segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Aproveite as férias pedalando na ciclovia do Rio Pinheiros


Fonte: CPTM

A Ciclovia Rio Pinheiros é um sucesso entre os apreciadores e uma ótima opção de lazer familiar no período de férias escolares. São 21,2 quilômetros de extensão, ao longo da Linha 9-Esmeralda [Osasco-Grajaú], na zona sul da capital, que vão da av. Miguel Yunes [entre as estações Jurubatuba e Autódromo] até a estação Villa-Lobos/Jaguaré. Ao todo, são cinco acessos: pela av. Miguel Yunes e os demais juntos às estações Jurubatuba, Santo Amaro, Vila Olímpia e Cidade Universitária.

Para atender os usuários, a ciclovia conta com seis pontos de apoio com banheiro, bebedouro e atendimento, localizados ao longo do percurso: av. Miguel Yunes, Santo Amaro, Vila Olímpia, Cidade Jardim, Cidade Universitária e Villa-Lobos/Jaguaré. Além disso, há um estacionamento para carros com 49 vagas, no acesso pela av. Miguel Yunes. O funcionamento é diário, das 6h às 18h15, inclusive feriados.

Em 2012, a média de usuários da ciclovia, aos domingos, foi de 3.400 ciclistas, 2.400 aos sábados e cerca de 600 nos demais dias da semana.

Embarque com sua bicicleta nos trens nos fins de semana e feriados

Nos domingos e feriados, é permitido o transporte da bicicleta nos trens da CPTM. Aos sábados, é possível embarcar a partir das 14h até o final da operação. Aos domingos e feriados, o acesso é liberado durante todo período comercial, das 4h até meia-noite. E para que os ciclistas tenham melhores condições para carregar as bikes, é permitido o uso das escadas rolantes durante a subida, desde que os freios estejam acionados e seja mantida uma distância segura para os demais usuários.

Bicicletários

Ao longo das seis linhas, há 24 bicicletários instalados em diversas estações, que totalizam mais de 6 mil vagas, que funcionam todos os dias, durante todo o período operacional [das 4h até meia-noite]. Para utilizá-los, os usuários precisam fazer um cadastro, apresentando o RG. O ciclista deve também levar o seu próprio cadeado e corrente.

Os bicicletários contam com um Sistema de Controle dos Bicicletários [SCB]. Por meio desse sistema, é feito um cadastro online com foto da bicicleta e seu dono, por meio de webcam. Esse cadastro gera um código de barras, que acompanha um lacre de segurança colocado na bicicleta. A leitura do código permite identificar as informações do proprietário, evitando que ela seja retirada por outra pessoa.

Todos os bicicletários da CPTM são gratuitos, exceto a unidade de Mauá, na Linha 10-Turquesa, que é mantida pela associação de ciclistas Ascobike. Associados pagam R$ 10 por mês para deixar a bike no local. Os demais podem estacionar ao custo de R$ 1 por dia. Ao todo, são 1.968 vagas, o que faz desse bicicletário o maior das Américas, segundo o site americano Streetfilms que, em 2009, visitou o local.

Para mais informações, os usuário podem entrar em contato com a Central de Informações no 0800 055 0121.

Confira a lista das estações que possuem bicicletários e o número de vagas:

Bicicletários por estação - Vagas

Linha 7- Rubi
Caieiras - 67
Linha 8 - Diamante
Carapicuiba - 145
Jandira - 48
Eng° Cardoso - 160
Itapevi - 480
Osasco - 166
Linha 9 - Esmeralda
Ceasa - 144
Villa-Lobos - Jaguaré - 233
Cidade Universitária - 60
Vila Olímpia - 94
Jurubatuba - 262
Autódromo - 261
Primavera - Interlagos - 226
Grajaú - 178
Linha 10 - Turquesa
Tamanduateí - 164
Linha 12 - Safira
USP Leste - 270
Comendador Ermelino - 196
Jardim Helena - Vila Mara - 256
Itaim Paulista - 256
Jardim Romano - 240
Calmon Viana - 84
Total CPTM 3990

Administrados por outras empresas
Pinheiros [Linha 9] - 126
Santo André [Linha 10] - 334
Mauá [Linha 10] - 1968
Total Privados - 2428

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores