segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

No aniversário da SPR, ABPF-SP leva carro de madeira para estação Brás


Por Diego Silva

Em comemoração aos 146 anos do início da operação ferroviária entre Santos e Jundiaí, a CPTM cedeu gentilmente uma linha na estação Brás para a exposição de um dos carros de madeira que pertenceram à então Sao Paulo Railway Co. (SPR), que hoje são patrimônio da ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária). Havia também o plano de trazer uma locomotiva, mas a Companhia não autorizou o translado.

Aberto à visitação, o carro atraiu olhares curiosos de milhares de passageiros que transitaram pela estação neste final de semana. Os mais experientes relembraram os tempos de ouro da ferrovia, onde se atravessava o estado inteiro de trem, enquanto os mais novos, achavam curioso e ao mesmo tempo imaginavam como seria viajar em um carro desse estilo. Claro, todos estamos tão acostumados com a modernidade de nossos trens, que possuem ar-condicionado e muita tecnologia, que não paramos para pensar nas antigas viagens de Maria Fumaça e nos saudosos e elegantes carros de passageiros, hoje apenas em exposição.


Ainda é possível lembrar ou mesmo viver os tempos de Maria Fumaça: a ABPF mantém dois trens turísticos em operação em São Paulo. Um deles está na região da Mooca, ao lado das oficinas da CPTM mais precisamente. Uma locomotiva da então EF Central do Brasil está ativa e traciona por cerca de 500 metros, com o intuito de relembrar como eram os tempos de ouro da ferrovia. A ABPF Mooca está situada junto ao Memorial do Imigrante, antiga Hospedaria dos Imigrantes, ponto onde os recém-chegados estrangeiros eram acomodados, para posteriormente serem enviados às lavouras de café ou mesmo ao interior paulista.

O outro trem está em Paranapiacaba. Uma locomotiva traciona um simpático carro de madeira (P112, datado de 1914), num trecho que sai da estação e vai até próximo do início da descida da serra. Monitores contam parte da história ferroviária durante as curtas viagens, além de explicar como era a operação. O 'Trem dos Ingleses' também passa ao lado do Museu Ferroviário de Paranapiacaba, que ainda conta com artigos e construções originais da SPR. Infelizmente, esquecido no tempo, tem sido alvo de furtos constantes, onde a memória vai sumindo pouco a pouco.


Quem tiver interesse em conhecer e até mesmo viajar nos trens da ABPF, pode realizar a visita aos finais de semana, tanto em São Paulo quanto em Paranapiacaba: 

Em São Paulo
Rua Visconde de Parnaíba – 1253, a 700 metros da estação Bresser – Mooca do Metrô.

Em Paranapiacaba
O Museu Ferroviário de Paranapiacaba – Alto da Serra, distrito de Santo André, também permanece aberto à visitação no Sábado e Domingo, entre as 10h e 16h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigado por comentar no blog. Pedimos a gentileza de não usar palavras ofensivas contra a empresa nem contra seus funcionários, ou mesmo contra o blogueiro. O objetivo do blog é informar e compartilhar conhecimento.

Siga o blog por email

Seguidores