PAESE, é alvo de constantes reclamações

Trem Toshiba em Amador Bueno: mais de 2 anos sem trem

Por Diego Silva

Há pouco mais de dois anos, a CPTM dava por encerrada a operação ferroviária que ligava as estações Itapevi e Amador Bueno. Em condições completamente precárias, trens e paradas (estações sem qualquer infraestrutura, onde o embarque era liberado para qualquer um) simplesmente estavam esquecidos no tempo por parte da empresa. Ciente do problema, a diretoria da empresa decidiu encerrar a operação gratuita para começar uma completa reestruturação do trecho: demolição de estações, retirada da bitola métrica e uma nova bitola (agora, no padrão adotado pela companhia, que é de 1,60 m), compra de novos trens e recuperação de apenas duas das quatro estações: Santa Rita e Amador Bueno.

Pois bem. O prazo inicial dessa recuperação era de apenas 18 meses, espaço em que tudo seria concretizado de acordo com a diretoria. Infelizmente, como tudo no Brasil, a obra atrasou. Com a mudança na gestão da CPTM, metas e objetivos foram completamente alterados e o trecho de extensão passou a ser prioridade de entrega somente para o ano de 2014, extrapolando em 3 anos a meta antes estabelecida. O trecho, atualmente, é atendido por ônibus gratuitos, que saem da estação Itapevi e perfazem todo o trajeto que outrora era realizado pelo lendário trem Toshiba.

Trecho está há mais de dois anos em reforma, com previsão de entrega para 2014
Mas o que lidera o ranking nesse trecho não é a lotação, mas sim a insatisfação dos usuários. O que fora prometido ainda hoje é uma vaga promessa. Pessoas ligadas à ferrovia estiveram em Amador Bueno tempos atrás e puderam constatar que as obras estão a passos de tartaruga. Em Amador, a plataforma da 'nova' estação será a mesma da utilizada até então, apenas com cobertura completa (algo que poderia ter sido feito antes, com alguma boa vontade do Governo). A insatisfação dos usuários com o serviço PAESE é notável: diariamente, problemas com a empresa Benfica (que realiza o trajeto) são constatadas, o que faz acreditar que o serviço realizado esteja mesmo sendo de péssima avaliação pela população.

Ainda faltam dois anos para a entrega do trecho. Os trens Toshibas já foram aposentados há mais de dois anos e estão esquecidos no pátio de Presidente Altino. A população ainda aguarda pelo retorno do trem à Amador Bueno, que lhes foi tirado após tantos problemas.

3 comentários:

  1. Sacanagem isso ai...axo q o povi tem e q fz um abaixo assinado ou alguma manifestacao para acelerar essas obras pq a cptm ta fazendo um verdadeiro descaso com o povo de amador bueno e regiao...na mh opiniao poderiam aproveitar os 5000s de 6 carros e os 3000s de 4 carros e fazer uma extensao de itapevi ate mairinque ou sao roque passando por amador b.deixando este trecho mais interessante e trazendo mais demanda a L8 ja q a cptm diz q a demanda p amador b n justifica o investimento p fz os trem d volta prala

    ResponderExcluir
  2. É uma tremenda falta de respeito mesmo o que estava prometido pra 2011 só daqui a 2 anos sabe lá o que vão fazer estive olhando algumas fotos do trecho de fato as antigas estações estão todas demolidas e sobe os trens Toshibas eu vi estão estacionados ainda no Patio de Presidente Altino criando pueira ou enferrujando bem que a CPTM já que não vai mais usar eles poderia doar essa frota pra CTS que seria de bom proveito pro pessoal de Salvador que precisa muito de trens falavam que tinham ido pra lá 6 trens de 3 carros nas imagens do Google só vejo apenas 3 as unidades 001,002 e 003 com marca de grafite do lado direito falando em grafite esse Toshiba já sofre com este tipo de vandalismo, só se esses 3 trens que falam que está na frota inativa são esses que estão paradão em Presidente Altino ai ficam esse monte de trem sem uso tomando espaço se é que ainda esses trens ainda funciona.

    ResponderExcluir
  3. Bom Pelo que eu Fiquei Sabendo os Trens Franceses Vão Chegar lá Alguns deles já Estão em Reforma o Prazo de Inicio da Operação é Setembro deste Ano.

    ResponderExcluir

Seguidores