quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Alckmin autoriza publicação do edital para licitação do Expresso Jundiaí


Fonte: CPTM

Nesta segunda-feira, 10, o governador Geraldo Alckmin lança o edital de licitação dos projetos básicos e executivos para implantação do Trem Expresso Jundiaí. Será uma concorrência internacional e o vencedor terá prazo de 24 meses para entregar os estudos. O valor do investimento estimado para os projetos é de cerca de R$ 153 milhões.

Após a publicação do edital, a CPTM, responsável pela implantação do projeto, prevê a abertura dos envelopes com as propostas em 60 dias. A empresa a ser contratada desenvolverá todos os estudos de infraestrutura necessários para o empreendimento, considerando as variáveis ambientais e aspectos geotécnicos, entre outros, na elaboração dos projetos e possíveis adequações de traçado.

A licitação também contempla a elaboração dos projetos básicos e executivos de uma nova estação em Jundiaí, da estação Água Branca e de um novo pátio de manutenção e estacionamento de trens.

Posteriormente, serão contratados os estudos ambientais que constituirão o EIA - RIMA e demais exigências no processo de licenciamento para obtenção da LP, além de estudos de viabilidade econômica e financeira que definirão a forma de aporte de recursos do Estado, uma vez que se prevê uma concessionária privada para operar esse serviço por meio de PPP [Parceria Público-Privada].

Sobre o empreendimento Trem Expresso Jundiaí
O Trem Expresso Jundiaí consiste em uma linha de trem que atenderá a necessidade de deslocamento da população entre Jundiaí, importante polo regional, e a cidade de São Paulo, com tempo máximo de viagem de 25 minutos.

A demanda inicial da linha está estimada em cerca de 20 mil passageiros por dia. O novo serviço deverá ser implantado e operado por uma concessionária privada, por meio de PPP, com investimento estimado em R$ 3,2 bilhões.

A linha terá 47 km de extensão, segregados das vias do trem metropolitano, aproveitando parte da faixa ferroviária existente. Para atender a demanda do serviço expresso, serão construídas as novas estações Jundiaí e Água Branca, que estarão integradas aos demais modos de transporte da região. A previsão é que o novo serviço entre em operação entre 2016 e 2017.
 
O projeto Trem Expresso Jundiaí será um meio de transporte rápido, não poluente e econômico. Competitivo em relação ao transporte particular e aos outros meios de deslocamento coletivo proporcionará ganhos de viagem, conforto, confiabilidade e economia, além de colaborar para a redução de carros e ônibus no modal rodoviário existente no eixo São Paulo-Jundiaí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores